Produtividade
Publicidade

Por Flávia Fernandes, para o TechTudo


Profissionais autônomos (freelancers) podem contar com alguns aplicativos disponíveis para celulares Android e iPhone (iOS) para encontrar e organizar demandas de trabalho. Plataformas como GetNinjas e Freelancer, por exemplo, podem conectar contratados e contratantes a fim de negociar prestações de serviços especializados. Já apps como Trello e Evernote, podem servir para gerenciar processos, delegar funções e estabelecer prazos de entrega. Confira, a seguir, seis apps muito úteis para trabalhadores freelancers.

Lista apresenta seis recursos que auxiliam na rotina de freelancers — Foto: Divulgação/Pexels

O GetNinjas é um app disponível na Google Play e App Store, capaz de conectar clientes e profissionais. Após se cadastrar na plataforma, o freelancer escolhe o campo de atuação e tem acesso às propostas de serviços publicadas por contratantes para o nicho selecionado. Caso se interesse por alguma, o profissional pode entrar em contato com o dono da publicação para negociar o serviço, mas desde que possua "moedas" no app para desbloquear os dados do solicitante.

Os pacotes variam entre R$ 179, R$ 299 e R$ 599 para 1.200, 2.000 e 4.000 moedas, respectivamente. Nos trabalhos analisados nesta matéria, o valor oscilou entre 74 e 138 moedas. De acordo com o GetNinjas, é possível ter retorno do valor investido com apenas um serviço realizado. Além disso, todo o dinheiro recebido pela atividade fica com o freelancer, já que o app não cobra comissão.

Ainda, para quem entra pela primeira vez na plataforma, é possível ganhar 300 moedas ao abrir uma conta digital grátis no Banco Pan.

GetNinjas apresenta diversas especialidades e áreas de atuação para — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

Com o aplicativo Freelancer também é possível visualizar e se candidatar para serviços em diversas áreas. O profissional cria um perfil na plataforma, escolhe o campo de atuação e inclui formação, experiências de trabalho, portfólio, entre outros dados. Após o cadastro, é possível ter acesso aos projetos e enviar uma proposta com valor cobrado, prazo para entrega e ainda uma mensagem ao cliente que solicitou o serviço. O freelancer concorre com outras pessoas e, caso seja selecionado, pode executar o trabalho.

Para realizar a conta na plataforma não há custos, mas o profissional só pode se candidatar a até seis trabalhos por mês. Caso queira pleitear por outros serviços, é necessário comprar mais lances individuais ou solicitar a assinatura premium, com valores entre R$ 25,92 e R$ 313, 89 por mês, com direito a até 1.500 lances. O app está disponível para download em celulares Android e iPhone (iOS).

Clientes divulgam projetos no app Freelancer — Foto: Reprodução/Flávia Fernandes

3. Trello

O Trello é um sistema de organização por cartões que pode ser muito útil para controlar o fluxo de trabalho. Com o app, é possível criar listas e adicionar cards com tarefas a serem cumpridas, checklists, descrições, prazos de entrega, entre outros. É possível ainda adicionar etiquetas com cores diferenciadas para categorizar as atividades, o que torna o recurso bastante intuitivo. O app ainda permite automatizar ações e anexar documentos e imagens.

Além da opção de trabalhar individualmente, no Trello também é possível adicionar outras pessoas em um mesmo quadro de trabalho e usar a funcionalidade em equipe. A função é interessante para freelancer que realizam diversos trabalhos simultaneamente, ou que trabalham com outras pessoas e precisam gerenciar o andamento dos projetos. O app está disponível para download em celulares Android e iPhone (iOS).

Trello organiza em quadros e cartões os projetos em desenvolvimento — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

O Evernote também é um app de organização e está disponível na Google Play Store e App Store. Com ele, é possível criar notas, tarefas e sincronizar com o calendário para adicionar prazo de entrega. O app oferece ainda a possibilidade de incluir anexo de imagens, documentos, áudios e e-mails. Também é possível usar a câmera dentro do aplicativo e digitalizar documentos de papel, cartões de visitas e textos escritos à mão.

Outra possibilidade é a de separar e categorizar os arquivos por meio da ferramenta “Cadernos”. Também há a opção dentro do app de formatar os textos, aumentar a fonte, alterar a cor e adicionar hiperlinks. Além disso, como o sistema é logado com o e-mail, mesmo que o usuário abra o Evernote em outro dispositivo, as pastas e notas não se perdem.

Crie notas e tarefas no Evernote — Foto: Helito Bijora/TechTudo

O Google Agenda, disponível para Android e iOS, funciona como um calendário, e permite adicionar metas, lembretes, tarefas e eventos em datas específicas. O recurso pode ser útil para o profissional controlar prazos e serviços a serem entregues. Além disso, o app também possibilita a inclusão de detalhes do agendamento, assim como horário para notificação por push ou e-mail.

É possível ainda personalizar a frequência dos lembretes entre períodos diários, semanais, mensais, anuais ou que não se repetem. Com as tarefas criadas, o aplicativo oferece a opção de mudar as cores das "bolinhas" que sinalizam a data que marca algo a ser feito. Dessa forma, é mais fácil categorizar as atividades por temas.

Google Agenda permite criar metas, eventos e tarefas — Foto: Reprodução/Flávia Fernandes

O Slack é um sistema de organização que permite anexar documentos, criar lista de tarefas e trabalhar em projetos com outras pessoas. A plataforma facilita a comunicação entre a equipe, de forma que é possível organizar as conversas por assunto e filtrar as atividades que estão sendo trabalhadas.

É possível ainda integrar outras ferramentas, como Google Drive e Dropbox para auxiliar no compartilhamento de arquivos. Outra função do Slack é a possibilidade de enviar mensagens ou fazer chamadas para qualquer um da equipe. O recurso está disponível para download tanto na Google Play Store quanto na App Store.

Aplicativo Slack integra arquivos e possibilita filtrar temas por pesquisa — Foto: Ana Letícia Loubak/TechTudo

Veja também: 6 aplicativos para vender coisas usadas

6 aplicativos para vender coisas usadas

6 aplicativos para vender coisas usadas

Mais do TechTudo