Apps
Publicidade

Por Júlio César Gonsalves, Para o TechTudo


Entender quanto ganham entregadores do IFood, app de delivery disponível para celulares Android e iPhone (iOS), é um procedimento possível de ser feito de algumas maneiras diferentes. Os cálculos para o pagamento final consideram diversas variáveis e a taxa mínima de R$ 6. Em abril de 2022, esses números passaram por um reajuste de 12,9%. A mudança veio após motoristas da plataforma organizarem protestos e greves por melhorias nas condições de trabalho - o que incluía pedido por aumento da remuneração.

Para ajudar entregadores do iFood a entender quanto ganharão no final do mês, o TechTudo reuniu os principais pontos de como são calculados os ganhos na plataforma, com dica de app de calculadora para maior controle financeiro. Confira a seguir.

Aplicativo iFood para Entregadores: entenda quanto ganha um motorista do iFood e veja se vale a pena — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Como decidir em que app de transporte trabalhar? Veja dicas no Fórum do TechTudo.

Como funciona o pagamento por rota no iFood?

Assim que o profissional aceita fazer uma entrega pelo aplicativo, ele consegue visualizar o valor que vai receber. A taxa é conhecida como valor por rota, e seu cálculo inclui três informações: a retirada do pedido no restaurante, a entrega para o cliente e a distância percorrida. Assim, o entregador não recebe menos de R$ 6,00 por delivery - que, como mencionado anteriormente, é o valor mínimo.

Contudo, o total a ser recebido pode ser influenciado por outros fatores, como número de pedidos transportados pelo profissional, perfil da cidade, hora e dia da semana, além do meio de transporte escolhido (que pode ser carro, moto, patinete ou bicicleta). O entregador recebe no mínimo R$ 1,50 por quilômetro rodado na distância total. Caso esteja longe do restaurante, uma taxa adicional é aplicada a partir de 5 km de distância, na maioria das cidades.

Entregadores do iFood são pagos por rota — Foto: Divulgação/iFood

Além disso, existem situações específicas em que o iFood realiza promoções e aumenta o valor pago por rota. Isso acontece geralmente nos finais de semana e feriados, quando há um aumento na demanda e o app precisa de mais profissionais para realizar a entrega dos pedidos.

Com base nesses dados, um profissional que percorre 4 km até o restaurante e mais 3 km até o endereço do cliente, por exemplo, vai receber um mínimo de R$ 10,50. Para esse cálculo, as duas distâncias foram somadas e multiplicadas pelo valor da taxa mínima de R$ 1,50 por km rodado.

Como funciona o pagamento por gorjetas no iFood?

As gorjetas permitem que os profissionais aumentem seus ganhos com entregas no iFood, caso os clientes desejem recompensá-los pelo trabalho prestado. Após receber o pedido, o cliente consegue enviar um valor de R$ 2, R$ 5 ou R$ 10 para o entregador através do próprio app. A gorjeta, então, é repassada ao profissional sem descontos. Mas vale lembrar: caso o entregador seja contratado pelos estabelecimentos, e não um profissional vinculado ao iFood, é do restaurante a responsabilidade pelo repasse das gorjetas.

Como calcular o valor total que vou receber no mês?

De acordo com o iFood, 80% dos entregadores que atuam cerca de 120h por mês (4h diárias, em um mês de 30 dias) alcançam uma renda mínima superior a R$ 1,3 mil. Porém, para fazer esse cálculo com mais precisão, é possível usar a calculadora nativa do celular. Então, anote o valor de cada entrega feita durante o dia e some tudo ao encerrar sua jornada de trabalho. Ao final do mês, some o valor de todas essas diárias.

Também pode ser interessante subtrair os gastos com combustíveis e possíveis manutenções do veículo, já que essas variáveis não estão inseridas nos pagamentos do iFood. Outra forma de fazer essa conta de maneira mais precisa, é usar um app que possibilite inserir todas as informações de uma só vez, como o Calculadora Salarial.

App Calculadora Salarial — Foto: Júlio César Gonsalves/TechTudo

Ao baixar e abrir o app em celular Android ou iPhone (iOS), toque nas configurações para definir dados importantes, como quantidade de horas de trabalho, valor por hora, valor por hora extra e a moeda utilizada. Não há opção de reais, mas dólar e Euro estão disponíveis, de forma que vai bastar fazer a conversão ao final para saber o valor correto.

Como os valores para os entregadores do iFood são variáveis, a melhor forma de usar a Calculadora Salarial é ao inserir o total de cada corrida na opção “dinheiro por hora”, e deixar zerado o campo de horas extras. Então, toque no símbolo do lápis, escolha a data, defina o período de uma hora e aperte em “adicionar”. Repita o procedimento para todas as entregas. Também dá para acrescentar períodos de folga e férias na opção “Mais”.

No app, também é possível definir horários e percentuais extras para o turno da noite, finais de semana e feriados. Além disso, existe a opção de inserir uma descrição em cada trabalho, marcar se seus intervalos são remunerados e definir cores diferentes para cada situação, a ser apresentada em um gráfico. Na "Casa", dá para ver um resumo do mês atual, com o total trabalhado, o valor ganho e as folgas.

Com informações de Portal do entregador iFood (1 e 2) e Canal iFood para entregadores

Veja também: Como cadastrar um código de desconto no iFood

Como cadastrar um código de desconto no iFood

Como cadastrar um código de desconto no iFood

Mais do TechTudo