Fabricantes

02/03/2015 09h00 - Atualizado em 02/03/2015 09h00

Pokémon Snap, Ranger e mais: confira os melhores spin-offs da franquia

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

Pokémon é um dos títulos de maior sucesso da Nintendo há mais de 15 anos e sua popularidade fez com que ele tivesse os mais variados games paralelos, os quais se passam além da série principal de RPGs. Confira alguns dos melhores jogos spin-offs baseados na franquia Pokémon.

Pokémon: confira os melhores games da franquia da Nintendo

Pikachu e seus amigos pokémons viveram muitas aventuras além da série principal (Foto: Reprodução/YouTube)Pikachu e seus amigos pokémons viveram muitas aventuras além da série principal (Foto: Reprodução/YouTube)

Pokémon Snap (Nintendo 64 – 1999)

O mundo de Pokémon é tão rico que até observá-lo pode ser uma tarefa incrivelmente prazerosa. Em Pokémon Snap o foco do jogo sai das batalhas entre os monstrinhos para se concentrar em tirar fotos deles, como um fotógrafo de vida selvagem. Apesar de curto, o game possui bastante profundidade, garantindo a você novas ferramentas para interagir com os pokémons e assim colocá-los em poses inusitadas para tirar fotos cada vez melhores.

Pokémon Pinball (GameBoy Color – 1999)

Nascido de uma combinação inusitada de gêneros, Pokémon Pinball transformou a popular série de RPG em um clássico pinball, trocando a bola de metal por pokébolas. Mais curioso ainda é que era possível capturar os monstros e seu objetivo era tentar colecionar todos os pokémons do jogo. Também houve um novo Pokémon Pinball para GameBoy Advance que levou a série além, ainda mais divertido que o primeiro.

Pokémon TCG (GameBoy Color – 2000)

O jogo de cartas de Pokémon é apenas uma das muitas vertentes pelas quais a série se espalhou através dos anos, com cartas impressas semelhantes às de Magic the Gathering. Além da versão física do TCG, também houve um profundo e divertido jogo para o GameBoy que desafiava usuários a montarem seus próprios baralhos e enfrentarem líderes de ginásio. Hoje em dia há versões como Pokémon TCG Online para tablets.

Pokémon Puzzle Challenge (GameBoy Color – 2000)

Baseado no quebra-cabeça japonês Panel de Pon, lançado também para o Super Nintendo como Tetris Attack, a mecânica de Pokémon Puzzle League é como a da maioria dos quebra-cabeças de reunir peças iguais. A diferença é que aqui você não pode mover peças livremente, apenas trocar o lugar de duas de cada vez, se esforçando para criar combos e vencer batalhas pokémon.

Pokémon Stadium 2 (Nintendo 64 – 2001)

A série Pokémon Stadium marcou a primeira vez que vimos o então recente mundo dos monstrinhos de bolso em três dimensões. Além de trazer batalhas pokémon em 3D, o game contava também com inovações para a época, como interação entre console e portátil. Não só isso, Pokémon Stadium 2 ainda ficou marcado por divertidos minigames utilizando os pokémons.

Pokémon Colosseum (GameCube – 2004)

Nem o incrível sucesso da série de RPG Pokémon nos portáteis da Nintendo não convence a empresa a criar uma versão do jogo para consoles. O mais perto que já chegamos foi com Pokémon Colosseum para o GameCube, o qual possuía um modo RPG em 3D até bem divertido, porém não muito fiel ao resto da série, sem captura de pokémons aleatórios, ginásios e outros detalhes. Ainda assim, o game rendeu uma sequência chamada Pokémon XD: Gale of Darkness.

Pokémon Mystery Dungeon: Blue/Red Rescue Team (Nintendo DS, GameBoy Advance – 2005)

Esta é uma edição da pouca conhecida série Mystery Dungeon com temática de Pokémon, um RPG tipo Rogue no qual você explora dezenas de andares de labirintos gerados aleatoriamente. Apesar da franquia ser muito repetitiva, a versão Pokémon ganha um bônus por trazer toda a variedade dos monstrinhos e seus complexos golpes treinados através dos níveis.

Pokémon Ranger (Nintendo DS – 2006)

Apesar de o jogo de corrida Pokémon Dash estar presente no lançamento do Nintendo DS, a tela sensível ao toque só veio a ser bem usada com Pokémon Ranger. Utilizando uma nova mecânica, você precisava capturar os monstros com uma espécie de pião, rodando-o ao redor da tela sem esbarrar em nada. O título teve uma abordagem bastante original para a série e recebeu mais duas sequências: Shadows of Almia e Guardian Signs.

Pokémon Trozei (Nintendo DS – 2006)

Desde Pokémon Puzzle Challenge a série Pokémon e quebra-cabeças vinham se dando bem e Trozei trouxe mais um divertido capítulo nessa direção. Trata-se de um game tradicional de conectar peças iguais para eliminá-las, sendo que as peças são pokémons para capturar ao realizar a ação de Trozei. O game ainda contava com uma história bem original com personagens inéditos. No Nintendo 3DS a série continou com Pokémon Battle Trozei e o título gratuito Pokémon Shuffle.

Pokémon Rumble (Nintendo Wii – 2009)

São raros os jogos baseados em Pokémon em que os monstrinhos realmente lutam pra valer sob controle direto do jogador, mas Pokémon Rumble trouxe essa oportunidade. No papel de brinquedos em formato de pokémon você será colocando contra hordas de inimigos, lutando com golpes tirados diretamente da série de RPG e capturando personagens mais poderosos para sua coleção. O título recebeu sequências inclusive para o Wii U e Nintendo 3DS.

PokéPark Wii: Pikachu’s Adventures (Nintendo Wii – 2010)

A aventura de Pikachu em PokéPark Wii é outro desses raros jogos em que é posível controlar o mascote da série diretamente e batalhar como se fosse um game de luta. Porém, este capítulo é claramente para os fãs mais jovens, trazendo mais minigames e um nível de dificuldade bem baixo. O game também recebeu uma sequência, PokéPark 2: Wonders Beyond, baseado na geração Black & White.

Pokémon Conquest (Nintendo DS – 2012)

Raramente a série Pokémon se mistura com outras, assim como a maioria das franquias da Nintendo, mas Pokémon Conquest trouxe os monstros de bolso para o game de estratégia mais conhecido no oriente: Nobunaga’s Ambition. O foco do jogo continua sendo a estratégia, com uma temática baseada no Japão feudal. A diferença é que agora os poderosos generais possuem pokémons como parceiros de batalha.

Pokémon Art Academy (Nintendo 3DS – 2014)

Um dos jogos com conceito mais interessantes do Nintendo DS foi a série Art Academy, a qual ensinava técnicas de desenho e pinturas reais que poderiam ser levadas para fora do portátil e para a vida real. No Nintendo 3DS a franquia recebeu uma variação com tema de Pokémon, permitindo que fãs aprendessem a criar pinturas dos seus monstros favoritos.

Qual é o seu jogo preferido da série Pokémon? Comente no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Luiz Pires
    2015-03-02T12:34:17  

    esqueceram do pokexgames ou pxg jogo que ultimamente vem crescendo e muito!! Na categoria de jogos online, lamentável esse página ser tão fraca, sendo que a criação do jogo é de brasileiros, ou seja, um salto em programação de games. Se atualizem Techtudo estão passando vergonha.

    recentes

    populares

    • Luiz Pires
      2015-03-02T12:34:17  

      Creio que a lista desse site seja de jogos oficiais da Nintendo... e não um fan-made qlqr, q tem mtos por aí...

    recentes

    populares

    • Luiz Pires
      2015-03-02T12:34:17  

      Se fossem fazer uma lista de jogos não oficiais a lista não teria fim, além do que o pxg é um mod de Tibia.

  • Rafael Silva
    2015-03-02T13:42:29

    Até eu jogo pokémon fire red no android

  • Matheus Rodrigues
    2015-03-02T13:03:17

    Eu jogo o Pokemon Fire Red... muito bom.