Jogos de RPG

13/08/2015 10h02 - Atualizado em 13/08/2015 10h02

Dark Souls 3 terá dificuldade elevada e sistema de batalhas aprimorado

Victor Alcaíde Teixeira
por
Para o TechTudo

Dark Souls 3 é o terceiro episódio da famosa franquia da produtora japonesa From Software. Previsto para ser lançado no primeiro trimestre de 2016 para PS4Xbox One e PC, o título marca o retorno de Hidetaka Miyazaki – criador de Dark Souls – à frente da série. Confira tudo o que sabemos até agora sobre a sequência do jogo de RPG:

Dark Souls 3 prova que a série ainda sabe inovar na medida certa 

Dark Souls 3: o que sabemos sobre ele até agora (Foto: Reprodução/YouTube)Dark Souls 3: o que sabemos sobre ele até agora (Foto: Reprodução/YouTube)

Os Senhores de Cinder

A história principal deverá explorar a ressurreição dos Senhores de Cinder. Vale lembrar que o primeiro ser divino a dar as caras foi Gwyn, o assustador chefão final do Dark Souls original.


Embora poucas informações tenham sido compartilhadas sobre a trama até o momento, o primeiro trailer do gameplay, divulgado durante a Gamescom 2015, deixou bem claro que as criaturas são colossais e macabras. Elas, certamente, vão dar muito trabalho.

Novas mecânicas de combate

O sucesso estrondoso de Bloodborne fez Miyazaki implementar alguns elementos do exclusivo de PlayStation 4 em Dark Souls 3. Isso significa que veremos um sistema de combate mais rápido e com inimigos agressivos, ainda que o escudo continue um armamento essencial para a sobrevivência.

Dark Souls 3 deve introduzir novas mecânicas de combate (Reprodução/OnlySP)Dark Souls 3 deve introduzir novas mecânicas de combate (Reprodução/OnlySP)

O diretor garante que Dark Souls 3 continuará com a essência característica da franquia, porém algumas mudanças pontuais devem ser feitas para dinamizar e diversificar o gameplay. A possibilidade de modificar a forma da arma durante as batalhas é um recurso interessante herdado de Bloodborne, que também vai estar presente para trazer variações significativas à jogabilidade.

Redescobrindo o arsenal

Como citado anteriormente, o escudo vai permanecer como um item imprescindível da jornada, porém será necessário substitui-lo no decorrer da jogatina. Isso porque certos inimigos vão exigir investidas que privilegiam a agressividade, enquanto outras criaturas vão testar a paciência do jogador em estratégias cautelosas.

A combinação de arma e escudo vai funcionar em determinadas ocasiões, mas talvez o personagem não consiga alcançar o final da jornada com os mesmos equipamentos. Os armamentos de longa distância também receberão tratamento especial e, por isso, será possível utilizar um arco, por exemplo, para desferir ataques de curta distância – quase como um golpe corpo-a-corpo. As armas não terão uma única finalidade.

Terceiro episódio da série vai trazer novas armas (Foto: Reprodução/OnlyPS)Terceiro episódio da série vai trazer novas armas (Foto: Reprodução/OnlyPS)

Inimigos mais inteligentes

Em Dark Souls 2: Scholar of the First Sin, a reedição de nova geração do segundo título da série, havia oponentes mais espertos, bem posicionados nos cenários e em bandos maiores.

De acordo com Miyazaki, Dark Souls 3 também seguirá pelo mesmo caminho, pois haverá criaturas mais inteligentes, capazes de estudar a movimentação do jogador para conhecer seus pontos fracos. Os inimigos vão ficar escondidos para surpreender o herói e, além disso, não vão agir sem antes terem a certeza de que o personagem será devidamente golpeado.

Servidores dedicados

Assim como na remasterização do segundo jogo, Dark Souls 3 vai suportar até seis jogadores na modalidade multiplayer. Contudo, dessa vez, a From Software vai investir em servidores dedicados, para evitar o desbalanceado sistema de matchmaking. Finalmente vamos conseguir jogar com os amigos sem precisar aguardar durante longos minutos.

Dark Souls 3 deve, finalmente, ter servidores dedicados (Foto: Reprodução/OnlySP)Dark Souls 3 deve, finalmente, ter servidores dedicados (Foto: Reprodução/OnlySP)

60 fps ou 30 fps, eis a questão

A From Software conseguiu trazer Dark Souls 2: Scholar of the First Sin em lisos 1080p e 60 fps nas plataformas da nova geração, o que garantiu uma fluidez absurda ao game, enquanto Bloodborne atingiu 1080p e 30 fps travados.

Segundo informações da empresa japonesa, Dark Souls 3 vai rodar a 30 quadros por segundo, para garantir a boa experiência em todos os consoles, e em qualquer tipo de situação. Mesmo rodando em 30 fps, o game deve introduzir ambientes belíssimos da atmosfera fúnebre que consagrou a série.

Dark Souls 3 será o último jogo da série

Apesar da Bandai Namco ter compartilhado a informação de que esse seria o episódio final da saga, é bem provável que a From Software trabalhe com uma nova história ou até mesmo spin-offs nos próximos anos. De fato, Dark Souls 3 marcará o desfecho da jornada e explicará os mistérios dos dois games anteriores. Como consequência, novas brechas devem ser abertas para futuros títulos da punitiva série.

Você acha que Dark Souls é difícil demais? Comente no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Francy
    2016-02-20T04:09:17

    Nesse servidor dedicado, vai da pra colocar senha na rede para um amigo entrar no seu jogo igual ao Bloodborne?

  • Lafaiete Alves
    2015-08-14T12:32:06

    Jogo lindo!!! esperando ansiosamente até 2016...

  • Vinicius Oliveira
    2015-08-13T14:25:00

    30 Fps na versão pra PC em 2016 é dose... Certeza que vão lançar um DS 3 Plus no futuro fazendo você comprar de novo e com 60 Fps. Com sorte um mod pra destravar isso sai em poucos dias após o jogo.