Jogos de ação

26/12/2015 08h00 - Atualizado em 26/12/2015 08h00

GTA 5 e Fallout 4 estão entre os 10 melhores jogos de 2015 para PC

Tais Carvalho
por
Para o TechTudo

The Witcher 3: Wild Hunt, Fallout 4 e GTA 5 foram alguns dos melhores games para PC deste ano. Entre exclusivos e multiplataforma, os títulos se destacaram novamente pela alta qualidade gráfica, diversidade de gêneros e, principalmente, por produções independentes que surpreenderam pela inovação. Para relembrar os grandes destaques, o TechTudo preparou a lista com os 10 melhores jogos de 2015 para computador. Confira:

Melhores jogos do ano: The Witcher, Bloodborne e Fallout são destaques

The Witcher 3

The Witcher é um título não pode faltar em nenhuma lista de melhores do ano, seja para PC, PS4 ou Xbox One. Além ter sido eleito o jogo do ano pelo TechTudo, o game recebeu o mesmo prêmio durante o The Game Awards 2015, conhecido como o “Oscar dos videogames”. No geral, a CD Projekt conseguiu desenvolver um RPG caprichado em vários aspectos, destacando a jogabilidade e sistema de combate, gráficos belíssimos, mundo aberto e a narrativa moldada de acordo com as escolhas do jogador.

The Witcher 3 é o melhor jogo do ano (Foto: Divulgação/Steam)The Witcher 3 é o melhor jogo do ano (Foto: Divulgação/Steam)

Outro ponto positivo é que a trama de Geralt of Rivia pode ser explorada pelos jogadores novatos que não tiveram contato com os livros ou títulos da franquia. E para completar os detalhes quase impecáveis, o game ainda contou com uma série de DCLs gratuitos e a expansão Hearts of Stone para adicionar ainda mais conteúdo ao enorme RPG. The Witcher 3 não é apenas a sequência, mas uma mostra de que a CD Projekt se importa com os fãs.

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain veio para fechar a cronologia da série e atender aos fãs que ansiavam por mais uma obra de Hideo Kojima. Não se trata da saga de Solid Snake, que acabou em Metal Gear Solid 4, mas sim da história de Big Boss ou, mais precisamente, o encerramento dela, que se encaixa depois de Ground Zeroes e antes do primeiro Metal Gear, lançado em 1987. 

The Phantom Pain encerra a saga de Big Boss com uma grande sensação de liberdade (Foto: Divulgação/Steam)The Phantom Pain encerra a saga de Big Boss com uma grande sensação de liberdade (Foto: Divulgação/Steam)

A combinação de diversos elementos fizeram de Phantom Pain um dos grandes sucessos de 2015, principalmente no PC. O jogo seguiu caminho diferente dos antecessores e ofereceu um mundo aberto para a exploração e jogabilidade com liberdade total para o jogador. As missões são muitas e Phantom Pain é um prato cheio de nostalgia para os fãs. Além disso, o capricho nos detalhes, tanto no visual quanto na história, impressionaram jogadores e emocionaram até mesmo os mais veteranos. 

Fallout 4

Depois de oito anos na espera, Fallout  finalmente ganhou a tão aguardada sequência da série. E apesar de não inovar tanto quanto se esperava, ele ainda traz os mesmos elementos que fizeram Skyrim e Fallout 3 serem tremendo sucesso. Isso já o coloca entre os melhores do ano, principalmente na versão de PC, onde o título já possui suporte para as famosas modificações que os jogadores tanto adoram.

Fallout 4 inova pouco, mas traz tudo que os fãs queriam (Foto: Divulgação/Steam)Fallout 4 inova pouco, mas traz tudo que os fãs queriam (Foto: Divulgação/Steam)

Fallout 4 também se passa em um mundo pós-apocalíptico, onde o jogador assume o papel de um dos poucos sobreviventes do ataque nuclear. No entanto, o destaque no game não está na trama. Seu lugar de melhor do ano está nas opções de personalização, escolhas e missões que oferecem um nível ainda maior de liberdade neste novo título.

StarCraft 2: Legacy of the Void

StarCraft 2: Legacy of the Void é a prova de que os jogos podem manter a essência dos originais. Lançado em novembro deste ano, ele é a continuação da saga de StarCraft 2 e funciona como um ponto final da trilogia. O game é focado nos Protoss e seu conflito com os Zergs, mas os Terranos também aparecem e são parte importante deste capítulo.

Legacy of the Void mostra que StarCraft 2 ainda é um dos melhores jogos competitivos de estratégia (Foto: Divulgação/Battle.net)Legacy of the Void mostra que StarCraft 2 ainda é um dos melhores jogos competitivos de estratégia (Foto: Divulgação/Battle.net)

Legacy of the Void é uma excelente escolha para os fãs da Blizzard e RTS. Com melhorias no multiplayer e novas adições para cada raça, o game também marcou presença nos PCs em 2015 e garante lugar na lista de melhores do ano por mostrar que a série ainda possui uma das melhores fórmulas para jogos de estratégia.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Her Story

Her Story foi um dos títulos independentes que mais surpreenderam os jogadores neste ano. O jogo foi desenvolvido por Sam Barlow, diretor de Silent Hill: Shattered Memories e recebeu os prêmios de melhor narrativa, dublagem e performance durante o The Game Awards 2015.

Her Story foi um dos títulos independentes que mais surpreendeu em 2015 (Foto: Divulgação/Steam)Her Story foi um dos títulos independentes que mais surpreendeu em 2015 (Foto: Divulgação/Steam)

O título marca o retorno dos jogos em FMV e narra uma investigação policial no ano de 1994. As fitas mostram gravações de uma misteriosa mulher, interpretada por Viva Seifert, que responde perguntas sobre o desaparecimento do marido. O título impressionou pela originalidade, interpretação e a maneira como a história é contada.

GTA 5

Apesar de ser um lançamento de 2013, a bela cidade de Los Santos só chegou aos PCs este ano. E é claro que o título também veio para impressionar em 2015 com resolução em 4K, rodando a 60 quadros por segundo.

GTA 5 mostrou que ainda consegue impressionar em 2015 (Foto: Divulgação/Steam)GTA 5 mostrou que ainda consegue impressionar em 2015 (Foto: Divulgação/Steam)

Apesar do atraso – o jogo só foi lançado em março de 2015 – versão de PC não deixou a desejar e ofereceu todo o conteúdo que já estava nos consoles, incluindo modo campanha, GTA Online, conquistas, missões cooperativas, eventos especiais e DLCs.

Final Fantasy XIV: Heavensward

Final Fantasy XIV certamente foi um dos melhores MMORPGs de 2013, mas Square Enix não podia deixar que o sucesso parasse por ali. Lançado em junho deste ano, Heavensward é uma expansão tão completa que mais parece um jogo novo. Para a alegria dos fãs, ele expandiu a campanha e ofereceu uma gama de conteúdos novos.

Heavensward é uma quase um novo jogo (Foto: Divulgação/Steam)Heavensward é uma quase um novo jogo (Foto: Divulgação/Steam)

As novidades são muitas e incluem três novas classes (Dark Knight, Astrologian e Machinist), montarias voadoras, mais mapas e história para explorar e conhecer, a nova raça dos Au Ra e muito mais. A Square Enix provou que além de “reviver” o fracasso que aconteceu no lançamento de 2010, ela conhece a fórmula do sucesso para jogos online.

Heroes of the Storm

Seguindo o enorme sucesso dos dos MOBAs, a Blizzard combinou os personagens favoritos dos fãs com título divertido e diferente dos concorrentes. Heroes of the Storm embarcou na onde dos jogos de arena e se destacou em 2015 por ser um título simples e acessível para quem está aprendendo e, ao mesmo tempo, mais desafiador e profundo para os mais competitivos, com mapas variados e diferentes objetivos.

Heroes of the Storm tem uma jogabilidade que favorece novatos e veteranos (Foto: Divulgação/Battle.net)Heroes of the Storm tem uma jogabilidade que favorece novatos e veteranos (Foto: Divulgação/Battle.net)

Além da jogabilidade e localização completa para o português, o destaque do game ficou na inclusão dos principais personagens da Blizzard, como Arthas e Jaina, de Warcraft, Leoric e Azmodan, de Diablo e Abathur e Artanis, de StarCraft. Detalhe este que muito agradou os grandes fãs da empresa e de seus jogos mais famosos.

Pillars of Eternity

Pillars of Eternity voltou aos anos 2000 e resgatou a era de ouro dos RPGs isométricos em pleno 2015. O título teve um Kickstarter de enorme sucesso e arrecadou mais de 3 milhões de dólares com ajuda de fãs nostálgicos que esperavam há tempos por outro Baldur’s Gate ou Icewind Dale. O jogo foi desenvolvido pela Obsidian Entertainment, conhecida por Fallout New Vegas e o divertido South Park: The Stick of Truth.

Pillars of Eternity resgata a era de ouro dos RPGs isométricos em 2015 (Foto: Divulgação/Steam)Pillars of Eternity resgata a era de ouro dos RPGs isométricos em 2015 (Foto: Divulgação/Steam)

O jogo chegou ao Steam este ano e cumpriu a promessa em oferecer um título que é fiel aos clássicos e, ao mesmo tempo, que traz muitas novidades, uma história rica, diversa e um sistema de combate envolvente. Seu sucesso está na combinação desses elementos e no fato dele ter alcançado grande parte das expectativas daqueles que ajudam no projeto.

Undertale

Undertale foi outra grande surpresa de 2015. Com uma boa dose de humor e vários personagens, o título independente conquistou fãs desde a sua primeira semana de lançamento, colocado-o na lista demais vendidos do Steam. Desenvolvido por apenas uma pessoa, Toby Fox, e com menos de quatro meses desde a sua estreia no PC, o enorme sucesso de Undertale é até difícil de ser explicado para quem não jogou.

Undertale rapidamente se tornou um fenômeno na internet (Foto: Divulgação/Steam)Undertale rapidamente se tornou um fenômeno na internet (Foto: Divulgação/Steam)

O game rapidamente se tornou um fenômeno na internet, reunindo e encantando jogadores com personagens extremamente carismáticos, combates nada convencionais e uma história envolvente, repleta de detalhes. E mesmo com gráficos simples para um RPG de PC, o game foi aclamado pelo público e pela crítica especializada, além de receber três indicações ao The Game Awards 2015 como melhor RPG (junto com The Witcher 3), melhor jogo independente e de escolhas.

O que você está achando de The Witcher 3? Comente no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Antonio Cury
    2015-12-26T16:31:37  

    Realmente The Witcher 3 mereceu, e muito, o prêmio de GOTY. O jogo possui um gráfico refinado, as músicas e os efeitos sonoros acompanham muito bem todo o desenrolar do jogo e a estória com todas as suas decisões tornam TW3 um jogo singular e viciante. Muito obrigado CDRProj por um daqueles game que você passa anos esperando, e quando termina, sente-se orfão, por querer que a estória continue.

    recentes

    populares

    • Antonio Cury
      2015-12-26T16:31:37  

      Só o fato de andar a cavalo e deslumbrar o lindo cenário já é melhor que muito jogo.

    recentes

    populares

    • Antonio Cury
      2015-12-26T16:31:37  

      Estória e explanação, só zé ruela usa esses termos.

  • RICARDO FERREIRA
    2015-12-26T18:14:08  

    Na minha opinião faltou Enduro e River Raid

    recentes

    populares

    • RICARDO FERREIRA
      2015-12-26T18:14:08  

      Sua opinião fede.

    recentes

    populares

    • RICARDO FERREIRA
      2015-12-26T18:14:08  

      Chora não que é feio kkkk

  • Bernardo Novais
    2015-12-27T09:57:44

    E o Dying Light?

  • Campeãodetudo
    2015-12-27T06:13:52

    pra quem ja virou o gta v e o san andreas vai concordar comigo...melhor jogo? o gta v melhor historia? o san andreas,a historia do v perto do san andreas passa vergonha cheia de reviravoltas mt show,to virando o watch dogs recomendo galera é um jogo inferior ao gta v claro mas a historia é de cinema...