Jogos de arcade

28/01/2016 17h19 - Atualizado em 30/01/2016 06h00

Lista reúne curiosidades e polêmicas do clássico Atari 2600

Felipe Vinha
por
Para o TechTudo

O Atari 2600 é um dos consoles mais populares de todos os tempos, incluindo no Brasil. Lançado nos anos 70, o videogame durou alguns anos e teve jogos extremamente viciantes, como Pac-Man, Enduro, BreakOut, Pitfall e River Raid. Conheça algumas de suas curiosidades, polêmicas e histórias por trás dessa verdadeira “lenda” dos games.

Melhores jogos de Atari 2600: Breakout, Pac-Man, Enduro e mais

Sucesso no Brasil

O sucesso do Atari no Brasil não foi por acaso. Ele foi o responsável pela criação da indústria de videogames no país, ao menos no início. Na década de 80, a importação de produtos eletrônicos era proibida por lei, por conta da chamada “reserva de mercado”, para valorizar a indústria nacional – e isso incluía videogames.

O Atari 2600 foi popular no Brasil (Foto: Reprodução/Atari Archives)O Atari 2600 foi popular no Brasil (Foto: Reprodução/Atari Archives)

É claro que isso não impediu que outros aparelhos chegassem ao Brasil, mas a fabricação de videogames deu um pontapé inicial importante no território nacional. Assim o Atari teve algumas versões fabricadas por aqui, incluindo o Top Game, um de seus clones mais famosos. Depois vieram outros, como o Supergame, da CCE e o Dismac, consolidando o sucesso brasileiro do Atari na década de 80.

Muitos cartuchos do Atari foram fabricados aqui (Foto: Reprodução/Antonio Borba)Muitos cartuchos do Atari foram fabricados aqui (Foto: Reprodução/Antonio Borba)

A fabricação de cartuchos nacionais também alavancou a popularidade nacional do console. Muitos dos jogos produzidos foram lançados por aqui com nomes traduzidos. Assim Pac-Man era conhecido como “Come-Come”, Mr. Postman virou “O Carteiro” e o Bobby Going Home virou “Bobby volta para casa”.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

O crash dos anos 80

O crash dos anos 80 é um importante fato na indústria mundial de videogames e o Atari teve um importante papel nele – mas não de forma positiva, infelizmente. Tanto que, no Japão, esse acontecimento é conhecido como “Atari shock”, graças à participação e até “culpa” que o videogame teve.

O crash dos videogames teve participação do Atari (Foto: Reprodução/Atari Archives)O crash dos videogames teve participação do Atari (Foto: Reprodução/Atari Archives)

Em tese, isso trouxe uma verdadeira recessão ao mercado de games, com produtos encalhados nas lojas e a perda de interesse geral do público, o que gerou congelamento nas vendas e prejuízo aos fabricantes no mundo todo. O Atari, claro, não foi o único culpado, já que outros consoles estavam disponíveis na mesma época. Porém, ele era o aparelho de maior sucesso em questão.

Graças à sua popularidade, muitas produtoras resolveram lançar jogos com pouca qualidade para o console, sem se preocupar se aquele produto iria realmente vender ou atrair fãs. O game “E.T.”, baseado no filme de Steven Spielberg, foi um dos grandes exemplos dessa situação, já que foi tão mal recebido que teve até mesmo que ser retirado das prateleiras. Assim, os jogos ofereciam uma demanda muito maior do que o público podia acompanhar, e uma demanda de qualidade duvidosa, o que gerou um “entupimento” no consumo e na circulação financeira da indústria.

A indústria foi salva com a chegada do NES (Foto: Reprodução/Videogame History)Atari: a indústria foi "salva" com a chegada do NES (Foto: Reprodução/Videogame History)

Com o tempo, o mercado de videogames caiu muito no meio dos anos 80, e ficou fadado ao fracasso por conta da concorrência com os computadores caseiros, que traziam uma qualidade maior e ainda outras utilidades. Isso desencadeou muitos fatos, e tudo só voltou ao normal por volta da segunda metade da década de 80 com a chegada do NES, da Nintendo, ao mercado com bons jogos e uma proposta inédita para a indústria.

Vários modelos

O Atari 2600 teve vários modelos, principalmente no Brasil, onde ele foi fabricado por mais de uma empresa, durante os anos 80. O modelo mais famoso dele, também no mundo, é o original da própria Atari, com acabamento de madeira e quatro interruptores que davam alguns comandos básicos no próprio console, como ligar ou desligar a cor do jogo.

O Atari Darth Vader (Foto: Reprodução/Atari Archives)O Atari "Darth Vader" (Foto: Reprodução/Atari Archives)

Pouca gente sabe, mas o Atari 2600 foi lançado inicialmente como VCS, ou Video Computer System, de forma separada do Atari 5200, um modelo que não chegou a ser tão popular por aqui. Anos mais tarde veio outro modelo popular do console, sem o acabamento em madeira e todo preto, que foi apelidado de “Darth Vader”, em referência ao vilão da série Star Wars.

Um só botão

Muito do que sabemos hoje em termos de controle de videogame devemos ao Atari. Seu controle era extremamente peculiar, já que possuía apenas um botão. Hoje em dia pode ser difícil pensar em jogar assim, graças a joysticks cada vez mais complexos que temos no Xbox One e PS4, por exemplo. Mas naquela época o “manete” do console funcionava muito bem.

Clássico joystick do Atari (Foto: Reprodução/Museum of Play)Clássico joystick do Atari (Foto: Reprodução/Museum of Play)

Além do botão, o controle era acompanhado de seu direcional, que ia apenas para quatro direções e era grande. Em vez de jogarmos com as duas mãos nas extremidades do controle, como fazemos hoje, para jogar no Atari era preciso segurá-lo com uma mão, enquanto a outra ficava por cima para controlar o manete.

Séries duradouras

Algumas das séries que conhecemos hoje nasceram no Atari, enquanto outras não foram necessariamente criadas lá, mas que fizeram enorme sucesso e estão por aí até nos consoles atuais, com novas versões.

Pac-Man: fama no Atari e está aí até hoje (Foto: Reprodução/8bit Arcade)Pac-Man: fama no Atari e está aí até hoje (Foto: Reprodução/8bit Arcade)

Games como Breakout (também conhecido como Arkanoid), Pac-Man, Yar’s Revenge, Pitfall, Asteroids, Dig Dug, Star Wars, Track & Field, Donkey Kong e Frogger estão por aí até hoje. Se não tiveram uma versão relançada no PS4, Xbox One ou Wii U, ao menos receberam edições nos últimos três consoles de cada geração. Devemos muito ao Atari neste sentido.

Legado musical

Hoje considerado “vintage”, o Atari deixou também um legado para a música. Muitas bandas utilizam efeitos sonoros de seus jogos em shows e músicas, principalmente DJs e grupos de música industrial e eletrônica.

Atari Teenage Riot: nome inspirado pela fabricante (Foto: Divulgação/ATR)Atari Teenage Riot: nome inspirado pela fabricante (Foto: Divulgação/ATR)


Há até mesmo grupos e bandas com nomes que lembram o antigo videogame e sua fabricante, como a The Ataris, banda de punk rock norte-americana, e o Atari Teenage Riot, grupo de música eletrônica formado na Alemanha. Este último, por exemplo, adotou este nome pois usava um computador da marca Atari para compôr melodias.

Qual é o videogame que marcou a sua vida? Venha nos contar no Fórum do TechTudo!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Paulo Silva
    2016-03-04T20:44:32

    O que dizer do atari? Fez parte de uma geração que hoje, fica só na saudade. Recordar é viver