Redes sociais

27/01/2016 08h30 - Atualizado em 27/01/2016 08h30

Lista tem 12 maneiras de proteger seu Facebook de ataques

João Kurtz
por
Para o TechTudo

O Facebook é a rede social mais usada do mundo e, por isso mesmo, é o alvo de várias tentativas diferentes de ataques, especialmente contra seus usuários, que precisam cuidar para que suas credenciais de acesso não sejam roubados. Ao longo dos anos, o site foi adicionando vários novos recursos para prevenir o mal uso de seu sistema, que incluem passos adicionais para o login e recursos extras de segurança como criptografia.

Descobrir a senha do Facebook é muito fácil; proteja-se de ataques

Se você é um usuário assíduo da plataforma, especialmente em computadores públicos, confira algumas dicas para evitar ser hackeado.

Saiba quem visualizou convite de evento no Facebook (Foto: Luciana Maline/TechTudo) (Foto: Saiba quem visualizou convite de evento no Facebook (Foto: Luciana Maline/TechTudo))Aprenda a se proteger de ataques no Facebook (Foto: Luciana Maline/TechTudo)


 1. Use senhas fortes

Evite usar senhas que sejam óbvias ou que possam ser adivinhadas facilmente. Lembre-se de que quanto mais único for o seu código, mais difícil é para que atacantes possam quebrá-la.

Da mesma forma, procure não usar a mesma senha para mais de um serviço. Caso um deles seja comprometido, sua conta no próprio Facebook pode ficar em risco caso as credenciais de acesso sejam fortes.

Para aprender como criar senhas fortes, consulte este tutorial.

2. Cadastre um número de telefone

Assim como muitas outras redes sociais, o Facebook permite que seus usuários associem um número de celular às suas contas. Isso facilita o processo de redefinição de senhas em casos extremos e permite receber notificações que ajudam a identificar se uma conta foi comprometida.

Rede social permite adicionar número de celular para aumentar segurança (Foto: Reprodução/Facebook)Rede social permite adicionar número de celular para aumentar segurança (Foto: Reprodução/Facebook)

3. Esconda seu e-mail

O endereço de e-mail é um dos meios de contato mais antigos da Internet, mas também é a forma mais comum de se credenciar a um serviço. Por isso, evite ter seu e-mail cadastrado como público no Facebook, uma vez que ele responde por metade das suas credenciais de acesso ao site. Se você precisar apagar ou editar seus endereços cadastrados na rede social, confira este tutorial.

E-mail pode ser usado para descobrir credenciais de usuários (Foto: Reprodução/Facebook)E-mail pode ser usado para descobrir credenciais de usuários (Foto: Reprodução/Facebook)

4. Ative as aprovações de login

O Facebook, como muitos serviços, possui um recurso de aprovação de login, também chamado de “Verificação em duas etapas”, que envia um código para o número do telefone cadastrado do usuário quando ele tenta acessar a plataforma de um navegador ou computador diferente do habitual.

Este recurso pode ser ativado nas configurações da rede social e dificulta o acesso de pessoas não-autorizadas, que precisariam do telefone do usuário para completar o processo.

Se você quiser ativar este recurso, veja este tutorial.

Alertas informam usuários de acessos estranhos a suas contas (Foto: Reprodução/Facebook)Alertas informam usuários de acessos estranhos a suas contas (Foto: Reprodução/Facebook)

5. Cuide com ataques de engenharia social

Este tipo de ataques envolvem páginas ou e-mails falsos que podem roubar dados pessoais imitando a página de acesso do Facebook ou fingindo ser alguém da equipe da rede social.

Uma das formas de evitar estes problemas é nunca repassar credenciais de acesso para pessoas desconhecidas e conhecer as práticas de contato do Facebook. A rede social, por exemplo, nunca pede para que seus usuários insiram ou troquem suas senhas em mensagens de e-mail ou qualquer site que esteja em um domínio que não seja o do próprio Facebook.

6. Desconecte sessões ativas anteriores

O Facebook possui um registro de todos os acessos de uma conta, que informam a data, navegador, local e dispositivo acessados. Os usuários têm acesso a estes dados e podem encerrar manualmente suas sessões.

Isto significa que é possível encerrar, à distância, qualquer conexão feita anteriormente. Alguém que tenha acessado a rede social em uma lan house e esqueceu de desconectar, por exemplo, pode fazê-lo a partir de outro dispositivo a qualquer momento.

Para aprender a desconectar sessões do Facebook, leia este tutorial.

Rede social mantém lista com conexões ativas de cada usuário (Foto: Reprodução/Facebook)Rede social mantém lista com conexões ativas de cada usuário (Foto: Reprodução/Facebook)

Qual é a sua rede social favorita? Comente no Fórum do TechTudo. 

7. Evite permanecer conectado

Uma opção fornecida pelo Facebook é a possibilidade de manter a conexão com a rede social mesmo que ela não esteja sendo usada. Isto pode ser conveniente por pular a etapa de login para alguém que usa muito a rede social, mas pode se transformar em transtornos se for habilitada em computadores públicos ou com muitos usuários. Felizmente, ela pode ser facilmente desabilitada desconectando e conectando novamente na plataforma.

Login permanente mantém dados armazenados no computador (Foto: Reprodução/Facebook)Login permanente mantém dados armazenados no computador (Foto: Reprodução/Facebook)

8. Preste atenção aos ataques de phishing

Ataques de phishing são semelhantes a golpes de engenharia social, mas costumam ser deflagrados em e-mails falsos, que redireciona o usuário para alguma página na Internet que deveria exibir algum conteúdo que o interesse.

Para isto, ela pede que a vítima insira dados pessoais de redes sociais ou outros serviços, inclusive imitando o layout e aparência da página original. A recomendação é que o usuário preste atenção na URL da página que pede estes dados e evite fornecê-los caso ache o site estranho.

9. Verifique a presença de keyloggers

Keyloggers são programas capazes de registrar todas as teclas digitadas por um usuário. Eles podem se espalhar como trojans pela Internet, relatando a atividade do usuário para criminosos. Outra variante é composta de partes de hardware que são instalados em computadores, geralmente públicos. Antes de inserir suas credenciais de acesso a um serviço, especialmente em Lan Houses, vale a pena conferir se existe algum periférico ou programa estranhos instalados. Para aprender como identificar e remover keyloggers do sistema, veja este tutorial.

10. Navegue em modo incógnito

Usar o Facebook deixa muitos rastros no computador em forma de cookies ou outros registros no navegador. Por isso, é recomendável usar o modo incógnito dos navegadores, já que eles evitam a manutenção de qualquer dado que possa ser usado para rastrear o usuário, ainda mais em dispositivos públicos. Para aprender a usar a navegação privada em seus navegadores, confira este tutorial.

Modo anônimo evita gravação de dados no computador (Foto: Reprodução/Facebook)Modo anônimo evita gravação de dados no computador (Foto: Reprodução/Facebook)

11. Use conexões seguras

O Facebook dá aos seus usuários a opção de se conectar à rede social usando apenas conexões seguras e criptografadas, o que é indicado pela URL sendo iniciada com o protocolo https.

Fazendo isto, você garante que os dados enviados de e para a rede social não possam ser lidos por outras pessoas, especialmente em computadores públicos. Para aprender a habilitar a navegação segura no Facebook, consulte este tutorial.

12. Use um aplicativo de antivírus

O Facebook é uma das redes sociais mais usadas no mundo e, por isso mesmo, é muito visada por criminosos. Por sorte, as empresas de proteção estão cientes deste perigo e lançaram aplicativos específicos para a plataforma, que podem ser adicionados aos perfis dos usuários. Algumas soluções disponíveis são Bitdefender SafegoEset Social Media Scanner e Norton Safe Web.

Via TechViral

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares