Jogos de ação

21/02/2016 07h00 - Atualizado em 21/02/2016 07h00

Conheça as curiosidades e polêmicas dos jogos da série BioShock

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

BioShock é uma das séries de tiro em primeira pessoa mais respeitadas dos últimos 10 anos. Com histórias intrincadas, escolhas morais polêmicas e cenários incríveis, os três jogos da franquia conquistaram muitos fãs desde o primeiro título, lançado em 2007. Conheça na lista a seguir as curiosidades e polêmicas, como inspirações dos jogos e teorias conspiratórias, que envolvem BioShock.

Confira o review completo de BioShock Infinite

BioShock no espaço

Caso tivesse ido ao espaço. BioShock teria ficado ainda mais parecido com System Shock (Foto: Reprodução/YouTube)Caso tivesse ido ao espaço. BioShock teria ficado ainda mais parecido com System Shock (Foto: Reprodução/YouTube)

O primeiro jogo da série passou por várias revisões antes de chegar ao que todos conhecemos.

Originalmente, BioShock se passaria em uma estação espacial abandonada. Depois de abandonar esta ideia, a equipe de desenvolvimento cogitou ambientar o game em uma ilha deserta e misteriosa, liderada por um culto. Na sequência, os desenvolvedores estudaram levar BioShock para o fundo do mar, como acabou acontecendo, mas em vez da cidade fictícia de Rapture, o jogo se passaria numa base nazista submarina em que experiências deram muito errado. Por fim, veio Rapture e o game finalmente foi desenvolvido na forma que conhecemos atualmente.

Caso fosse no espaço, BioShock teria ficado ainda mais parecido com System Shock 2, jogo histórico da Looking Glass Studios desenvolvido por alguns talentos que, anos depois, criariam BioShock.

Bandidos de verdade

Fotos de criminosos das décadas de 1940 e 1950 foram usadas na criação dos inimigos de BioShock (Foto: Divulgação/Irrational Games)Fotos de criminosos das décadas de 1940 e 1950 foram usadas na criação dos inimigos de BioShock (Foto: Divulgação/Irrational Games)

Uma curiosidade bastante interessante sobre os dois primeiros BioShock é que os inimigos a serem combatidos tiveram as faces modeladas a partir das fotos de criminosos das décadas de 1940 e 1950 em São Francisco, nos Estados Unidos.

30 ou 60 FPS?

Infinite permite que jogadores escolham a taxa de quadros por segundo que quiserem (Foto: Divulgação/Take Two)Infinite permite que jogadores escolham a taxa de quadros por segundo que quiserem (Foto: Divulgação/Take Two)

BioShock Infinite tem um recurso interessante, quase raro em consoles – permite que o usuário decida se quer jogar em 30 FPS, para uma qualidade gráfica superior, ou se prefere viver as aventuras de Booker DeWitt em 60 FPS, com a ação mais fluida na tela, mas sem tanta qualidade gráfica.

Inspirado por George Orwell

Histórias dos jogos foram inspiradas por distopias, como Revolução dos Bichos, de George Orwell (Foto: Divulgação/Take Two)Histórias dos jogos foram inspiradas por distopias, como "Revolução dos Bichos", de George Orwell (Foto: Divulgação/Take Two)

Quando questionados sobre a inspiração por trás da criação do game, os criadores de BioShock mencionam diversas histórias de distopias, mundos imaginários em que pessoas vivem em estado de opressão. Em especial, os desenvolvedores mencionam “Revolução dos Bichos”, de Orwell, como grande inspiração para a criação dos jogos.

Polêmica das Little Sisters

Em BioShock, jogador podia escolher entre preservar, ou eliminar, as Little Sister (Foto: Reprodução/YouTube)Em BioShock, jogador podia escolher entre preservar, ou eliminar, as Little Sister (Foto: Reprodução/YouTube)

Em BioShock, lançado em 2007, o jogador tem a opção de eliminar ou preservar a vida de crianças, as Little Sisters. No game, a escolha por um ou outro caminho impacta no final da história e é apresentada ao jogador como uma decisão moral.

Nada disso aliviou as críticas sofridas na época, já que fazer crianças de alvo, não importa o contexto, não é exatamente saudável.

BioShock em livro

Livro, lançado em 2011, conta a história do que acontece antes do primeiro jogo (Foto: Reprodução)Livro, lançado em 2011, conta a história do que acontece antes do primeiro jogo (Foto: Reprodução)

Em 2011, a série foi pano de fundo para um livro. A narra situações que explicam a história dos personagens do game antes das aventuras em Rapture começarem.

Além disso, depois do enorme sucesso do primeiro jogo, houve muitas notícias sobre a adaptação para o cinema, que acabou não acontecendo.

BioShock para PS Vita

Ken Levine esteve no palco, no lançamento do PS Vita, para anunciar um BioShock exclusivo do console portátil (Foto: Reprodução/YouTube)Ken Levine esteve no palco, no lançamento do PS Vita, para anunciar um BioShock exclusivo do console portátil (Foto: Reprodução/YouTube)

Outro projeto cancelado envolvendo a série foi o jogo para PS Vita. A Sony anunciou a ideia durante o lançamento do portátil e a promessa de Ken Levine, grande criador da série, era desenvolver um jogo exclusivo que fosse bastante diferente de tudo que os jogadores já estavam acostumados a esperar de Bioshock.

Infelizmente, pressões por prazos para entregar BioShock Infinite e desacertos entre Take Two Interactive e Sony sepultaram o projeto. Em 2014, Levine declarou que BioShock para PS Vita dificilmente sairá do papel, já que pouco trabalho foi feito em cima do título, abandonado desde 2012.

A conspiração do 451

Número 451 é recorrente para abrir portas em BioShock (Foto: Reprodução/YouTube)Número 451 é recorrente para abrir portas em BioShock (Foto: Reprodução/YouTube)

Há um curioso easter egg que liga jogos da série BioShock com System Shock, Deus Ex, The Novelist, Gone Home e outros. Todos contam com o número 451 como códigos para abrir portas, ou como indicação de salas em edifícios.

Nos jogos BioShock, o número é sempre usado para abrir o primeiro cadeado que o jogador encontra. No primeiro jogo, o código é 0451. Em BioShock 2, o código é 1540 (451 ao contrário) e, por fim, em Infinite, o número 451 abre o primeiro cadeado do jogo.

O easter egg fica ainda mais elaborado quando percebe-se que a presença do número faz alusão ao livro Fahrenheit 451, de Ray Bradbury, romance de ficção científica ambientado numa realidade distópica – assim como BioShock.

Outro detalhe é que todos os jogos que apresentam o easter egg contam com equipes com membros do antigo estúdio Looking Glass. A empresa foi famosa nos anos 1990 por produzir jogos inovadores.

Elizabeth da vida real

Modelo russa impressionou os criadores do game e acabou contratada (Foto: Divulgação/Anna Moleva)Modelo russa impressionou os criadores do game e acabou contratada (Foto: Divulgação/Anna Moleva)

Anna Moleva é uma cosplayer russa que se encantou por Elizabeth, personagem de BioShock Infinite. O cosplay que fez da personagem foi tão impressionante que a Irrational Games a elegeu como a “Elizabeth da vida real”. O rosto de Anna foi usada para a produção de material promocional do jogo, como cartazes e imagens de divulgação.

O Big Daddy anônimo de BioShock 2

Jogador controla um Big Daddy anônimo em BioShock 2. No primeiro jogo da série, os Big Daddys eram os principais inimigos (Foto: Divulgação/Take Two)Jogador controla um Big Daddy anônimo em BioShock 2. No primeiro jogo da série, os Big Daddys eram os principais inimigos (Foto: Divulgação/Take Two)

No segundo jogo da série, os jogadores controlam o Big Daddy renegado. Este personagem é um anônimo, ao contrário dos protagonistas dos outros jogos.

Segundo os desenvolvedores, a decisão foi tomada para que os jogadores se sentissem mais confortáveis em assumir a personalidade do personagem, e não simplesmente aceitar as características mais definidas de alguém com nome já definido.

Ainda vale a pena comprar um PS3 ou Xbox 360? Comente no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Caio Ferreira
    2016-02-23T08:57:12

    Jogo fraquíssimo, nem aguentei zerar de tão chato e mal feito pra PC, sem contar que nem chega aos pés do System Shock 2

  • Xilomeno
    2016-02-21T13:10:12

    Tenho os 3 e meu preferido foi o 2. Uma pena nao todar no ps4, pois meu ps3 queimou! (Ylod)

  • Thiago Mesquita
    2016-02-21T11:57:08

    Uma das melhores franquias da história, e Infinite é simplesmente um dos 3 melhores jogos já feitos!

  • Samuel Aubin
    2016-02-21T11:46:45

    Melhor franquia

  • Renato Ferreira
    2016-02-21T11:22:15

    Melhor jogo da História.