Computadores

28/03/2016 07h00 - Atualizado em 28/03/2016 07h00

Gabinetes gamers mid ou full tower? Veja qual escolher

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Na hora de montar um computador, o consumidor pode preferir gabinetes de formatos diferentes: há os mid tower, menores, e os full tower, maiores e normalmente associados com computadores mais poderosos.

Gabinete gamer barato: confira lista com modelos até R$ 300

Abaixo, você fica por dentro das diferenças entre as duas opções e conhece as consequências provocadas pelo uso de um ou outro gabinete no seu sistema. Assim, você fica mais informado para adquirir o gabinete mais adequado às suas necessidades.

Mid ou full tower são nomenclaturas que servem para classificar dois formatos diferentes de gabinete, cuja grande diferença está na altura. Em uma tradução livre do inglês, o tipo mid tower pode ser compreendido como “torre média” e se refere a gabinetes de orientação vertical, que não são tão altos quanto os full tower, ou “torres completas”.

Entenda quais são as diferenças entre gabinetes do tipo mid e full tower (Foto: Divulgação/Cooler Master)Entenda quais são as diferenças entre gabinetes do tipo mid e full tower (Foto: Divulgação/Cooler Master)

A diferença de tamanho acaba tendo impacto em dois aspectos: o mais evidente deles é que o gabinete tipo mid tower conta com menor quantidade de espaço interno, o que significa que pode existir uma quantidade menor de baias para disco rígido, além de espaço mais restrito de circulação de ar e fixação de cabos.

Nos full tower, claro, nada disso ocorre. Há mais espaço para tudo, alguns gabinetes chegam a oferecer seis baias para discos de armazenamento e questões como fixação de cabos, uso de hardware top de linha e circulação de ar não são um problema.

Tipo mid tower oferece menor quantidade de espaço interno, algo que pode limitar as opções de montagem do PC (Foto: Divulgação/ThermalTake)Tipo mid tower oferece menor quantidade de espaço interno, algo que pode limitar as opções de montagem do PC (Foto: Divulgação/ThermalTake)

Nos mid tower, em casos extremos, coolers para processador de maior potência e placas de vídeo grandes podem não caber no gabinete – dependendo, principalmente, das dimensões e design interno, algo que pode variar radicalmente de fabricante para fabricante.

Outro aspecto é que gabinetes mid tower podem representar desafios maiores em relação à refrigeração, ao menos no caso de gamers. O aspecto mais “espremido” do gabinete pode comprometer a ventilação, impedindo que o computador troque calor com o ambiente de forma eficiente. Calor demais pode provocar maior consumo de energia e, em situações bem graves, travamentos e instabilidade no sistema.

Isso não significa que esse tipo de gabinete é desaconselhado para computadores com hardware poderoso, mas, apenas que a instalação precisa considerar as restrições de espaço para garantir uma boa refrigeração.

Mid tower: vantagens

Ponto forte dos mid tower é o aspecto mais compacto que torna possível usar o computador em lugares com menos espaço (Foto: Divulgação/ThermalTake)Ponto forte dos mid tower é o aspecto mais compacto que torna possível usar o computador em lugares com menos espaço (Foto: Divulgação/ThermalTake)

A grande vantagem do mid tower é o tamanho mais compacto, adequado para quem não tem muito espaço para instalar um computador grandão.

As dimensões menos ostensivas tornam computadores com gabinetes mid tower mais versáteis, já que muitos desses modelos trazem alças para transporte e podem ser adaptados na sala para funcionarem como centrais multimídia para toda a família.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Full tower: vantagens

Mais generoso no espaço interno, padrão full tower é mais indicado para computadores com múltiplas placas de vídeo e sistemas de refrigeração ativa (Foto: Divulgação/Cooler Master)Mais generoso no espaço interno, padrão full tower é mais indicado para computadores com múltiplas placas de vídeo e sistemas de refrigeração ativa (Foto: Divulgação/Cooler Master)

O ponto que faz do full tower uma opção interessante é a garantia de bastante espaço interno. Há uma quantidade maior de baias para discos de armazenamento, por exemplo, não falta espaço para o ar circular e mesmo instalações mais ambiciosas, com múltiplas placas de vídeo e fontes de energia poderosas, não sofrem com o aperto.

Quem pretende investir pesado em um computador e usar um sistema de refrigeração líquido, por exemplo, tende a considerar versões full tower, já que a maior quantidade de espaço facilita a instalação dos difusores de calor e tubos associados com esses sistemas de refrigeração.

Qual melhor Gabinete Gamer até R$ 600? Comente no Fórum do TechTudo.

Atenção nas dimensões

Um ponto que é decisivo nas comparações entre gabinetes de tamanhos diferentes é conhecer exatamente as suas medidas, ou o padrão com que ele é compatível.

Se a placa mãe e a fonte de energia a serem utilizadas são no padrão ATX, o gabinete obrigatoriamente precisa abrigar esses componentes, independente de ser mid ou full tower.

Montar um PC gamer é uma tarefa que custa caro. Então, é importante ficar atento à compra de componentes e tentar economizar o máximo possível. Para evitar poupar no hardware, como memória e processador, a dica é gastar menos no gabinete, que pode ser mais modesto se você não tiver um orçamento grande.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Fernando Silva
    2016-03-29T12:15:09

    Não entendi o porquê de "até 6 baias". Muitos gabinetes possuem mais espaço do que isso.