Gerenciadores

25/03/2016 07h00 - Atualizado em 25/03/2016 07h00

Sete players de música grátis no Windows 10

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

No Windows 10, versão mais recente do sistema operacional da Microsoft, há várias opções de reprodutores de música para curtir. Entre os apps estão o MediaMonkey, iTunes e Foobar2000. São aplicativos que permitem modificações, suportam plug-ins e oferecem recursos avançados para satisfazer os desejos dos usuários. Além deles, existem outras cinco alternativas para você conhecer.

Como desativar touch screen no Windows 10

Na lista a seguir, veja sete alternativas gratuitas de reprodutores de música para rodar no Windows 10.

Windows 10 (Foto: Divulgação/Microsoft)Windows 10 tem vários players de música grátis na loja de aplicativos; baixe (Foto: Divulgação/Microsoft)

1. MusicBee

Gratuito, em português e possui menos de 50 MB quando instalado. O MusicBee possui recursos e permite que usuários com bibliotecas amplas tenham poderosas ferramentas de organização. O player conta com ferramentas de listas de reprodução inteligente, que se atualizam sozinhas, suporta plug-ins, sincronização com dispositivos móveis, permite edição das tags dos arquivos, sincronização com Last.fm e oferece conversão de formatos menos difundidos – como flac e wma – para versão mp3. 

MusicBee tem suporte a temas, plug-ins e uma série de recursos avançados (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)MusicBee tem suporte a temas, plug-ins e uma série de recursos avançados (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Outro ponto forte do MusicBee é a personalização: há temas disponíveis para o reprodutor de músicas grátis para desktop e, nas configurações do programa, o usuário pode mexer na posição de todos os elementos, remover o que não deseja e redefinir o tamanho de cada um deles no layout.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

2. MediaMonkey

Gratuito, em português e com 54 MB, é similar ao MusicBee, inclusive na organização da interface e nas opções, o MediaMonkey é um reprodutor completo e se destaca entre as alternativas gratuitas.

Entre os recursos oferecidos, o aplicativo permite que o usuário "ripe CDs", grave discos e sincronize com Android ou e aparelhos iOS diferentes. Há versão Android que facilita o movimento de arquivos de áudio entre uma e outra biblioteca e é possível instalar a versão portable em pendrive ou HD externo.

Assim como o MusicBee, MediaMonkey conta com recursos avançados e interface bastante personalizável (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)Assim como o MusicBee, MediaMonkey conta com recursos avançados e interface bastante personalizável (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

O MediaMonkey possui uma versão paga, que custa US$ 25, além da gratuita. Ambas são recheadas de recursos de forma que pagar pela versão Gold não é uma necessidade em caso de iniciantes.

3. AIMP

Gratuito, em português e com 33 MB, sua interface é mais simples do que as opções anteriores, o AIMP esconde recursos interessantes. Entre eles, o equalizador com efeitos sonoros embutidos. Na prática, isso significa que pode aplicar alguns efeitos em suas músicas preferidas. Outro recurso é a ferramenta que remove a voz da trilha, permitindo que você cante músicas sem a voz do artista.

AIMP3 aparenta simplicidade, mas esconde recursos interessantes que fazem do usuário um DJ (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)AIMP3 aparenta simplicidade, mas esconde recursos interessantes que fazem do usuário um DJ (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

É possível sincronizar o AIMP com o Last.FM e também há suporte a plug-ins (aimp.ru/catalog) e temas personalizados para deixar o aplicativo com a sua cara. Assim como o MediaMonkey, o AIMP permite a instalação de um portable em pendrives e HDs externos.

Qual é o melhor Windows de todos os tempos? Comente no Fórum do TechTudo.

4. iTunes

Gratuito, em português e 120 MB, com menos recursos do que algumas das alternativas da lista, o iTunes é uma opção interessante por oferecer integração com o ecossistema de produtos e serviços da Apple. Ideal para quem tem dispositivos iOS, além de contar com o suporte técnico da empresa.

iTunes é o companheiro ideal de quem precisa sincronizar dispositivos iOS com o PC (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)iTunes é o companheiro ideal de quem precisa sincronizar dispositivos iOS com o PC (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Fácil de usar, o iTunes conta com diversas funções de organização da biblioteca de áudio que devem cobrir as necessidades de usuários avançados. Mas o aplicativo não permite customização da interface gráfica e é um reprodutor famoso por ser mais pesado para o sistema operacional.

5. Foobar2000

Gratuito e em português, o FooBar2000 permite a instalação de plug-ins, interface personalizável e oferece suporte a vários formatos de áudio e música, além da possibilidade de gerar arquivos a partir de CDs. Outro ponto positivo desse reprodutor é que o player exige pouco do computador.

Foobar2000 está entre os reprodutores gratuitos mais interessantes para Windows (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)Foobar2000 está entre os reprodutores gratuitos mais interessantes para Windows (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)


O player doFoobar2000 requer apenas 10 MB, mesmo na instalação completa, no Windows 10.

6. Tomahawk

Gratuito, em português e com 115 MB, o Tomahawk é um ótimo player para quem usa serviços e redes sociais. Suporta plug-ins (tomahawk-player.org) para integração com plataformas como Spotify e Last.FM. Com complementos, passa a ser capaz de identificar as suas listas nesses serviços. Além de versão para Windows, também está disponível para Android, Linux e Mac OS.

Tomahawk aposta firme na integração com a Internet (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)Tomahawk aposta firme na integração com a Internet (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Um recurso bacana é a possibilidade de navegar em páginas com informações sobre artistas, que apresentam recomendações de músicas, além de recomendações de artistas semelhantes.

7. Clementine

Em português, gratuito e com 19 MB, o Clementine é um projeto que surgiu a partir do Amarok, player conhecido entre os usuários do Linux. Completo, têm a possibilidade de sincronizar mídia armazenada em serviços de nuvem online como o Dropbox e o Google Drive.

Clementine é uma alternativa mais simples, com origem no Amarok (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)Clementine é uma alternativa mais simples, com origem no Amarok (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Há também a possibilidade de sincronizar o aplicativo com serviços de streaming de música, edição de tags dos arquivos de áudio e configuração de um smartphone com Android para  controle remoto.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Mauro Sókrates
    2016-04-25T03:09:05

    Faltou o clássico dos clássicos: Winamp!