Jogos de ação

03/06/2016 06h00 - Atualizado em 03/06/2016 11h02

De Dead Island 2 a Epidemic, conheça os games da série de zumbis

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

Dead Island é uma das mais populares séries de zumbi atualmente, apesar de todas as polêmicas que dividem os fãs desde seu primeiro game. A franquia criada pela Techland já se aventurou por ilhas paradisíacas e também por pântanos e esgotos com títulos como Dead Island: Riptide, Dead Island: Epidemic e Escape from Dead Island. Confira todos os jogos da série:

Dead Island no PS4 fica super-realista em relação ao PS3; veja o vídeo

Dead Island 2 (PS4, Xbox One, PC)

O mais novo game em desenvolvimento da série Dead Island ainda possui poucas informações. O jogo foi anunciado com um trailer divertido ao som de "The Bomb" de Pigeon John e chegou a exibir um gameplay há 2 anos, mas desde então a produção desapareceu e não houveram novidades.

Dead Island 2 prometia um apocalipse zumbi mais descontraído, porém sua produção anda incerta (Foto: Reprodução/Attack of the Fanboy)Dead Island 2 prometia um apocalipse zumbi mais descontraído, porém sua produção anda incerta (Foto: Reprodução/Attack of the Fanboy)

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

A primeira surpresa foi que o jogo não seria desenvolvido pela Techland, a criadora da série, mas pela Yager Development, conhecia por Spec Ops: The Line. Depois, o título trocou de mãos e foi para a Sumo Digital, responsável por Sonic & All-Stars Racing Transformed. Recentemente, a página do jogo foi removida da loja digital Steam, o que iniciou rumores sobre seu cancelamento.

Dead Island (2011 – PS3, Xbox 360, PC)

O título que deu início à série até hoje divide jogadores sobre sua qualidade, talvez por discrepâncias entre como ele foi anunciado e o resultado final. Dead Island chamou atenção graças a um trailer sobre uma família em meio a um apocalipse zumbi, o que indicaria uma história profunda de uma produtora polonesa até então desconhecida, a Techland.

O primeiro Dead Island dividiu jogadores mas firmou-se como uma franquia de peso (Foto: Reprodução/Cinema Blend)O primeiro Dead Island dividiu jogadores mas firmou-se como uma franquia de peso (Foto: Reprodução/Cinema Blend)

No entanto, quando o jogo foi lançado, ele era um misto de ação, RPG e focado no modo multiplayer online que abordava a história de forma superficial. Muitos jogadores apaixonaram-se por essa versão de Dead Island, mas outros não se conformaram por não encontrarem o que o trailer inicial prometia.

Dead Island: Riptide (2013 – PS3, Xbox 360, PC)

Para os jogadores que gostaram do primeiro game, a produtora Techland preparou uma sequência "mais do mesmo" com Dead Island: Riptide. O jogo funciona quase como uma expansão do primeiro título, com a mesma jogabilidade, mas em uma nova ilha. A novidade ficou por conta das missões de defesa, nas quais era preciso fortalecer sua base contra ataques de zumbis atraídos pelo som de máquinas que bombeavam água.

Em Dead Island: Riptide criar barricadas para defender sua base é essencial (Foto: Reprodução/Forbes)Em Dead Island: Riptide criar barricadas para defender sua base é essencial (Foto: Reprodução/Forbes)

Dead Island: Definitive Collection (2016 – PS4, Xbox One, PC)

O mais recente título lançado, a coletânea Definitive Collection traz os dois primeiros games, Dead Island e Dead Island: Riptide, remasterizados para a nova geração com gráficos melhorados e alguns extras. Como um bônus, os jogadores que adquirem a coletânea recebem, também, um minigame chamado Dead Island Retro Revenge, sobre o qual falaremos abaixo.


Dead Island Retro Revenge (2016 – PS4, Xbox One, PC)

Diferentemente do tom pesado dos outros jogos, este simpático minigame tem um ar cômico e nos apresenta Max, um sujeito que só quer resgatar seu gato em meio ao apocalipse zumbi. A jogabilidade é como a de um "runner" para smartphones, na qual o personagem corre automaticamente para frente e cabe ao usuário bater nos zumbis pelo caminho. Tudo isso com um visual remanescente de games do Super Nintendo.

Dead Island Retro Revenge traz uma aventura mais cômica com gráficos de Super Nintendo (Foto: Reprodução/Dread Central)Dead Island Retro Revenge traz uma aventura mais cômica com gráficos de Super Nintendo (Foto: Reprodução/Dread Central)

Escape Dead Island (2014 – PS3, Xbox 360, PC)

Este foi o primeiro "spin-off" da série Dead Island e também o primeiro título a não ser desenvolvido pela Techland e sim pela sueca Fatshark. Com visual de desenho animado, cheio de cores e ação em terceira pessoa, o jogo trazia um novo personagem, o repórter Cliff Calo, que desejava mostrar a verdade sobre o vírus zumbi para o resto do mundo.

Apesar de algumas ideias interessantes, Escape Dead Island se mostrou um péssimo jogo (Foto: Reprodução/GameSpot)Apesar de algumas ideias interessantes, Escape Dead Island se mostrou um péssimo jogo (Foto: Reprodução/GameSpot)

O jogo prometia um divertido e descompromissado game no mesmo universo da série. Porém, Escape Dead Island sofria de problemas terríveis, tanto técnicos quanto de design. Logo no começo da aventura, Cliff batia a cabeça e começava a ter alucinações, as quais faziam o usuário revisitar os mesmos lugares várias vezes. Para piorar, há tantos bugs que alguns trechos são quase impossíveis de serem completados.

Dead Island: Epidemic (2014 – PC)

Outro "spin-off" da franquia, Dead Island: Epidemic foi uma tentativa de adaptar a série para o popular gênero MOBA como League of Legends e DotA 2. O jogo chegou a ser lançado no "Acesso Antecipado" da loja digital Steam e depois entrou em uma fase beta para o público, mas não fez muito sucesso e foi encerrado em 2015.

Dead Island: Epidemic foi outro game da série que não deu muito certo e acabou cancelado (Foto: Reprodução/GameSpot)Dead Island: Epidemic foi outro game da série que não deu muito certo e acabou cancelado (Foto: Reprodução/GameSpot)

Dying Light (2015 – PS4, Xbox One, PC)

Tecnicamente, Dying Light não faz parte da franquia Dead Island, mas a série é da mesma criadora, a Techland, e reaproveita vários elementos, inclusive o tema de zumbis. Quando o desenvolvimento de Dead Island 2 foi dado a outro estúdio, a Techland se uniu à Warner para criar uma nova franquia nos mesmos moldes.

Dying Light usa a mesma base de Dead Island porém evoluiu em várias direções (Foto: Reprodução/Escapist Magazine)Dying Light usa a mesma base de Dead Island porém evoluiu em várias direções (Foto: Reprodução/Escapist Magazine)

Jogadores de Dead Island rapidamente se sentiram em casa com Dying Light pois os menus são exatamente os mesmos, o sistema de itens, armas e até a jogabilidade eram uma evolução do original. Porém, Dying Light introduziu, também, conceitos próprios como movimentos de parkour e uma nova história, longe de ilhas paradisíacas.

Quais os melhores jogos de zumbis? Comente no Fórum do TechTudo!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Junior Guimarães
    2016-06-03T11:41:09  

    Dead Island é um jogo um pouco BIZARRO, mas é TOP, e que as vezes está BARATINHO, um dia será ÉPICO. Sem zueira agora, puts faltou muito jogo bom de zumbi exemplo um dos mais famosos RESIDENTE EVIL. Matéria mal feita.

    recentes

    populares

    • Junior Guimarães
      2016-06-03T11:41:09  

      state of decay, esse sim é um ótimo jogo de zumbi. Apesar dos varios bugs

    recentes

    populares

    • Junior Guimarães
      2016-06-03T11:41:09  

      muito bom mesmo, dá mais aquela sensação de estar em um apocalipse zumbi, o que nao acho muito "real" aqueles olhinhos vermelhos deles,... kkkkk. o ZOMBI, que veio do WiiU tbm é muito bom.

  • Andre Rizzo
    2016-06-03T15:59:28

    SE É DE ZUMBI, A IDÉIA É SER BIZZARRO, SE NÃO NÃO TERIA ZUMBIS, E NÃO VENDERIA. O POVO QUER COISAS BIZARRAS MESMO. rsrsrs... Sem ser de zumbi, mas com outras criaturas, esse DOOM novo, esse tá bizarro, bastante heavy metal, matança, carnificina, aquela chacina toda... é divertido em um jogo. mas não necessariamente tem q ser bizarro pra ser bom, só se for de zumbis, aí já é exigencia né.

  • Victor Santos
    2016-06-03T12:04:52

    Dying light muito top um dos melhores do ano !

  • Junior Guimarães
    2016-06-03T11:49:12

    Jogos TOP, um pouco BIZARROS, um dia serão ÉPICOS, e até lá eles ficam BARATINHOS. Cade o RESIDENT EVIL?