Placas

19/10/2016 06h00 - Atualizado em 19/10/2016 06h00

Saiba quais são as melhores placas de captura externa Full HD no Brasil

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Placas de captura externa estão entre os acessórios de preço relativamente baixo para jogadores. Esses dispositivos costumam ser necessários, por exemplo, para um gamer com canal no YouTube ou para quem deseja capturar vídeos de outras fontes. Há diversos tipos de placas, das mais baratas às mais caras. Os modelos mais simples têm captura via USB, mas desempenho e imagem com qualidade modesta. 

Placa-mãe da Gigabyte é boa? Conheça modelos disponíveis no Brasil

Enquanto isso, os aparelhos de preço maior prometem alta potência. Para ajudar você a decidir qual placa vale a pena comprar, o TechTudo preparou uma lista com cinco modelos de placas de captura do tipo externo com qualidade Full HD à venda no Brasil. 

MyGica HD Cap X – R$ 650

Placa da MyGica tem ótimo custo-benefício para quem não faz questão de ao vivo e de 60 quadros por segundo (Foto: Divulgação/MyGica)Placa da MyGica tem ótimo custo-benefício para quem não faz questão de ao vivo e de 60 quadros por segundo (Foto: Divulgação/MyGica)

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Pontos fortes: custo-benefício e captura sem precisar de PC

A placa da MyGica está entre os melhores custo-benefício do mercado atual. Mais acessível do que produtos de fabricantes famosos, a HD Cap X dá ao usuário a chance de capturar vídeos em Full HD a 30 quadros por segundo via HDMI como resolução máxima. A placa manda sinal para a o computador via USB, mas também pode ser usada sem PC. Com isso, o conteúdo pode ser salvo em um cartão de memória ou em HD externo, tornando a MyGica HD Cap X bem portátil.

A placa da MyGica também é versátil. Além de aceitar entrada via HDMI, permite captura de imagem gerada em aparelhos mais antigos, que usem saídas de vídeo componente. Isso a torna ideal para quem tem em mente capturar vídeo de videogames antigos, por exemplo, ou do PlayStation 3, que restringe a captura via HDMI. Quem deseja realizar streaming ao vivo, contudo, não deve considerar MyGica, pois a interface USB 2.0 da placa a torna lenta demais para isso, criando problemas de delay.

AverMedia Live Gamer Portable Lite – a partir de R$ 900

Versão Lite da placa portátil da AverMedia não conta com o recurso de gravação direto no cartão SD (Foto: Divulgação/AverMedia)Versão Lite da placa portátil da AverMedia não conta com o recurso de gravação direto no cartão SD (Foto: Divulgação/AverMedia)

Pontos fortes: portabilidade e suporte AverMedia

A placa portátil da AverMedia é uma das preferidas por quem procura um dispositivo fácil de transportar e bastante versátil. Assim como a MyGica HD Cap X, ela permite captura de vídeo na resolução/taxa máxima de 1920 x 1080/30 quadros por segundo. Interessados nessa série Portable da AverMedia precisam ter atenção na hora de comprar. Há duas versões: a Live Gamer Portable Lite e a Live Gamer Portable. A única diferença significativa entre elas é que a Lite não tem slot para cartão de memória. Nesse sentido, o uso da Lite exige um computador, ao contrário da outra versão, que salva vídeos no cartão SD.

Assim como a MyGica, essa placa usa interface USB 2.0, o que a torna pouco recomendada para streaming ao vivo. No entanto, se a ideia é apenas capturar vídeo, a Live Game Portable, em qualquer uma de suas versões, é uma boa placa Full HD, já que dá acesso aos aplicativos de gerenciamento e edição de vídeo de nível profissional da AverMedia. Um detalhe que é importante considerar é que, ao contrário da MyGica, essa placa não tem entradas para vídeo componente.

Elgato HD 60 – R$ 1.000 a R$ 1.600

Placa da Elgato é muito compacta, mas restrita a dispositivos HDMI (Foto: Divulgação/Elgato)Placa da Elgato é muito compacta, mas restrita a dispositivos HDMI (Foto: Divulgação/Elgato)

Pontos fortes: vídeo a 60 quadros por segundo e desempenho elogiado

A Elgato é uma das marcas mais conhecidas no mercado de placas de captura. A HD 60 é a placa externa da fabricante que permite captura de vídeo em Full HD a 60 quadros por segundo, ao contrário das opções apresentadas até então, todas limitadas a 30 quadros. Na prática, isso é ideal para quem pretende usar os vídeos em canais no YouTube, já que os 60 FPS garantem maior qualidade de imagem na hora de criar.

Qual GPU é melhor para jogos atuais? Comente no Fórum do TechTudo. 

Apesar disso, há restrições na placa. Para começar, o componente precisa de um PC para funcionar, ao contrário das opções anteriores. Além disso, ela não tem entradas de vídeo para componente, limitando seu uso a equipamentos com HDMI. Por fim, a interface USB 2.0 deixa o aparelho lento demais para transmissão ao vivo. Assim como no caso da Live Gamer Portable da AverMedia, há outra versão dessa placa: a HD 60 S conta com USB 3.0, resolvendo o problema de delay na hora do ao vivo. Isso, porém, traz o custo de R$ 1.400.

AverMedia Extremecap U3 – R$ 1.100

Sem saída HDMI, placa exige que usuário veja o conteúdo a ser gravado ou transmitido via pré-visualização no software de captura (Foto: Divulgação/AverMedia)Sem saída HDMI, placa exige que usuário veja o conteúdo a ser gravado ou transmitido via pré-visualização no software de captura (Foto: Divulgação/AverMedia)

Pontos fortes: USB 3.0, Full HD a 60 quadros e suporte a componente

Com USB 3.0 e entradas para áudio, a placa da AverMedia é uma ótima opção para quem deseja fazer streaming, já que pode dar saída de vídeo sem delay com os comentários do jogador. Em relação à performance de captura, a placa oferece suporte a diversas faixas de resoluções, com limite no Full HD a 60 quadros.

Em termos de usabilidade, a Extremecap da AverMedia tem um detalhe que pode desagradar quem deseja transmitir e capturar. Afinal, a placa não conta com saída HDMI, transmitindo o material capturado para o PC, o que significa que, para usá-la, o usuário precisa se acostumar com a ideia de visualizar o conteúdo na tela de visualização do software de captura, e não pela TV ou monitor.

Razer Ripsaw – R$ 1.170

Placa da Razer é interessante porque tem tudo que o usuário precisa para capturar e transmitir em Full HD (Foto: Divulgação/Razer)Placa da Razer é interessante porque tem tudo que o usuário precisa para capturar e transmitir em Full HD (Foto: Divulgação/Razer)

Pontos fortes: Full HD a 60 quadros e recursos extras

A Ripsaw é a primeira placa de captura da Razer e se destaca por aliar portabilidade, desempenho e recursos. Capaz de registrar vídeos a 60 quadros e em Full HD, a placa conta com interface UBS 3.0 e oferece entradas para vídeo componente e para fonte de áudio externo. Essas características fazem dessa uma ótima opção para quem quer fazer streaming ao vivo.

Um detalhe curioso sobre a Ripsaw é que ela tem exatamente a mesma placa presente na AverMedia LGX, com a vantagem de ser mais barata no Brasil, com a placa da AverMedia saindo por preços na casa dos R$ 1.400. Nesse sentido, como as duas são iguais, o consumidor pode comprar a mais em conta sem medo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares