Jogos de luta

17/02/2017 06h00 - Atualizado em 17/02/2017 10h39

Mortal Kombat, GTA e mais: confira os 10 jogos mais violentos do mundo

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

Seja Mortal Kombat, Wolfenstein 3D ou até GTA, a violência nos games se tornou assunto de grande destaque para as produtoras, tanto por parte dos jogadores quanto dos pais preocupados com a exposição desse conteúdo para seus filhos. Conheça, nesta lista abaixo, os dez jogos mais violentos e polêmicos de todos os tempos.

Confira nosso review completo de Resident Evil 7

Mortal Kombat (1992 – Arcade, SNES, GEN, PC)

O Mortal Kombat original desenvolvido pela Midway Games chocou na época por trazer sangue e “Fatalities”. As finalizações, que envolviam arrancar cabeças, iniciaram um debate sobre a classificação etária nos videogames, e levou à criação da ESRB, responsável por analisar os jogos e determinar a idade adequada.

Mortal Kombat foi um dos jogos mais violentos em sua época apesar de brando para os dias de hoje (Foto: Reprodução/GotGame)Mortal Kombat foi um dos jogos mais violentos em sua época apesar de brando para os dias de hoje (Foto: Reprodução/GotGame)

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Para os padrões atuais, Mortal Kombat não é mais tão violento, mas a série continuou a receber novos capítulos e, hoje, games como o reboot Mortal Kombat (9) e Mortal Kombat X apresentam "Fatalities" extremamente fortes, além dos golpes com visão de raio-x. Os inimigos podem ter seus intestinos removidos pela boca ou seus ossos esmigalhados entre rounds.

Wolfenstein 3D (1992 – PC, SNES)

Criado pela ID Software, Wolfenstein 3D foi o precursor de Doom no gênero FPS. Por ser um dos primeiros games de tiro em primeira pessoa, havia muita preocupação que a violência fosse mais impactante, algo que viria a afetar Doom mais tarde. Wolfenstein não choca nos tempos atuais com seus nazistas de 16 Bits atingidos por tiros e com corpos no chão, mas houve um tempo em que este foi o ápice da violência nos games.

Wolfenstein 3D foi o precursor de Doom e lidou com polêmica pela violência em primeira pessoa (Foto: Reprodução/Steam)Wolfenstein 3D foi o precursor de Doom e lidou com polêmica pela violência em primeira pessoa (Foto: Reprodução/Steam)

Carmageddon (1997 – PC)

Um dos games mais polêmicos de sua época, Carmageddon era um jogo de corrida e combate veicular que sacudiu o mercado com sua violência gratuita a qual atropelar pedestres garantia pontos. O jogo chegou a ter sua comercialização proibida em vários países, entre eles o Brasil, e em outros apenas foi lançado após alterações, como transformar os pedestres em zumbis.

Carmageddon foi um dos jogos mais proibidos ao redor do mundo devido a sua violência (Foto: Reprodução/Old PC Gaming)Carmageddon foi um dos jogos mais proibidos ao redor do mundo devido a sua violência (Foto: Reprodução/Old PC Gaming)

Grand Theft Auto 3 (2001 – PS2, XB, PC)

GTA 3 foi uma revolução no mundo dos jogos com seu grande mundo aberto, mas sua violência também chamou atenção. O primeiro GTA já havia levantado questões sobre o conteúdo do game, mas o salto para o 3D fez com que novas preocupações, agora mais severas, fossem lançadas contra a série.

GTA 3 lidou com mais polêmica que os outros GTAs por sua violência em 3D ser considerada mais explícita (Foto: Reprodução/WikiHow)GTA 3 lidou com mais polêmica que os outros GTAs por sua violência em 3D ser considerada mais explícita (Foto: Reprodução/WikiHow)

Manhunt 2 (2007 – Wii, PS2, PSP, PC)

O primeiro Manhunt ficou conhecido pela violência em uma espécie de Reality Show de matança, mas sua sequência conseguiu se envolver em ainda mais polêmicas. No papel de um criminoso insano com amnésia, os jogadores se viam presos em um sanatório após uma falha geral libertar todos os prisioneiros do local e iniciar uma caçada humana entre eles.

A versão do Nintendo Wii recebeu mais atenção e chegou a ser proibida em alguns países por afirmarem que os controles de movimento deixavam as ações do game muito verdadeiras. Em outros países, parte do conteúdo do jogo foi censurado, como a maior parte da violência e as execuções.

Manhunt 2 tem execuções extremamente violentas e gerou polêmica no Nintendo Wii (Foto: Reprodução/Soul Geek)Manhunt 2 tem execuções extremamente violentas e gerou polêmica no Nintendo Wii (Foto: Reprodução/Soul Geek)

Ninja Gaiden 2 (2008 – X360, PS3, Vita)

Após o reboot da série Ninja Gaiden no Xbox, a empresa preparou uma sequência ainda mais violenta e cheia de sangue. Ninja Gaiden 2, no entanto, não achou suficiente banhar a tela de vermelho, a sequência introduziu uma mecânica de desmembramento que fazia parte da jogabilidade.

Se o jogador quisesse sobreviver aos combates era preciso arrancar braços e pernas de alguns inimigos e depois executá-los.

Ninja Gaiden 2 introduziu um sistema de desmembramentos no qual a violência fazia parte de sua jogabilidade (Foto: Reprodução/EB Games)Ninja Gaiden 2 introduziu um sistema de desmembramentos no qual a violência fazia parte de sua jogabilidade (Foto: Reprodução/EB Games)

MadWorld (2009 – Wii)

Poucas pessoas esperariam encontrar um game violento no Nintendo Wii e foi justamente para surpreendê-las que a PlatinumGames criou Madworld. No papel do misterioso Jack, os jogadores participam de uma espécie de reality show psicótico onde quanto mais criativa a morte, mais pontos eram obtidos.

Com visual quase todo em preto e branco, o vermelho jorrava em destaque em Madworld, e a presença de comentaristas que ironizavam cada morte tornava tudo ainda mais divertido.

Madworld trazia uma violência inesperada para o Nintendo Wii com um toque cômico dos comentaristas (Foto: Reprodução/Lusipurr)Madworld trazia uma violência inesperada para o Nintendo Wii com um toque cômico dos comentaristas (Foto: Reprodução/Lusipurr)

The Walking Dead (2012 – PS4, XOne, PS3, X360, Vita, AND, iOS, PC)

Assim como a série de TV e quadrinhos, a série de aventuras de apontar e clicar da Telltale Games baseada em The Walking Dead conta com muita violência.

Devido a sua natureza de apocalipse zumbi, é comum vermos amputações para evitar contaminação, morte de crianças às vezes com interação direta do jogador e cenas chocantes em geral. No entanto, a violência não é gratuita e leva a uma profunda jornada de emoções.

The Walking Dead da Telltale Games tem muita violência mas o impacto maior vem pela carga emocional de suas cenas (Foto: Reprodução/GamersHeroes)The Walking Dead da Telltale Games tem muita violência mas o impacto maior vem pela carga emocional de suas cenas (Foto: Reprodução/GamersHeroes)

Sniper Elite 3 (2014 – PS4, XOne, PS3, X360, PC)

De todos os games da lista, a série Sniper Elite tem a violência mais anatomicamente educativa entre eles. Ao disparar um projétil com o atirador Karl Fairburne, você não irá simplesmente descobrir se o alvo morreu ou não, mas acompanhar toda a trajetória da bala enquanto ela perfura ossos e órgãos do inimigo.

A câmera de raio-x do jogo reproduz em detalhes e em câmera lenta todo o dano interno de cada tiro de uma forma que amplifica a violência a altos níveis.

Sniper Elite 3 mostra os violentos danos internos causados por seus tiros através de uma câmera especial de Raios X (Foto: Reprodução/DualShockers)Sniper Elite 3 mostra os violentos danos internos causados por seus tiros através de uma câmera especial de Raios X (Foto: Reprodução/DualShockers)

Resident Evil 7 (2017 – PS4, XOne, PC)

O game mais recente na lista, Resident Evil 7 ganhou seu espaço graças ao retorno às raízes do terror da série, porém sob um novo ponto de vista. Os gráficos realistas e câmera em primeira pessoa tornam a violência muito mais pessoal e chocante.

Logo nos primeiros minutos do game vemos amputações como se fossem comuns e toda a família Baker parece ter um estranho senso de humor com o qual se divertem ao ver desmembramentos e ao ferir o jogador.

Resident Evil 7: Biohazard é o capítulo mais violento da franquia com amputações e outros ferimentos em sua perturbadora nova visão em primeira pessoa (Foto: Reprodução/Giant Bomb)Resident Evil 7: Biohazard é o capítulo mais violento da franquia com amputações e outros ferimentos em sua perturbadora nova visão em primeira pessoa (Foto: Reprodução/Giant Bomb)

Carmageddon ainda é violento para os padrões atuais? Comente no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • José Silva
    2017-02-17T13:59:43

    É ESSAS PORCARIAS QUE ESTÃO INCENTIVANDO A VIOLÊNCIA ... ISSO A JUSTIÇA NÃO NÃO PROÍBE ..

  • Hugo Souza
    2017-02-17T14:00:40

    SE JOGAR GAME VIOLENTO DEIXA A PESSOA VIOLENTA, PQ QUEM JOGA BANCO IMOBILIARIO NÃO É RICO, QUEM JOGA MARIO NÃO É ENCANADOR, QUEM JOGA GAME DE CORRIDA NÃO É PILOTO???

  • Anderson Silva
    2017-02-17T13:46:45  

    ja joguei tudo isso e nenhum me deixou violento, o que me deixou violento foi jogar pes ou fifa e tomar gol ao 90 do 2 tempo, isso sim deixa vc violento

    recentes

    populares

    • Anderson Silva
      2017-02-17T13:46:45  

      Principalmente quando vc pega um time bosta que só se defende, o goleiro de overall 65 começa a defender mais que o Buffon e em um contra ataque aos 92 min vc leva o gol depois de 18 finalizações suas. Da vontade de quebrar tudo!

    recentes

    populares

    • Anderson Silva
      2017-02-17T13:46:45  

      Pior é quando você toma uma goleada do Avaí jogando com o Real Madrid...

  • Carlos Silva
    2017-02-24T00:26:52

    Mais do mesmo.

  • Eduardo Machado
    2017-02-23T08:55:59

    cade Dead Space e The Suffering

  • Nelson Alves
    2017-02-17T10:59:11  

    Meus jogos favoritos são de FPS, mas já sou bem velhinho pra diferenciar a realidade do mundo virtual. Mas as vezes penso sobre qual a intensão de quem criou tais jogos. Eles sabem que o público que se serve dos seus games é muito jovem (média de uns 10 a 16 anos) e nessa idade a pessoa é muito influenciável. GTA, por exemplo faz muita apologia a criminalidade!

    recentes

    populares

    • Nelson Alves
      2017-02-17T10:59:11  

      Só influencia os retardados.

    recentes

    populares

    • Nelson Alves
      2017-02-17T10:59:11  

      Exato, Fluminense...uns Philipes Sales da vida...

  • Saulo
    2017-02-21T10:40:08

    O que me deixa violento é ter que pagar R$ 250,00 em um jogo, quase R$ 2.000,00 em um video game e R$ 150,00 de internet pra poder me divertir um pouco!

  • Alan Moreira
    2017-02-17T14:19:14  

    não curto mais esses jogos ...acho que conforme vc amadurece percebe que esse tipo de jogo não traz nada de util pra sua vida !!

    recentes

    populares

    • Alan Moreira
      2017-02-17T14:19:14  

      Vai assistir a novela da 9 na Grobo é muito melhor que esse tipo de jogo!!! Mula....

    recentes

    populares

    • Alan Moreira
      2017-02-17T14:19:14  

      hmmmm loiola

  • Carlos Andre
    2017-02-17T15:02:29

    Essa matéria toda pra promover resident evil 7.

  • Fred Azevedo
    2017-02-17T14:51:50

    Falam que games incitam a violência, mas na tv mostram filmes na parte da tarde, linguagem pesada na escolinha do professor Raimundo, programa As Canalhas na GNT para todo mundo ver na parte da tarde, novelas onde o mal quase sempre vence... vai entender...

  • Eduardo Silva
    2017-02-17T14:20:57

    O que a TV passa em dia nos horários "nobres" é muito pior que isso! Lamentável...

  • Edenilso
    2017-02-17T13:41:18  

    Deveriam ser proibidos, será que já não basta oque a vida real ensina de errado? Com certeza isso é uma influencia negativa. Os meus filhos prefiro ver jogando futebol e brincando com carrinhos.

    recentes

    populares

    • Edenilso
      2017-02-17T13:41:18  

      Cara vc não está mais em 1980

  • Thomaz Alves
    2017-02-17T11:59:49  

    só foi eu mesmo que sentiu falta de Dead Space 2, Resident Evil 4 e 5 e Silent Hill, por mais que seja de terror este ultimo ele tem muita violencia

    recentes

    populares

    • Thomaz Alves
      2017-02-17T11:59:49  

      Acho q eles escolheram alguns só, se fosse listar todos não acabaria nunca essa lista kkkkk

    recentes

    populares

    • Thomaz Alves
      2017-02-17T11:59:49  

      The house of the death...

  • Julio Pereira
    2017-02-17T14:05:33

    Esqueceram da série AC e mais recentemente Let it Die.

  • Rick Marvel
    2017-02-17T11:25:14  

    ninja gaiden é muito bom.

    recentes

    populares

    • Rick Marvel
      2017-02-17T11:25:14  

      Criatura Julia, devo te lembrar que as mortes e o "sofrimento" que você diz é "encenação". Nada daquilo é real! Seja coerente com tua forma de pensar e deixe de obrigar teus filhos a irem para a igreja ouvirem e verem um cara sendo pregado numa cruz, com esta imagem pra onde quer que a pessoa olhe.

    recentes

    populares

    • Rick Marvel
      2017-02-17T11:25:14  

      Foi mal cara, mas nada a ver isso q vc está falando, eu vou a igreja sempre e não deixo de jogar. Uma coisa não tem nada a ver com outra desde q vc não se deixe influenciar

  • Gustavo Antonio
    2017-02-17T13:42:49

    Rapaz faltou o FIFA 17 o mais violento de todos os tempos o cara jogando a weekend league jogando contra um player mais handcap o cara e capaz de matar qualquer um de raiva após 3 partidas lol

  • Tacoberry
    2017-02-17T13:26:04

    ok

  • Julliano Vieira
    2017-02-17T12:50:21

    Engraçado, vai perguntar para os maiores psicopatas do brasil se eles passaram algum momento da vida jogando isso ai. Obvio que não, no máximo assistiam tv aberta, mas claro que ninguem vai atirar contra o proprio patrimonio ne?

  • Vinicius Leal
    2017-02-17T11:43:00

    E o Dead Island, não entra nessa lista não??

  • Alexandre Cunha
    2017-02-17T11:38:24

    engraçado que passam centenas de filmes e séries com o mesmo "grau" de violência ou mais na televisão. mas os "jornalistas" adoram dizer que os games violentos estimulam as pessoas a serem violentas, mas jogos mortais, kill bill, o albergue, taxi driver, rampage, cannibal holocalst, massacre da serra elétrica e tantos outros aparentemente não devem influenciar nada, pois esses "jornalistas" não falam nada...