TV

25/03/2017 06h00 - Atualizado em 25/03/2017 06h00

Fim da TV analógica: veja dicas de como descartar a TV antiga

Isabela Giantomaso
por
Para o TechTudo

O sinal analógico das TVs de São Paulo será desligado no dia 29 de março, segundo a Anatel. Ainda em 2017, os estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás e Ceará também devem passar pela mudança.

Samsung QLED e LG OLED: entenda as diferenças entre as tecnologias de TVs

Apesar de ser possível usar um conversor e uma antena para capturar o sinal mais estável, muitos usuários podem querer descartar o televisor antigo e investir em uma TV com tecnologia digital. Para isso, algumas dicas e cuidados são necessários ao se desfazer do eletrônico para que não haja riscos ao meio ambiente.

Fim da TV analógica está próximo; saiba como descartar televisor antigo (Foto: Pond5)Fim da TV analógica está próximo; saiba como descartar televisor antigo (Foto: Pond5)

Nos cinco estados que poderão ter a mudança neste ano há cooperativas e ONGs que fazem a coleta de lixo eletrônico para reutilizar as peças. Muitas das empresas buscam as TVs em casa através de agendamento e, segundo o gerente comercial da EcoBraz, Orlando Júnior, não é preciso desmontar o equipamento para descartar.

Independente do dispositivo, é indicado que o aparelho seja entregue no estado original e, caso seja possível, apenas esteja enrolado em um plástico bolha para facilitar o transporte. No caso de um modelo de tubo, Júnior alerta para os riscos em tentar abrir o eletrônico. “Mesmo que desligue o televisor da tomada ainda há o risco de choques, pois a voltagem é alta. Não é recomendado mexer em uma TV de tubo”, ressalta.

Perigos ao meio ambiente

Se desfazer de uma TV de forma errada pode causar danos ao meio ambiente (Foto: Divulgação/Philips)Se desfazer de uma TV de forma errada pode causar danos ao meio ambiente (Foto: Divulgação/Philips)

Descartar uma televisão de maneira errada pode colocar o solo, os animais e até mesmo pessoas em risco. Componentes como plástico, vidro e metal demoram anos para se decompor e podem causar a contaminação do terreno, além de rios ou lagoas próximas onde foi jogado. Segundo o gerente da EcoBraz, a fauna da região também pode ser prejudicada. “É um perigo para animais silvestres que podem entrar em contato com os materiais e morrer”, afirma Júnior.

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Ao se desfazer de um eletrônico junto com o lixo normal também há o risco de pessoas que fazem coletas em lixões, por exemplo, serem contaminadas e ficarem com doenças graves. O contato com chumbo e mercúrio, algumas das substâncias dos componentes das TVs, é perigoso e deve ser evitado.

Onde descartar uma TV analógica nos estados de SP, MG, RJ, GO e CE:

São Paulo

- EcoBraz
Rua Padre Otto Maria, 104 – Vila Formosa – São Paulo
(11) 4329-2001

- Coopermiti
Rua João Rudge, 366 – Casa Verde – São Paulo
(11) 3666-0849

Minas Gerais

- E-Mile
Avenida Professor Jossei Toda, 515 – Bandeirinhas – Betim
(31) 3044-5280

- Reciclar Minas
Rua São João da Serra, 100 – São Gabriel – Belo Horizonte
(31) 2510-5821

Rio de Janeiro

- E-Lixo
Rua Isidro Rocha, 70 – Vigário Geral – Rio de Janeiro
(21) 3474-2901

- CLIN Coopecanit
Rua Padre Anchieta, 72 – Centro – Niterói
(21) 3909-9555

Goiás

- Tectudo Assistência
(62) 3286-6403 / (62) 3251-7319

Ceará

- Ecoletas Ambiental
Avenida Washington Soares, 9408 – Messejana – Fortaleza
(85) 3016-4908

- Reciclagem Fenix
Rua Taquatiara, 219 – Messejana – Fortaleza
(85) 3016-4908

Algumas fabricantes de TV também aceitam aparelhos antigos para fazer a reciclagem dos materiais. Neste caso, entre em contato com o SAC da empresa responsável pelo seu televisor para mais informações sobre a coleta de lixo eletrônico na sua região. 

Qual Smart TV comprar? Consumidores dão dicas de modelos no Fórum do TechTudo

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares