Por Rafael Silva; do Tecnoblog


A máquina registradora imaginária da Microsoft fez um sonoro "ca-ching" nesse último dia 30 de setembro, quando o semestre fiscal da empresa foi encerrado oficialmente. No total, a gigante de Redmond embolsou 16,2 bilhões de dólares em receita bruta no período. Esse valor representa um aumento de 25% nos dividendos em relação ao mesmo período do ano anterior.

Windows 7 — Foto: TechTudo

Em relação ao resultado da empresa, o diretor financeiro da Microsoft, Peter Klein, disse que os principais responsáveis foram o "sólido crescimento empresarial e a continuidade de uma forte demanda pelo Office 2010, pelo Windows 7 e pelos consoles Xbox 360 e os jogos para ele". O Xbox 360, aliás, foi uma das divisões da empresa que mais teve crescimento em relação ao trimestre passado: foram vendidos 38% mais unidades do console no período.

Mesmo com tamanha receita, a Microsoft conseguiu ficar um pouco abaixo nos números em relação à sua concorrente Apple. A empresa da maçã teve receita de 20,5 bilhões de dólares no seu semestre fiscal, 4 bilhões a mais do que a Microsoft. Mas no que diz respeito aos lucros, a Microsoft saiu na frente: foram 5,41 bilhões de dólares contra 4,31 bilhões da Apple.

Mais do TechTudo