Por Daniele Monteiro; Para O TechTudo


Para você que gosta dos desenhos dos antigos games, essa notícia é muito interessante. Os pesquisadores Johannes Kopf, da Microsoft, e Dani Lischinski, da Universidade Hebraica de Israel, desenvolveram um algoritmo que transforma uma imagem de baixa resolução de 8-bits em uma imagem vetorizada.

Para entender a importância dessa invenção, precisamos entender a diferença entre uma imagem feita com pixels e uma imagem vetorizada. Uma imagem feita com pixels é construída apenas com pontinhos (o pixel), sendo que cada ponto da imagem é pintado de uma cor. Ao juntá-los, conseguimos formar a imagem. Já uma imagem vetorizada, é uma imagem construída com formas geométricas como pontos, retas, curvas, formas e polígonos.

Imagem pixelada e vetorizada (Foto: Divulgação) — Foto: TechTudo

Mas é só essa a diferença? Não, quem já tentou redimensional uma imagem com pixels sabe que ela fica totalmente distorcida, isso porque os algoritmos têm muita dificuldade de descobrir com que cor devem preencher o novo pixel. Já na imagem vetorizada, isso não ocorre, pois a imagem mantém a mesma qualidade não importa para qual tamanho ela seja redimensionada, isso devido a sua construção com as formas matemáticas. Só que a maioria das imagens são imagens com pixels, como as fotos.

Na ilustração acima podemos ver que o desenho do golfinho do Super Mario World, que foi vetorizado com o novo algoritmo, ganhou uma excelente qualidade em comparação com a imagem com pixels expandida.

Desta forma, poderemos pegar as antigas imagens em 8 bits e convertê-las para imagens vetorizadas. Também pode ser possível jogar os games antigos em grandes TV sem perder a qualidade da imagem. Porém, a conversão não é perfeita em todos os casos, porque o algoritmo trata todos os pixels, o que pode gerar figuras estranhas.

O grande problema é que o algoritmo é muito complexo, o que deixa a conversão muito lenta e os próprios pesquisadores admitem que são necessárias algumas otimizações. A esperança é que no futuro poderemos jogar nossos antigos games nas mais modernas TVs com altíssima qualidade de imagem.

Via: ExtremeTech
 

Mais do TechTudo