Publicidade

Por André Fogaça; Para O TechTudo


Qual a melhor maneira de procurar minas que estão debaixo do mar? Utilizando algum animal que possa viver nestes locais e que não custe o salário de um soldado que é pago para vigiar o fundo do mar. Esta é a idéia da Marinha dos Estados Unidos ao utilizar simpáticos e inteligentes golfinhos treinados para a busca de minas, mergulhadores ou qualquer coisa que não esteja de acordo com o que deveria estar abaixo da superfície.

Golfinho com câmera. (Foto: Divulgação) — Foto: TechTudo

Claro que eles não são treinados para sacar uma arma e atirar no que encontrar, mas há uma câmera presa a uma de suas nadadeiras para que todo o material encontrado possa ser analisado e investigado por humanos em terra firme. A novidade já foi testada em uma operação conjunta com o Canadá chamada Operation Trident Fury, que aconteceu na costa canadense próxima a Vancouver. Segundo um porta-voz da Marinha, os golfinhos foram escolhidos por seu sonar altamente desenvolvido, que é superior a qualquer um que já foi criado pelo homem.

A utilização de golfinhos pela Marinha não é de hoje, ela existe a mais de 40 anos. A primeira vez foi durante a Guerra do Vietnã e, em seguida, na Guerra do Golfo. Em 2003, golfinhos eliminaram as minas que existiam no porto de Umm Qasr, localizado no golfo pérsico. A operação foi realizada para que barcos com ajuda humanitária pudessem trafegar com segurança no local.

Além de golfinhos, os Estados Unidos já utilizaram leões marinhos por sua excelente visão debaixo d'água e cachorros, que foram utilizados para espionagem durante a busca por Osama Bin Laden.

Via: Dvice

Mais do TechTudo