Por Verônica Vasque; da Redação


Essa batalha o Google perdeu. Em agosto, usuários norte-americanos gastaram 41 bilhões de minutos socializando no Facebook, contra cerca de 39,8 bilhões de minutos gastos pelos internautas em todos os sites da gigante da web, segundo relatório divulgado recentemente pela analista da Internet Citigroup.

Logo do facebook (Foto: Divulgação) — Foto: TechTudo

Outros estudos também comprovaram a vantagem do Facebook sobre o Google. De acordo com uma pesquisa mais específica realizada pela Experian Hitwise, usuários ingleses passam, em um acesso, aproximadamente 22 minutos na rede social de Mark Zuckerberg, contra 20 minutos gastos pelos americanos. Os cingapurianos entusiastas, também analisados, chegam a ficar logados cerca de 38 minutos.

Ao todo, no mês de agosto, foram 800 mil horas gastas em sites sociais no Reino Unido, quase um quarto de todo o tempo gasto on-line. Entre as redes, o Facebook ainda é a líder, com a metade de todas as visitas dos sites de relacionamento.

Além disso, ainda segundo a pesquisa, os usuários do Facebook registram acesso ao site diário. Não existem, contudo, dados disponíveis para os efeitos das recentes mudanças na rede, que acrescentou melhorias no compartilhamento de músicas e filmes. Espera-se, no entanto, que a estatística de horas gastas no site tenda a aumentar com as novidades.

Para Ankur Shah, CEO da Techlightenment (companhia de análise de mídia), uma das razões do alto volume de tráfego das mídias sociais é o fato de elas estreitarem as fronteiras sociais. “O poder das redes sociais, tal como o Facebook, é que elas não têm limites. Fazem do mundo um lugar muito menor”, disse.

Curiosamente, outro fator relevante no desempenho da audiência no Facebook está relacionado aos resultados das pesquisas realizadas na rede, que direcionam para o próprio site. Mesmo o Google sendo uma referência em buscas, esse dado pode representar uma ameaça à gigante da web.

Via Dailymail

Mais do TechTudo