Por Eduardo Moreira; Para O TechTudo


O quanto você é fiel ao seu iPhone? Uma pesquisa realizada pelo grupo GfK responde essa pergunta e mostra o comportamento de usuários de diferentes regiões do planeta - incluindo o Brasil - sobre a possibilidade de trocar seus dispositivos iOS por produtos de outros sistemas. O resultado? A lealdade dos usuários Apple é tanta que um em cada cinco proprietários de iPhone ou iPad consideram mais difícil mudar de smartphone ou o tablet do que trocar de banco.

É evidente que trocamos muito mais de smartphones do que de bancos, mas esse tipo de análise ajuda a detectar as principais barreiras dos usuários na hora de trocar seus dispositivos, além do impacto de sua decisão de troca em relação a sua experiência com o produto. A pesquisa foi feita em nove países: Brasil, China, França, Alemanha, Japão, Itália, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos.

iPad e iPhone (Foto: Divulgação) — Foto: TechTudo

O estudo também mostra que outros bens de consumo e serviços de primeira necessidade também são considerados mais "substituíveis" do que o dispositivo Apple. 19% dos entrevistados afirmam que é mais fácil trocar suas empresas de fornecimento de gás e eletricidade do que trocar o seu iPhone ou iPad.

Outro importante aspecto detectado pela pesquisa da GfK é que a lealdade do usuário, em relação ao seu smartphone, aumenta com o número de aplicativos instalados no dispositivo. Segundo o estudo, quando são utilizados sete ou mais aplicativos ou recursos em seu dispositivo, o usuário não se sente mais motivado a trocá-lo, por entender que o produto é essencial para suas atividades cotidianas.

"Os consumidores norte-americanos são os mais propensos a serem leais ao produto quando atingem essa marca de sete ou mais aplicativos, com 61% dos entrevistados. Na sequência estão a China e o Brasil, com 56 e 53%, respectivamente. Os europeus estão propensos a utilizar menos o valor limite para a troca: França e Itália ficam com 46%, seguidos de Alemanha (45%), Espanha (43%) e Reino Unido (42%)", diz o relatório.

A pesquisa também mostra que a simplicidade de uso dos gadgets da Apple é o elemento chave na experiência do uso: 72% dos entrevistados apontam a simplicidade como motivo principal para continuar com os seus iPhones e iPads, e as principais barreiras citadas pelos entrevistados estão ligadas à experiência de uso, como a perda das configurações do seu dispositivo (33%), o tempo perdido para aprender o uso de outro smartphone (29%), e a transferência de todas as suas músicas, vídeos, livros e aplicativos de um tipo de smartphone para outro (28%).

E você? Se você trocou o seu iPhone, compartilhe conosco o motivo nos comentários.

Via SlashGear.

Mais do TechTudo