Por Rafael Monteiro; Para O TechTudo


O estrategista criativo Robert Bowling, da Infinity Ward, produtora de Call of Duty: Modern Warfare 3, comentou ontem (09/01), em sua conta de Twitter, uma decisão que deve moldar o comportamento de alguns donos do Xbox 360. Segundo ele, jogadores que se envolverem em infrações pesadas recorrentes, como hackeamento, poderão ter seus consoles banidos da Xbox LIVE e não apenas do jogo.

Infratores recorrentes em Call of Duty: Modern Warfare 3 poderão ter seus consoles banidos (Foto: Reprodução: Rafael Monteiro) — Foto: TechTudo

Diferente da represália tradicional que a Activision costuma deferir, a qual afasta o jogador temporariamente dos servidores de Call of Duty: Modern Warfare 3, Bowling comentou sobre uma ação conjunta com a Microsoft para banir o videogame inteiro da Xbox LIVE. A informação foi dada durante uma conversa através da conta de Robert Bowling no Twitter, @fourzerotwo, em resposta ao clã @statusDISAVOWED.

Ele apenas mencionou casos como hackeamento, mas é possível que outros comportamentos semelhantes possam se enquadrar, tal qual se aproveitar de falhas do jogo, como glitches e exploits. Com o console banido da Xbox LIVE, torna-se impossível conectar novamente na rede com o videogame, sendo necessário comprar um novo aparelho caso o jogador queira voltar a usufruir do serviço.

Via FPSWin

Mais do TechTudo