Publicidade

Por Eduardo Moreira; Para O TechTudo


Depois de anunciar oficialmente que o smartphone Samsung Galaxy S não receberia a atualização para o Android Ice Cream Sandwich, e dias depois reconsiderar a decisão, as mais recentes declarações da fabricante sul-coreana trazem um discurso vago, dando a entender que a atualização não será algo tão prático e objetivo quanto se imaginava.

samsung-galaxy-s — Foto: TechTudo

A empresa não mostra consistência em suas declarações e deixa dúvidas se o Galaxy S (e o tablet Galaxy Tab, de 7 polegadas) será mesmo atualizado para a mais recente versão do sistema operacional do Google. Um ponto que merece uma atenção especial é sobre a declaração oficial da Samsung sobre o assunto: “Não é possível uma atualização completa para o Android 4.0 Ice Cream Sandwich para o Galaxy Tab (7 polegadas) e o Galaxy S devido a limitações de hardware."

A Samsung não fez nenhum comentário além deste. Com isso, a empresa deixou no ar uma questão importante: se os dispositivos não receberão uma atualização completa, o que vão receber? Um Android “capado”, com recursos limitados? O Android na íntegra, sem a interface TouchWiz, que é uma das principais fontes de problemas dessa atualização? Ou uma versão “lite” da TouchWiz nos dois dispositivos?

Um dos motivos por trás da decisão da Samsung é bastante claro. Caso a companhia mobilize muitos esforços para atualizar o Galaxy S, isso pode criar um precedente para os demais aparelhos da linha Galaxy, que contam com especificações técnicas semelhantes. Além disso, se a Samsung persistir em manter presente a interface TouchWiz em seus aparelhos com Ice Cream Sandwich (mesmo que em uma interface com recursos limitados), o processo de desenvolvimento pode durar meses, obrigando a fabricante a replanejar a interface inteira para que ela esteja presente nos dispositivos.

A Samsung tem um sério problema nas mãos. O Samsung Galaxy S é um sucesso absoluto de vendas, com mais de 10 milhões de unidades vendidas. Não promover uma atualização de qualidade pode significar uma mancha na sua reputação junto aos consumidores.

Este não é um problema exclusivo da Samsung. HTC, Motorola e LG também não revelam seus planos de atualização de modelos lançados em 2011, e tudo indica que os usuários que compraram seus telefones antes do primeiro semestre do ano passado não receberão o Ice Cream Sandwich em seus dispositivos. Por outro lado, o Nexus S, que possui especificações bem parecidas ao do Galaxy S, já recebeu o update para o Ice Cream Sandwich.

Resumindo: comprar um smartphone Android precisa ser um investimento muito calculado pelo usuário. Em alguns casos, esperar mais alguns meses pode ser a diferença de ter o seu telefone atualizado ou não.

Mais do TechTudo