Por Fernanda Santos; Para O TechTudo


A equipe do Facebook divulgou nesta última quarta-feira (21/11) novas propostas de mudanças em suas políticas que podem afetar a privacidade e as formas de uso dos dados. Dentre as novidades que a rede social pretende implantar está um novo sistema de votação e sugestão de feedback sobre mudanças na rede social e alterações na política de uso de dados, englobando novos filtros, alterações nas configurações do Facebook Messenger e no modo como ele se refere a determinados recursos.

Já seguiu o @TechTudo_oficial no Instagram?

Facebook ajuda recrutadores em seleção de candidatos (Foto: Facebook ajuda recrutadores em seleção de candidatos) — Foto: TechTudo

As mudanças também devem dar um papel mais público para o administrador chefe de privacidade, Erin Egan, que será o centro da novidade “Ask the Chief Privacity Officer” (Pergunte ao Administrador Chefe de Privacidade, em português), recurso que será lançado  nas próximas semanas que incluirá uma série de eventos ao vivo disponibilizados para os usuários que abordarão “comentários e perguntas sobre privacidade, proteção e segurança”.

O recurso também pretende propor mudanças no processo de gerenciamento do site, que inclui alterações no sistema de votação de feedback sobre mudanças de políticas que, segundo Egan, “incentivava a quantidade de comentários ou invés da sua qualidade”.

Anteriormente, o Facebook permitia que seus usuários votassem nas mudanças em suas políticas, tendo o poder de fazer com que elas fossem implantadas ou não. Dependendo do número de reclamações feitas pelos mesmos, caso mais de 7 mil comentários fossem postados no tópico, ele entrava em votação e se 30% dos usuários votassem contra a mudança ela não era feita. Em breve a rede social pretende mudar esse sistema e substituí-lo por outro que focará no feedback dos usuários em relação a novos recursos. Este novo método sugerido pela empresa “tornará o feedback mais significativo e comprometido”.

A companhia pretende promover mudanças na sua política de uso de dados, que adicionará novos filtros que substituirá o “Quem pode lhe enviar mensagens do Facebook” nas configurações do Messenger e promover alterações no modo como ele se refere a certos recursos como “personalização instantânea”. Também estão sendo propostos novos lembretes para informar às pessoas o que é visível para os demais usuários da rede social e várias dicas de como gerenciar o seu cronograma.

As propostas ainda serão votadas através do sistema que o Facebook pretende desativar, assim, nos próximos sete dias os usuários podem dar sua opinião em relação às mudanças. Ao longo dos próximos dias, a rede social pretende enviar 1 bilhão de mensagens para os emails dos seus usuários informando sobre estas questões.

Tem alguma dúvida de tecnologia? Entre no Fórum do TechTudo!

Via Facebook

Mais do TechTudo