Publicidade

Por Pedro Cardoso; da Redação


O site da Amazon do Brasil entrou no ar à meia-noite desta quinta-feira (6) e deu início às atividades no nosso país. Em seu catálogo inicial, o consumidor poderá encontrar livros digitais e, em breve, o famoso leitor Kindle. A Loja Kindle Brasil oferece mais de 1,4 milhão de eBooks, agora disponíveis aos consumidores brasileiros com preços em reais (R$), incluindo mais de 13 mil eBooks em português 

Site da Amazon no Brasil (Foto: Reprodução/TechTudo) — Foto: TechTudo

O site está totalmente em português e conta com um um considerável acervo de livros digitais nacionais e de autores internacionais traduzidos para o nosso idioma. Entre os autores nacionais, estão Paulo Coelho, Chico Buarque, Dráuzio Varela, entre outros. Uma outra facilidade que a Amazon traz ao Brasil é a possibilidade para autores e editores independentes publicarem seus livros na nova Loja Kindle Brasil usando o Kindle Direct Publishing (KDP) (http://kdp.amazon.com.br).

“Estamos entusiasmados em lançar esta nova Loja Kindle para consumidores brasileiros que oferece os best sellers mais populares de muitos dos grandes escritores brasileiros, todos com preço em reais”, disse o vice-presidente do Kindle da Amazon.com.br, Alexandre Szapiro, em comunicado divulgado à imprensa.

Em um primeiro contato com os livros digitais oferecidos, é possível perceber que o preço praticado pela loja equivale aos valores de livros físicos no Brasil. O sucessso "Cinquenta tons de cinza", por exemplo, tem o preço de R$ 21,90. Enquanto isso, em um famoso site de comparação de preços, a obra pode ser encontrada entre R$ 24 e R$ 35.

O Kindle ainda não está à venda neste início de operação do site. A própria Amazon informa que o e-reader estará disponível em algumas semanas, com o preço sugerido de R$ 299, e oferece um cadastro de e-mail para que o usuário seja informado logo no início das vendas. Caso o usuário queira comprar um livro digital, poderá ler já no aplicativo oficial desenhado para iPad.

Kindle brasileiro (Foto: Reprodução/TechTudo) — Foto: TechTudo

Na última terça-feira (4), imagens do leitor de livros eletrônicos foram encontradas no banco de dados do site oficial da Amazon, mostrando o aparelho com textos em português e até mesmo a logomarca da futura página da empresa no país, "Amazon.com.br". 

Na interface do Kindle, aparece o mesmo logo "Amazon.com.br" com menus totalmente traduzidos para o idioma do Brasil. São quatro opções de acesso: "principais categorias", "destaques", "sugestões de leitura" e "recomendados para você". Um detalhe interessante é a aba de promoções de livros, com "eBooks por menos de R$ 9,99" e "eBooks por menos de R$ 4,99". 

Amazon Kindle 'brasileiro' (Foto: Divulgação) — Foto: TechTudo

Expectativa pela chegada da Amazon

Em novembro, a eCRM123, uma firma especializada em gestão de relacionamento com clientes, realizou um estudo que ouviu aproximadamente 130 pessoas sobre o tema. Os resultados revelaram que 84% do público aprova o desembarque da empresa norte-americana no Brasil. 

Entre os entrevistados, 62% consideram “ótima” a ideia da Amazon, maior varejista virtual do mundo, operar também no Brasil. Outros 22% avaliam a iniciativa como “boa”, além de 11% não terem opinião formada e 5% terem se mostrado indiferentes. Não houve rejeição à chegada da varejista ao país entre os participantes. O relatório destaca ainda que 53% dos envolvidos afirmam conhecer o site da empresa. 

Diferenças entre a Amazon do Brasil e dos EUA

Ao contrário da Amazon americana, a brasileira não venderá outros tipos de produtos, ao menos por enquanto. A empresa é considerada o maior varejista dos Estados Unidos e vende todo tipo de produto, de caráter esportivo, eletrônicos, vestuário, entre outros.

Mais do TechTudo