Por Rafael Monteiro; Para O TechTudo


Após um período de dificuldades financeiras a produtora de jogos THQ abriu um pedido de falência nos Estados Unidos, vendendo todos os seus ativos em leilão. O lance inicial, à escolha da empresa, foi feito pela firma de investimentos privado Clearlake Capital Group, no valor de US$ 60 milhões, mais de R$ 120 milhões.

Dificulades financeiras da THQ levam a empresa à falência (Foto: Divulgação) — Foto: TechTudo

A THQ abriu o pedido de acordo com a Lei de Falência estadounidense, Capítulo 11, que é semelhante ao processo brasileiro de concordata. Ele será julgado pela Corte de Falência do Distrito de Delaware dos Estados Unidos e caso aprovado, a companhia poderá ser vendida em até 30 dias.

Na prática, isso significa que a empresa irá apenas ter um novo dono e não fechar as portas, ao vender todos os seus quatro estúdios na terra do Tio Sam, incluindo os jogos que eles estão desenvolvendo. As operações internacionais da THQ não fazem parte da venda, como a THQ Canada, responsável pela série Warhammer e Company of Heroes.

A Clearlake Capital Group foi apenas a primeira a dar um lance, por escolha da própria THQ, o que é chamado de “Stalking-Horse Bidder”, para que os lances seguintes não sejam abaixo do que já foi oferecido. Dos mais de R$ 120 milhões mencionados, US$ 10 milhões (R$ 20 milhões) são direcionados apenas ao pagamento de credores.

Durante a venda a THQ continuará operando normalmente, a menos que a corte decida o contrário. Porém, após a abertura do pedido de falência, a empresa deverá ser notificada pela NASDAQ que suas ações não serão mais listadas dentro de 9 dias. Desde então as ações da companhia já caíram mais de 70% e estão sendo vendidas a centavos.

Brian Farrel, chefe da THQ pareceu otimista, dizendo que a venda e o pedido de falência eram passos necessários para a transição da THQ, preparando-a para o futuro. “Estamos confiantes em nossa linha de jogos existentes, na força de nossos estúdios e no banco de talentos da empresa”, disse ele.

Tem alguma dúvida de tecnologia? Entre no Fórum do TechTudo!

Mais do TechTudo