Por Pedro Zambarda; Para O TechTudo


As pessoas que preferem os smartphones com Android são as que têm menos dinheiro, e não as que procuram mais qualidade, revelou um estudo feito pelo Pew Research Center’s Internet & American Life Project. De acordo com os dados levantados, 22% dos consumidores norte-americanos que ganham menos de US$ 2,5 mil por mês são donos de celulares com o sistema do Google, enquanto somente 12% deste público escolheu o iPhone, da Apple.

Americanos preferem Android ao invés do iPhone por conta do preço (Jan Tik|Flickr|Creative Commons) (Foto: Americanos preferem Android ao invés do iPhone por conta do preço (Jan Tik|Flickr|Creative Commons)) — Foto: TechTudo

A pesquisa mostra que a popularidade dos aparelhos com Android - hoje o sistema móvel mais difundido do mundo - se dá mais pelo preço dos modelos, e não pela opção sincera do usuário. Quando levantados os dados dos usuários com renda anual de US$ 30 mil a US$ 50 mil, o iPhone já se aproxima bem mais do rival nas estatísticas: 23% optam pelos smartphones com o sistema do Google, enquanto 18% escolhem o aparelho da Apple.

O site de The Griot afirmou em dezembro de 2012 que os lançamentos da Samsung - uma das principais representantes do Android - foram focados em famílias americanas mais pobres, inclusive para os chamados “afro-americanos”. A página definiu esse nicho como um dos crescimentos demográficos mais rápidos no mercado de smartphones.

Segundo o Gizmodo, o “Google está se tornando uma fabricante de celulares para o povo, com gadgets democráticos”. O site ainda completa que o iPhone, criação de Steve Jobs, é um celular “burguês”, caro e objeto de desejo, com poder de influência. No entanto, é impossível não notar a diferença de qualidade entre o aparelho da Apple e os Androids de baixo custo.

Claro que o caso tem exceções, e o Android também está presente em aparelhos caros e com muita tecnologia, destinados a um público mais favorecido financeiramente. É o caso do Galaxy S3, da Samsung, que chega a concorrer diretamente com o recém-lançado iPhone 5.

Porém, é muito comum encontrar a plataforma do Google em smartphones que custam entre US$ 50 e US$ 100 (de R$ 100 a R$ 200, aproximadamente), que são bem mais acessíveis a população de baixa renda e tornam o sistema operacional cada dia mais popular.

No Brasil, a tendência se repete, e dos poucos smartphones que podem ser encontrados por valores inferiores a R$ 500, a grande maioria são aparelhos com Android - que dominam o mercado brasileiro. O iPhone se mantém com valores muito altos, até mesmo nos seus modelos mais ultrapassados, sendo preferido por aqueles com maior renda.

Via Gizmodo

Mais do TechTudo