Publicidade

Por Leonardo Rodrigues; Para O TechTudo


A NASA, agência espacial norte-americana, está utilizando smartphones Nexus S, do Google, para controlar os satélites utilizados na Estação Especial Internacional. A partir de um projeto, conhecido como Human Exploration and Telerobotics (HET), os aparelhos Android foram utilizados para integrar módulos que visam capturar informações especiais na Estação Espacial Internacional. Em breve, a agência pretende adotar o modelo mais recente da linha: o Nexus 4.

sphere (620px) — Foto: TechTudo

Os módulos são chamados de SPHERES (sigla para Synchronized Position Hold, Engage, Reorient, Experimental Satellites) e seu objetivo é detectar informações relevantes para os membros da Estação Espacial Internacional, como nível sonoro e de radiação, bem como investigar aplicações com câmeras telerrobóticas.

Através desse projeto, a NASA pretende encontrar novas formas de modelar os fenômenos na Estação Espacial Internacional, além de utilizar tais robôs como parte integral das operações na estação. Ou seja, ao invés de um humano realizar as operações espaciais, o SmartSPHERE navegaria autonomamente através de comandos de pesquisadores na Terra.saiba mais O Nokia Lumia 920 e suas cores disponíveis (Foto: Divulgação/ Nokia) (Foto: O Nokia Lumia 920 e suas cores disponíveis (Foto: Divulgação/ Nokia))Nokia aparece à frente de Samsung em ranking de usuários de smartphones Segundo rumores, iPhone 5S chega ao mercado em agosto e novo ipad em abril (Foto: Reprodução/Apple) (Foto: Segundo rumores, iPhone 5S chega ao mercado em agosto e novo ipad em abril (Foto: Reprodução/Apple))iPhone 'baratinho' ganha força: Apple admite lançar 'múltiplos aparelhos' Lollapalooza é um dos destaques no iTunes (Foto: Reprodução)Apple comemora Lollapalooza brasileiro dando músicas de bandas do festivalInicialmente, o projeto era feito sem os smartphones, porém os processadores utilizados pela NASA não estavam conseguindo lidar com todas as informações dos SPHERES. Dessa forma, a equipe da agência teve a ideia de utilizar o poder de processamento dos telefones como cérebro do módulo, chamando-os então de SmartSPHERES.Para que os aparelhos pudessem ser enviados ao espaço, no entanto, foram feitas algumas adaptações, como o desligamento da rede celular, troca da bateria de íons de Lítio por baterias AA e regulagem dos sensores para funcionar em um ambiente sem gravidade. Além disso, o uso do sistema operacional Android facilita pequenas atualizações no software do SmartSPHERE.Tem alguma dúvida sobre Tecnologia? Faça uma pergunta no Fórum do TechTudo!
A NASA, inclusive, já trabalha na construção de novas SmartSPHERES que utilizem o Nexus 4, smartphone mais recente da linha com Android puro. O aparelho possui processador quad-core de 1,5 GHz no lugar do microchip de 1 GHz e núcleo único, presente no Nexus S.

Via Cnet e Ars Technica

Mais do TechTudo