Por Spencer Stachi; Para O TechTudo


A primeira versão de Resident Evil: Revelations foi lançada no começo de 2012. Inicialmente, o título seria exclusivo para o Nintendo 3DS, porém, devido ao enorme sucesso do jogo - que recebeu nota superiores até mesmo a Resident Evil 6 -, a Capcom decidiu que não era certo "prendê-lo" apenas ao portátil. Sendo assim, o jogo foi relançado para Xbox 360, Playstation 3, PC e Wii U, em uma versão em alta definição e repleta de mudanças na jogabilidade. Confira:

Resident Evil: Revelations está mais bonito do que nunca nos PCs (Foto: Divulgação) (Foto: Resident Evil: Revelations está mais bonito do que nunca nos PCs (Foto: Divulgação)) — Foto: TechTudo

Mais que uma simples reformulação

Inicialmente, o game não apresenta apenas uma adaptação visual em HD da versão do 3DS, mas sim uma recriação completa, onde os cenários evoluíram, os personagens foram refeitos e novidades foram incluídas.

Entretanto, o game não consegue surpreender os fãs da mesma forma como ocorreu no lançamento do título para Nintendo 3D. Na época, o nível dos gráficos ainda era inédito para o portátil, o que causou um enorme impacto. E, apesar dessa versão para consoles possuir boa qualidade gráfica, não há motivos para tanto alarde. Em outras palavras, nada além do normal.

Já a jogabilidade desse Resident Evil talvez seja um dos pontos mais marcantes do game. Houve uma excelente adaptação do portátil, como por exemplo, a opção de andar e atirar ao mesmo tempo, como acontece na versão de 3DS e em Resident Evil 6. Comparando as duas versões, o jogo em si é mais ágil e dinâmico, o que faz com que o jogador fique mais livre para esquivar e se organizar melhor dos ataques inimigos.

A novata Rachel é uma das adições ao Raid Mode de Resident Evil Revelations HD (Foto: Gematsu) (Foto: A novata Rachel é uma das adições ao Raid Mode de Resident Evil Revelations HD (Foto: Gematsu)) — Foto: TechTudo

No combate direto, a utilização da faca tornou-se mais ágil nos combates, e não torna-se apenas uma estratégia para ganhar tempo e poupar munição. Dependendo do inimigo, ela ajuda a resolver as coisas definitivamente.

E no geral, Revelations tem um controle bem simples, e não faz com que o jogador se atrapalhe com combinações de botões para uma ação específica. Combinações só acontecem para mirar e atirar com a arma e mirar e analisar objetos com o Genesis - item imprescindível nesse game. De resto tudo é bem simples, direto e com um menu de fácil acesso.

Chris enfrenta mutantes de Resident Evil: Revelations agora em alta resolução (Foto: Siliconera) (Foto: Chris enfrenta mutantes de Resident Evil: Revelations agora em alta resolução (Foto: Siliconera)) — Foto: TechTudo

Revelando a realidade

Revelations fica mais focado na mecânica que se popularizou nos primeiros games da série. Isso fica claro em elementos como salas fechadas, pequenos enigmas, surpresas (com direito a muitos sustos) e dois grupos separados que se encontram para discutir o que está rolando na história.

Somado a isso, como na versão de 3DS, há o modo Raid. Ele é uma espécie de arena fechada onde os inimigos vão surgindo e um ou dois jogadores vão eliminando-os e correndo atrás de munição. Novas partes dessa arena vão se revelando, trazendo mais desafio aos jogadores, que podem abrir itens exclusivos no Raid. Também é possível conquistar uma moeda específica que pode ser usada para comprar armas, roupas e acessórios. O modo Raid ainda permite ser jogado por personagens não controláveis na história.

Resident Evil: Revelations chegará às lojas no dia 21 de maio. (Foto: Divulgação) (Foto: Resident Evil: Revelations chegará às lojas no dia 21 de maio. (Foto: Divulgação)) — Foto: TechTudo

No geral, jogadores experientes podem achar Resident Evil: Revelations um pouco fácil demais se comparados aos outros jogos no estilo, ou até mesmo os outros títulos da série. A jogabilidade simples de um portátil, somada a inimigos mais fáceis e fases menores, podem fazer do jogo simples de concluir. Pensando nisso a Capcom introduziu um novo modo de dificuldade chamado Infernal. Os fãs da série terão mais desafios com esse modo, pois além de inimigos mais fortes e em maior quantidade, as balas farão falta no decorrer das fases.

Quem quer um novo Resident Evil com a pegada do que acontecia com os clássicos, pode encontrar em Revelations um pouco desse tempero, porém é bom deixar claro que não há zumbis e a jogabilidade mais simples pode deixar o jogo muito fácil para quem está acostumado com o rumo que a franquia tomou.

Mais do TechTudo