Por Henrique Duarte; Para O TechTudo


Um vírus utilizado para roubar dados de cartão de crédito acaba de chegar ao Instagram. O malware, chamado Zeus, é uma modificação feita para atingir a famosa rede de compartilhamento de imagens e tem como objetivo final vender esses dados online, com o valor aproximado de U$6 para cada 1.000 números de cartão de crédito.

Instagram tem vírus que rouba dados do cartão de crédito (Foto: Reprodução) — Foto: TechTudo

Além de roubar dados de cartão dos usuários, esse malware também força os infectados a seguir usuários e curtir fotos. Ironicamente, o valor pago por esses dois é bem maior que o pago pelos dados dos cartões. Para cada 1.000 seguidores e curtidas, paga-se, respectivamente, U$15 e U$30.

Os dados, divulgados pela agência de tecnologia RSA, mostram a importância cada vez maior da popularidade em redes sociais para o crescimento de marcas. Comprar falsas curtidas é um jeito fácil de se criar um estardalhaço em torno de uma marca, e as companhias estão dispostas a pagar o preço por isso.

Zeus foi um vírus criado em 2007 para roubar dados bancários e cartões de crédito e, nessa atual versão, força usuários a curtir fotos e seguir pessoas no aplicativo Instagram. Ainda não se sabe quantas pessoas foram infectados com o malware, mas acredita-se que é o primeiro já criado para esse propósito.

Via: Reuters

Entenda Como funciona o sistema de "curtidas" no Instagram; veja no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo