Publicidade

Por Helito Bijora; Para O TechTudo


Muitos sites recorrem a diversas técnicas de otimização para conseguir um número maior de visitantes e, consequentemente, aparecerem listados entre os primeiros resultados do Google. O ruim disso é que alguns deles oferecem conteúdo muito genérico, de qualidade duvidosa, ou ainda material adulto, o que empobrece a busca e prejudica os resultados.

Buscando resolver tal problema, o Google lançou a extensão Personal Blocklist, compatível apenas com o Google Chrome. Com ela, o usuário pode montar sua lista pessoal de sites que não gostaria de ver nos resultados e, dessa forma, melhorar a sua pesquisa. Saiba como usá-la:

Passo 1. Instale a extensão Personal Blocklist no Chrome;

Instalando extensão no Chrome (Foto: Reprodução/Helito Bijora) — Foto: TechTudo

Passo 2. Note que a extensão adiciona um botão ao lado da Omnibox, a barra de tarefas do Chrome. Caso queira bloquear o domínio da página que está visitando, basta clicar sobre o ícone e, no menu que se abre posteriormente, clicar em ‘Bloquear domínio atual”;

Bloqueando domínio do site que está aberto (Foto: Reprodução/Helito Bijora) — Foto: TechTudo

Passo 3. Você também pode bloquear resultados enquanto realiza uma pesquisa no Google. Para isso, basta clicar em “Bloquear [domínio]”, logo abaixo do link que é disponibilizado. Os resultados referentes ao site bloqueado são imediatamente removidos da sua busca;

Bloqueando um resultado na página de pesquisa do Google (Foto: Reprodução/Helito Bijora) — Foto: TechTudo

Passo 4. Para desbloquear ou editar um site, primeiro abra o menu da extensão clicando sobre o ícone que fica ao lado da Omnibox. Na coluna à esquerda da lista de domínios bloqueados, há a opção “Desbloquear”. Clique sobre ela para desfazer o bloqueio;

Passo 5. Editando um domínio, você pode ser ainda mais preciso e bloquear apenas o subdomínio de um site. É possível, por exemplo, ocultar a exibição dos resultados de “answers.microsoft.com”, caso queira excluir apenas o fórum da Microsoft das suas buscas;

Passo 6. Após configurar sua lista de bloqueio e realizar uma pesquisa no Google, irá surgir - logo abaixo da lista de resultados - uma mensagem. Ela será exibida caso algum resultado tenha sido bloqueado pela extensão. Lembrando que é possível clicar em “mostrar” para ver o que foi ocultado das suas buscas sem que seja preciso desbloquear o site.

Mensagem informa se algum resultado foi bloqueado (Foto: Reprodução/Helito Bijora) — Foto: TechTudo

Pronto! Se você usa o Chrome como navegador principal, a extensão Personal Blocklist provavelmente vai figurar na lista de complementos indispensáveis. Com o tempo, você poderá identificar e bloquear os sites que não acrescentam em nada nas suas pesquisas.

Mais do TechTudo