Por Renato Bazan; Para O TechTudo


Diablo 3, o popular game da Blizzard, ganhará em breve a expansão Reaper of Souls. O TechTudo entrevistou Jonny Ebbert, game designer sênior do jogo, que falou sobre as novidades do conteúdo e sobre a versão de Diablo 3 para PlayStation 4. Confira:

Jonny Ebbert (Foto: Renato Bazam / TechTudo) — Foto: TechTudo

Atualmente, Ebbert trabalha em “Reaper of Souls”, após um longo período de adaptação do jogo para os consoles da atual geração. Ele atentou para o fato de não poder dar muita corda no assunto até que aconteça a feira da Blizzard, a BlizzCon, em duas semanas, mas adiantou algumas informações instigantes.

“Reaper of Souls” se passará pouco tempo após os eventos de Diablo 3, e terá seu enredo desenvolvido em torno da Soulstone negra, que aprisinou as almas dos Males Primordiais. Com roteiro escrito por Chris Metzen e direção de Josh Mosqueira, o pacote de expansão trará um novo ato - Westmarch, uma cidade gótica abandonada - e um novo personagem de estilo corpo-a-corpo - o Cruzado, que muito lembra o Paladino de Diablo 2. O vilão do novo arco de enredo será o anjo caído Malthael, que enlouqueceu durante os eventos em Harrogath e agora deseja livrar o mundo dos humanos.

Na parte da jogabilidade, uma série de mudanças serão implementadas para melhorar a vida útil do jogo. Em primeiríssimo lugar, o sistema de recompensas foi redesenhado para dar menos itens, mas que valham mais o esforço do jogador. Para quem já terminou o jogo, uma série de “Nephalem Rifts” funcionarão como portais para zonas de altos perigos e tesouros, e um “Modo Aventura” ainda não explicado promete colocar os jogadores em competição constante. Um novo artesão, o “Místico”, e uma nova jóia, o diamante, prometem aumentar as possibilidades de customização dos itens, e centenas de novas quests ocuparão muito mais tempo dos jogadores.

Reaper of Souls é a expansão de Diablo 3 (Foto: Reprodução) (Foto: Reaper of Souls é a expansão de Diablo 3 (Foto: Reprodução)) — Foto: TechTudo

A remoção da Casa de Leilões, já agendada para o PC, será realidade desde o primeiro momento no PS4. Ebbert explica o porquê: “A gente quis criar um ambiente seguro para que os jogadores pudessem trocar seus itens, mas ela acabou se tornando o caminho principal para encontrar as coisas. Depois de muito tempo e deliberação, chegamos à conclusão de que isso não era o que queríamos. Por isso estamos removendo-a”. Desde então, conta ele, a grande maioria deu respostas positivas à decisão.

O jogo renovado sairá para o PS4 e PC em algum momento de 2014, e aproveitará o controle sensível a toque do PS4 para navegação de menus e “outras surpresas”. Ele promete um lançamento muito menos doloroso que o do jogo original, mas mantém que a versão de PC ainda exigirá uma conexão com a Internet a todos os momentos. Sobre a possibilidade de vê-lo transportado para o Xbox One, Ebbert é claro: “Nada foi descartado, mas o acordo com a Sony foi muito positivo. Nós não estamos falando sobre o Xbox One agora, nem mesmo internamente”. Por fim, ele alerta: “Muito será revelado na BlizzCon. Fiquem atentos”.

Mais do TechTudo