Publicidade

Por Milena Pereira; da Redação


Assim como a Yahoo anunciou em junho deste ano, agora é a vez de a Microsoft confirmar a adoção da reutilização das contas de e-mails de seus usuários. De fato, não se trata de uma novidade da marca, já que a mesma adotou a política por anos no Hotmail. No entanto, agora outros serviços da empresa também foram afetados, como o Windows Live ID e o Outlook.com.

Outlook.com: o substituto do Hotmail. (Foto: Reprodução) (Foto: Outlook.com: o substituto do Hotmail. (Foto: Reprodução)) — Foto: TechTudo

Em síntese, tal mudança significa que os nomes de usuários deletados poderão voltar a ser utilizados pela Microsoft. Segundo declaração dada pela marca ao portal holandês Webwereld, "Estas contas de e-mail são colocadas automaticamente na fila para serem excluído de nossos servidores. Então, depois de 360 ​​dias, o nome da conta de e-mail fica disponível novamente".

De acordo com o Contrato de Serviços da Microsoft, "Os serviços da marca Microsoft exigem que você entre na sua conta da Microsoft periodicamente, a cada 270 dias no mínimo, para manter ativa a parte dos serviços da marca Microsoft, a menos que fornecida como oferta de uma parte paga dos serviços. Se você não entrar durante esse período, poderemos cancelar o seu acesso aos serviços da marca Microsoft. Se os serviços da marca Microsoft forem cancelados pelo fato de você não entrar na conta durante esse período, os seus dados poderão ser definitivamente excluídos dos nossos servidores."

A política de reciclagem de contas tem sido alvo de constantes críticas por conta dos riscos apresentados à privacidade e segurança de dados. Recentemente, alguns usuários da Yahoo receberam e-mails que deveriam, na verdade, ser destinados aos antigos titulares da conta. O risco que agora abate os usuários da Microsoft, não preocupa, porém, aqueles que têm conta no Gmail. O Google, declarou que não deve reciclar os endereços de e-mail de seus usuários, ainda que o proprietário da conta opte por apagá-la.

Dúvidas sobre tecnologia? Pergunte no Fórum TechTudo!

Mais do TechTudo