Por João Kurtz; Para O TechTudo


Um texto da comunicação interna vazado do Yahoo! revela que os funcionários da empresa estão resistindo ao novo sistema de e-mail, que foi reformulado em outubro. Segundo a mensagem, só 25% dos empregados adotaram o novo Yahoo! Mail como e-mail corporativo.

O comunicado é escrito com ironia e assinado pelo vice-presidente sênior de produtos de comunicação da empresa, Jeff Bonforte, e pelo vice-presidente de TI, Randy Roumillat.

“Nós claramente falhamos em fazer com que nossos funcionários usem o Yahoo Mail”, dizem.

Yahoo! Mail está de cara nova, parecido com Gmail, do Google (Foto: Reprodução/Yahoo) — Foto: TechTudo

O texto aponta que já é hora dos outros 75% fazerem a mudança, alegando que isto daria maior feedback para a equipe que criou o Yahoo! Mail, além de ser “uma questão de princípios usar os produtos que nós mesmos fazemos (e o mesmo vale para buscas)”, diz o comunicado.

A mensagem também dá pistas dos próximos recursos que serão integrados ao sistema: “eu estou animado especialmente devido à nova função que vamos lançar nos próximos dias, sugestões automáticas inteligentes, criadas pelo time da Xobni [um serviço de catálogo inteligente para e-mails comprado pelo Yahoo em julho]", completou a dupla de executivos.

Os empregados da empresa continuam usando o Microsoft Outlook, o que é visto com desdém pelo comunicado, que alerta que este software não é “um nirvana glorioso da comunicação” e faz um alerta pedindo para que não se confunda “produtividade” e "design” com “famliaridade”.

“Nós podemos admirar a sobrevivencia [do Outlook], um anacronismo da já encerrada década de 90, um programa pré-web ...", segue o texto, depreciando o software de e-mail da Microsoft.

A atualização do Yahoo! Mail, ocorrida no início de outubro, deixou muitos usuários indignados devido à grande semelhança com o rival Gmail, do Google. Além disso, o sistema apresentava diversos bugs, como o desaparecimento de mensagens e contatos, além de recursos que não funcionavam, como o salvamento automático e apagar rascunhos. Porém, ainda é possível voltar a usar a versão anterior, nem que seja apenas no visual; basta seguir este tutorial.

Mais do TechTudo