Por Da Redação; Para O TechTudo


Depois de tanta polêmica, o Lulu alterou a sua política de uso. A rede social informou que os perfis dos usuários cadastrados automaticamente por meio de dados do Facebook não estarão mais disponíveis, a partir desta segunda-feira (16). Agora, rapazes que não queriam ser avaliados não precisam mais se descadastrar, como acontecia anteriormente.

Lulu, o aplicativo que deu o que falar, muda sua política de uso e(Foto: Reprodução/Lívia Dâmaso) — Foto: TechTudo

Apesar da prática antiga parecer invasiva, o Facebook permite este tipo de operação e o aplicativo cumpre as leis locais. Porém, a prática agora é inversa: o homem que quiser receber avaliações e saber o que as mulheres pensam sobre seu desempenho terão que se cadastrar no app. Para ter o perfil disponibilizado no Lulu, o rapaz deve baixar o aplicativo – disponível para Android e iOS – em seu dispositivo.

Qual é a hashtag mais bizarra do Lulu? Ria com as sugestões no Fórum do TechTudo

O Lulu preparou, ainda, um presente de Natal para os garotos: o app permitirá que eles consigam acompanhar com detalhes todas as notas dadas pelas usuárias até o dia 25 de dezembro, por meio do site BonsPartidosNoLulu.com.br. Antes disso, os homens só conseguiam ver algumas informações básicas, como o número de visualizações do seu perfil. Após o Natal, a página sairá do ar.

Mais do TechTudo