Publicidade

Por Da Redação; Para O TechTudo


No cinema, o script é um texto contendo uma série de instruções para serem seguidas por atores, produção e demais envolvidos. No computador, funciona de forma parecida: o script é uma série de instruções para que a máquina execute determinadas tarefas segundo programado. A linguagem de programação é baseada em linhas de código, em que é possível, por exemplo, utilizar um script para contar quantos visitantes entram em um site diariamente ou especificar de que lugar do mundo são.

Os scripts podem ser programados para infinitas funções, indo muito além das citadas acima. Se você já teve um blog, é bem possível que já tenha ouvido falar ou mesmo utilizado diversos deles para melhorar e customizar sua página, seja no visual, com efeitos de cor, ou até adicionando funções bastante úteis, como o já citado contador de visitas.

Exemplo de script; linhas de códigos para executar diversas ações no computador — Foto: TechTudo

Além disso, é possível programar diversos efeitos que tornam a navegação mais interessante, como um mouse diferente ou músicas sendo reproduzidas em determinadas partes de um site. No Orkut, por exemplo, esse efeito figurava muitas vezes no mural de recado de muita gente. Mas não são só em sites que se utilizam scripts. Todos os programas para computadores já feitos se baseiam em linhas de códigos que executam diversas tarefas, desde jogos até antivírus.

Os scripts provém de sequências de códigos de uma linguagem de programação, sendo as mais utilizadas: ActionScript, JavaScript, Lua, PHP, Python, ShellScript, Ruby, VBScript e C++. Uma outra plataforma de script bem conhecida é a DOS, a famosa matriz de origem do Windows, o “cmd” do Windows 7. Você pode editá-los em qualquer ferramenta de texto, como o Bloco de Notas, mas, para vê-los funcionando, precisará de uma ferramenta dedicada para interpretá-los, como um navegador.

Basicamente todo site faz uso de scripts, e a incrível interatividade que existe hoje em dia provém em grande parte deles. Graças aos códigos, podemos realizar compras do outro lado do mundo e realizar buscas avançadas por toda a rede. Entretanto, muitos usuários mal intencionados utilizam esses códigos para invadir computadores ou roubarem dados bancários, criando vírus e outras espécies de malwares. Por isso a importância de uma navegação segura, evitando baixar programas suspeitos ou acessando sites maliciosos.

Para isso, uma boa dica é baixar o Guia de navegação segura no TechTudo Downloads. 

Mais do TechTudo