Publicidade

Por Da Redação; Para O TechTudo


A linha Asha é a aposta da Nokia para conquistar quem procura um celular básico e quer gastar pouco. Com configurações modestas e funções básicas, é possível facilmente encontrar modelos com preço abaixo dos R$ 300. No entanto, será que vale a pena comprar um celular Asha? O aparelho da Nokia pode te deixar na mão? Confira a análise do TechTudo.

Nokia Asha 502 (Foto: Allan Melo / TechTudo) — Foto: TechTudo

Que usuário sou eu?

Antes de comprar qualquer aparelho celular, é importante que o usuário reflita sobre as suas necessidades. O que deseja de um telefone? Quais funções são mais importantes? Em que momentos do dia irá usá-lo? Essas são algumas questões essenciais para não jogar dinheiro fora comprando um celular que tem funções e desempenhos insatisfatórios, ou gastando demais em um aparelho que possui inúmeras funções que não serão úteis. Com as respostas dessas perguntas em mente, é possível fazer uma análise mais adequada.

Sistema operacional e funcionalidades

Em primeiro lugar, é preciso destacar que os celulares da linha Asha são bastante simples e possuem um sistema não muito complexo, ao contrário dos smartphones com o Android, Windows Phone e iOS, por exemplo. Por essa razão, um telefone Asha é recomendado para quem quer acessar rapidamente a Internet ou as principais redes sociais do mercado, como Facebook, Twitter e Orkut.

Nokia Asha 310 vem equipado com sistema S40 e conectividade Wi-Fi (Foto: Divulgação/Nokia) — Foto: TechTudo

Atualmente, há duas versões de sistemas em aparelhos da linha. A primeira, a S40, é um pouco mais antiga, com elementos inspirados no antigo Symbian. No geral, ela consegue atender muito bem aos usuários com um nível de exigência pequeno, já que traz ferramentas úteis como calendário, agenda, calculadora e alguns poucos joguinhos. O S40 pode ser encontrado nos primeiros aparelhos da linha, como os Ashas 201, 205, 308, 311, entre outros.

Vale a pena investir alto em um celular? Dê sua opinião no fórum do TechTudo!

Já a Plataforma Asha é o sistema operacional lançado pela Nokia no último ano e que está presente nos novos telefones. Ainda que seja bastante simples, o novo sistema traz algumas melhorias e visual inspirado no Windows Phone. Com ele, por exemplo, é possível ter acesso a notificações de redes sociais, aplicativos e alertas de atividades, além das funções básicas já citadas. Além disso, a loja de aplicativos dessa nova plataforma traz algumas opções exclusivas e bastante interessantes. Atualmente, esse sistema pode ser encontrado no Brasil somente no Asha 501, mas lá fora presente no Asha 502 também.

Versões dual-chip e single SIM

Para quem gosta de ter dois números de operadoras, a linha Asha traz ainda diversos modelos com entrada para dois chips. Com isso, é possível economizar não só na compra do aparelho, mas também usar a operadora com melhor tarifa.

Desempenho

Como são voltados para um uso bastante básico, os telefones da linha Asha apresentam especificações modestas, mas suficientes para garantir um bom funcionamento. No entanto, os usuários precisam estar atentos a dois quesitos fundamentais: conectividade e armazenamento.

Em primeiro lugar, é preciso observar se o Asha escolhido possui apenas a conexão 3G, somente a Wi-Fi ou ambas. Um aparelho com conexão 3G, por exemplo, é recomendado para quem quer acessar a Internet na rua, em qualquer horário e não possui rede sem fio em casa. No entanto, esse tipo de acesso é, normalmente, mais lento e exige que o usuário assine um pacote de dados com a operadora ou pague um daqueles planos pré-pagos.

Já os telefones Asha com somente Wi-Fi são recomendados, justamente, para o tipo contrário de usuários: os que só acessam a Internet em casa ou no trabalho por meio de redes sem fio, buscam maior velocidade e não querem pagar planos 3G às operadoras. Entretanto, é importante destacar que os aparelhos da linha Asha com Wi-Fi podem acessar a Internet pela rede 2G, que possui velocidade muito inferior ao 3G.

No quesito armazenamento, os Asha chegam com pouquíssima memória interna, mas acompanhados de cartões de memória de até 4 GB. O espaço deve ser suficiente para usuários que desejam carregar alguns arquivos de músicas, fotos e vídeos, além de instalar poucos apps. No entanto, os mais exigentes podem comprar um cartão microSD separadamente para aumentar a capacidade, observando a expansão máxima suportada pelo aparelho.

Os dispositivos chegam ainda com câmeras bastante simples, não ultrapassando os 3,2 megapixels e, na maioria das vezes, sem flash para fotos noturnas. No entanto, algo que deve agradar bastante os usuários é a duração da bateria. O Asha 501, por exemplo, pode durar até 48 dias em descanso longe das tomadas. O desempenho durante o uso também não decepciona.

Loja de aplicativos

Embora não tenha uma quantidade de apps comparável ao Android, iOS ou até mesmo ao Windows Phone, a loja de aplicativos da linha Asha oferece algumas opções bastante interessantes. Para começar, os aparelhos vêm acompanhados com 40 jogos da EA Games, disponíveis gratuitamente para download. Além disso, os telefones já vêm com o Facebook e Twitter pré-instalados.

Asha 205 é uma opção com teclado QWERTY e tecla dedicada ao Facebook (Foto: Divulgação/Nokia) — Foto: TechTudo

Já a loja de aplicativo conta com alguns apps e jogos bastante conhecidos, como o WhatsApp, Here MapsLine, Foursquare, LinkedIn, Opera, Plants vs Zombies. Outra excelente opção disponível é o Instagraph, app importado do Windows Phone e o único capaz de publicar fotos no Instagram - rede social de imagens com filtro. Com ele, não é possível ver a timeline e nem receber notificações. No entanto, o usuário pode acessá-la facilmente por meio da versão web do serviço.

Preços

No geral, os preços dos aparelhos da linha Asha são bastante convidativos. Em uma pesquisa rápida no buscador Zoom, é possível encontrar diferentes modelos da linha com preços iniciais entre R$ 165 e R$ 289. O valor é razoável para um celular multimídia, com algumas funções e características importadas dos smartphones, mas com uso bastante simples. Sendo assim, se o seu desejo é economizar, pesquise bastante em lojas online e físicas para garantir um preço justo e não fechar um mau negócio.

Afinal, vale a pena?

Depende! Como na maior parte das análises de produtos, não é fácil dizer exatamente se um produto vale ou não a pena. Antes de comprar, o melhor a se fazer é pensar no tipo de uso que você quer dar ao seu aparelho. Se você quer fazer ligações, enviar mensagens, usar aplicativos básicos e ouvir música, um aparelho Asha certamente será uma boa escolha.

Asha 501 vem equipado com novo sistema e bateria com duração de 48 horas (Foto: Divulgação/Nokia) — Foto: TechTudo

Caso você seja um pouco mais exigente, procure um aparelho com a nova plataforma da linha, como o Asha 501 ou aguarde os 500, 502 e 503, que devem chegar em breve por aqui. Como se tratam de aparelhos mais recentes e com plataforma mais robusta, é provável que os desenvolvedores deem maior atenção aos novos dispositivos.

Por fim, se você busca uma experiência mais completa, com acesso a todas as redes sociais, principais aplicativos e games do mercado e desempenho mais robusto, a melhor escolha deve ser um smartphone. Nesse caso, há ótimas opções como o Nokia Lumia 520, com preço a partir de R$ 372, e o Motorola Moto G, com valor inicial de R$ 571.

Mais do TechTudo