Por Da Redação; Para O TechTudo


A Stoic, empresa que desenvolveu The Banner Saga, está sendo processada pela King.com, desenvolvedora do game Candy Crush Saga. O motivo: a confusão que o uso do termo “saga” no nome do game pode causar aos jogadores, que poderiam achar que se trata de um título da King.com.

The Banner Saga, game de RPG estratégico, pode ter que mudar de nome. (Foto: Divulgação) — Foto: TechTudo

O processo foi aberto dia 27 de dezembro no escritório de patentes e marcas registradas dos Estados Unidos. A King.com alega ter 13 diferentes produtos registrados com o termo “Saga”, e que, com isso, a Stoic não poderia usar a palavra em seu jogo, ainda que os games sejam completamente distintos – Candy Crush é um quebra-cabeça e The Banner Saga um RPG estratégico.

“Essa é uma questão importante, pois nós já temos uma série de jogos onde ‘Saga’ é um termo chave pelo qual nossos jogadores associam à um game da King.”, disse um porta-voz da King.com ao site Kotaku. “Todos esses títulos [como Candy Crush Saga, Pet Rescue Saga e Papa Pear Saga] já tiveram problemas com clones por causa da marca e direitos autorais”.

Candy Crush (Foto: Divulgação) — Foto: TechTudo

“Nós não temos a preocupação de que Banner Saga está tentando se aproveitar de nossas marcas ou conteúdos”, disse ainda o porta-voz. “Entretanto, como qualquer empresa prudente, nós temos que dar os devidos passos para proteger nossas propriedades intelectuais, tanto agora como no futuro”, completou.

Desde o início da semana a King.com tem dado o que falar, já que haviam obtido os direitos sobre a marca “Candy”. Segundo a empresa, o único objetivo seria o de impedir que clones de Candy Crush Saga se aproveitassem do famoso nome. No entanto, o primeiro jogo a sofrer com essa decisão foi um game chamado Candy Casino Slots, que nada tem a ver com o quebra-cabeça da King.com.

Via Kotaku

Mais do TechTudo