Por Da Redação; do MWC 2014


Depois de longa campanha publicitária nas redes sociais, com teaser atrás de teaser, a Huawei, enfim, revelou os seus mistérios no MWC 2014: o smartphone Ascend G6, dois tablets, MediaPad X1 e M1, o hotspot E5786 e a maior surpresa: uma pulseira inteligente chamada TalkBand.

Huawei apresenta novidades no MWC 2014 (Foto: Isadora Díaz/TechTudo) — Foto: TechTudo

Muitas frases de efeito, como “Viva sem fronteiras”, “estamos prontos para surpreender o mundo novamente” e “desbloqueie possibilidades” foram utilizadas na divulgação – e todo o “hype” criado foi levado para o evento, mas nem todos os lançamentos empolgaram. O grande destaque do dia foi mesmo a TalkBand, mas o "tabletfone" X1 também impressionou.

Hotspot: E5786

Seguindo os moldes tradicionais das conferências, primeiro foram apresentados alguns números e conceitos, para só então os gadgets serem revelados. O primeiro deles foi o hotspot E5786. Pode ser conectado a 10 aparelhos, tem 10 horas de bateria (3000 mAh), processador Cortex A9 e suporte aos padrões 802.11a/b/g/n e 802.11ac.

Hotspot Huawei E5786: o mais rápido do mundo (Foto: Isadora Díaz/TechTudo) — Foto: TechTudo

Segundo a Huawei, é o hotspot WiFi mais rápido do mundo e pode baixar um filme em HD em menos de 30 segundos, com velocidades de até 300Mbps download e 100Mbps de upload. Ele também pode carregar outros dispositivos, possui conectividade via QR Code e também app para parear com os dispositivos móveis fabricados pela empresa.

Smartphone: Huawei Ascend G6

Um deles foi o celular Ascend G6. O novo smartphone tem tela de 4,5 polegadas com modesta resolução de 960 x 540 pixels. Não é um top de linha, tendo em vista as suas especificações. Segundo a empresa, é um aparelho voltado para o público jovem, que “gosta de compartilhar”. O visual é com bordas curvadas como o do P6.

Huawei Ascend G6 permite compartilhar conteúdo com toques (Foto: Isadora Díaz/TechTudo) — Foto: TechTudo

O processador é um quad-core de 1,2 GHz, a câmera traseira possui 8 megapixels e o sistema operacional ainda é Android 4.3 Jelly Bean. Os diferenciais dele são apenas a conectividade 4G, não comum aos smartphones intermediários, e principalmente a sua câmera frontal, com 5 megapixels.

Huawei Ascend G6 entra na onda dos 'selfiephones' (Foto: Isadora Díaz/TechTudo) — Foto: TechTudo

Ela é voltada para as populares “selfies”, com modo de pré-visualização da fotografia e recurso de “melhoria no rosto”, aumentando automaticamente a qualidade da imagem. Além disso, possui a possibilidade de se adicionar marcações às fotografias utilizando mensagens gravadas em áudio. Custará 249 euros.

Tablet de 8 polegadas: MediaPad M1

 Seguindo os moldes do Ascend G6, o MediaPad M1 é um tablet intermediário, voltado para o público mais econômico. Possui um hardware modesto – apesar de a sua tela de qualidade, com 8 polegadas e resolução 1280 x 800 pixels. O processador é quad-core de 1,6 GHz, tem bateria de 4800 mAh, câmera traseira de 5 megapixels e só 7,9 mm de espessura.

Ele tem acabamento em alumínio, painel frontal bem fino, câmera com lente 28mm wide, alto-falantes frontais e peso de somente 329 grama, além de compatibilidade com muitos formatos de vídeos. Seu Android é o 4.2.2. O preço é relativamente baixo: 299 euros. Não há informações de ele e seus companheiros chegarem à América por enquanto.

Tablet de 7 polegadas: MediaPad X1

Um tablet para concorrer com o Nexus 7 também foi lançado, o MediaPad X1. Ele já havia vazado na Internet alguns dias antes do evento, em uma rede social chinesa, e tem todas as especificações esperadas: display de 7 polegadas de 1920 x 1200 pixels (323 ppi), um processador quad-core de 1,6 GHz, 2 GB de RAM, 16 GB de armazenamento, 4G (de 16 bandas e download de até 150 Mbps) e bateria de 5000 mAh, a maior da categoria.

MediaPad X1 é o menor tablet (ou maior smartphone) do mundo (Foto: Isadora Díaz/TechTudo) — Foto: TechTudo

Com apenas 7.18mm de espessura, tem slot para cartão SIM e permite fazer chamadas e mandar mensagens, funcionando basicamente como um telefone. Tem ainda a potente câmera traseira de 13 megapixels com flash LED e a frontal de cinco megapixels como a do G6. O sistema operacional é que decepciona: Android 4.2.2. Mesmo assim, é um novo produto bem marcante da Huawei. Um headset Bluetooth foi apresentado com ele.

Richard Yu, CEO da Huawei, apresenta o tablet/smartphone MediaPad X1 (Foto: Isadora Díaz/TechTudo) — Foto: TechTudo

O tablet é 30% menor do que o iPad Mini e 16% do que o Nexus 7, sendo o mais leve dos três. É “ultra-compacto, ultra-fino e ultra-leve”, “o smartphone com maior tela do mundo e o tablet mais compacto do mundo”, com um layout arrojado e hardware avançado. Quase 80% da parte frontal do X1 é tela, com brilho de 515nits, também melhor do que a de toda a concorrência. O X1 foi o grande lançamento da Huawei, por 399 euros (16 GB). Confira nosso teste com o Huawei MediaPad X1.

MediaPad X1, como o Mate 2, também consegue recarregar outros smartphones (Foto: Isadora Díaz/TechTudo) — Foto: TechTudo

Pulseira inteligente: TalkBand

Mas a grande novidade da Huawei foi a TalkBand. Falava-se muito de um possível relógio, mas foi apresentada uma pulseira inteligente semelhante à Nike FuelBand em termos de visual. A funcionalidade diferente é que pode ser removida para fazer chamadas e depois colocada novamente no pulso. É flexível e fácil de ser plugada em portas USB.

TalkBand: a pulseira inteligente da Huawei (Foto: Isadora Díaz/TechTudo) — Foto: TechTudo

Ela também rastreia sua saúde e sono, é resistente a água e poeira e é feita com OLED curvilíneo de 1.4 polegadas, sem touchscreen. Além disso, é controlada por um aplicativo para celular, tem 7 horas de conversação, aguenta duas semanas em standby e possui pareamento via NFC e Bluetooth 4.1. Tem um display monocromático mostrando a hora.

TalkBand, a smart pulseira da Huawei, que praticamente comanda o X1 (Foto: Isadora Díaz/TechTudo) — Foto: TechTudo

É possível fazer e atender ligações pela smartband, organizar seu dia e ainda checar a saúde. É ideal para quem adquirir um X1, por exemplo, que é grande – e nada fácil para realizar ligações no dia a dia, no meio da rua. Será vendida em seis cores e terá preço baixo: apenas 99 euros, mas não funcionará com dispositivos de outras fabricantes.

*Colaboraram Thiago Barros e Fabrício Vitorino

Mais do TechTudo