Publicidade

Por Da Redação; do MWC 2014


A nova geração de relógios inteligentes da Samsung foi revelada pouco antes do Galaxy S5, e definitivamente a fabricante sul coreana entendeu quais erros cometeram na geração passada. Durante o MWC 2014 pudemos testar o Gear 2 e o Gear Fit, ambos os modelos que chegarão às lojas brasileiras a partir do dia 11 de abril. Veja como foram os testes e entenda a evolução.

Samsung Gear e Fit (Foto: Allan Melo/TechTudo) — Foto: TechTudo

A grande diferença entre essa e a antiga geração é o fato de os relógios não mais rodarem o Android. O Tizen, porém, mantém muitas características do sistema antigo, e a diferença é pouco perceptível pelo design. O desempenho e a resposta ao toque, entretanto, é muito superior, com funcionalidades mais polidas.

Nos recursos, o Samsung Gear Fit pode ser tratado como uma versão “light" do Gear 2. Porém, seus objetivos são bem distintos, e isso é totalmente refletido no design, mais voltado para atividades físicas. Ele possui certificado IP67, garantindo resistência à água e poeira, e é o primeiro relógio a fazer uso de uma tela flexível touchscreen, uma AMOLED de 1,84 polegadas com 432 x 128 pixels de resolução. 

Samsung Gear e Fit (Foto: Allan Melo/TechTudo) — Foto: TechTudo

Encaixado no pulso, suas dimensões agradam e se mostram harmônicas com a curvatura do braço. De frente, ele possui pouco mais de 2 cm de largura, quase 6 centímetro de altura e um centímetro de espessura, que consegue ser disfarçado pela pulseira e pelo design curvo (23,4 x 57,4 x 11,95 mm, para ser mais exato). 

Samsung vai superar a Apple com o Galaxy S5? Comente no Fórum do TechTudo

O resultado é um relógio bem leve (apenas 27 g) e fino o suficiente para se esconder com a manga de uma camisa masculina, sem criar volume algum. No geral, a sensação de usá-lo é a mesma sentida no uso de um relógio normal (sem ser os modelos de luxo, mais pesados). 

Samsung Gear e Fit (Foto: Allan Melo/TechTudo) — Foto: TechTudo

No uso costumeiro, entretanto, um detalhe incomoda: seu display só funciona em modo “horizontal”, o que o induz a uma utilização pouco costumeira, com o pulso voltado para frente ou para trás (e nunca de lado, como feito quando consultamos as horas de um relógio).

Nas funcionalidades, o Gear Fit tem tudo o que um smartwatch fitness poderia ter: giroscópio, acelerômetro, pedômetro, cronômetro, timer, relógio, player de música, sensor para monitorar batimentos cardíacos - que funcionou perfeitamente em todos os nossos testes -, e até um app que mede o tempo e a qualidade do sono. 

Samsung Gear e Fit (Foto: Allan Melo/TechTudo) — Foto: TechTudo

Além dos recursos voltados ao monitoramento da saúde, o Fit pode ganhar mais funções com apps de terceiros. Mas por padrão ele já consegue receber notificações de e-mails, SMS, mostrar a previsão do tempo e, caso seu smartphone receba uma ligação, mostrar quem fez a chamada.

Falando nisso, a ausência de um microfone e um altofalante o impedem de atender ou realizar ligações, assim como enviar comandos para o telefone via S Voice.

O Samsung Gear 2, por outro lado, aposta em mais funcionalidades. Posicionado pela fabricante coreana como um relógio de luxo, o smartwatch vem com uma pulseira fixa, mas vendida em três opções nas cores: preto, marrom e laranja.

Samsung Gear e Fit (Foto: Allan Melo/TechTudo) — Foto: TechTudo

Diferentemente do Fit, o formato da tela é quadrado e tradicional, com um display de 1.63 polegadas Super AMOLED, com resolução de 320 x 320 pixels. Ele tem 4GB de memória interna e vai além do que o Fit é capaz de fazer (com exceção de ser resistente à água e poeira).

O Gear 2 traz uma pequena câmera para fotos, na pulseira, muito mais discreta que a da geração anterior. E assim como o Gear 1, ele pode ser usado para atender e realizar ligações, sem que seja necessário encostar no telefone. De fato, não pudemos testar esta função, mas foi difícil não notar o quão estranho foi ver executivos falando com o relógio pelos corredores da feira.

Samsung Gear e Fit (Foto: Allan Melo/TechTudo) — Foto: TechTudo

Além do design novo, do Tizen e da performance melhorada, ele agora também vem com o monitor cardíaco. E, ainda, um sensor infravermelho traz a função de controle remoto, funcional com TVs de qualquer marca. De fato, um tremendo relógio, mas a própria Samsung reconhece que não é todo mundo que acha graça nele.   

Samsung Gear e Fit (Foto: Allan Melo/TechTudo) — Foto: TechTudo

Mais do TechTudo