Publicidade

Por Da Redação; Para O TechTudo


Um protótipo muito curioso de uma língua eletrônica foi apresentado pela revista científica especializada Food Chemistry. Criado por cientistas espanhóis, o órgão artificial consegue distinguir o sabor de diversos tipos de cerveja com precisão de 82%. Inicialmente, a tecnologia será empregado em um robô humanoide.

Puro luxo: motoristas já podem imprimir modelos 3D de carros exclusivos
Língua eletrônica que identifica sabor de cervejas será aplicada em robôs (Foto: Allan Mello/TechTudo)
O funcionamento do protótipo está ligado aos seus 21 eletrodos iônicos, capazes de reagir a diferentes tipos de substâncias, entre elas amônia, sódio, nitratos ou cloretos. Em sua primeira etapa de testes, o curioso protótipo será integrado em um robô humanoide que, por sua vez, enviará seus resultados para serem analisados por um computador que também será responsável pelo processo de aprendizado supervisionado.

O que seria necessário para criar um ciborgue? Comente sobre o caso no Fórum

Segundo os cientistas, a tecnologia foi desenvolvida de acordo com o funcionamento da língua humana e das papilas ultrassensíveis. “O conceito da língua eletrônica consiste em utilizar uma paleta de sensores genéricos que reage a uma série de componentes químicos determinados”, disse em comunicado oficial o químico da universidade autônoma de Barcelona, Manel del Valle.

O dispositivo foi capaz de diferenciar os principais tipos de cervejas vendidos no mercado e que foram utilizadas nos testes, tendo taxa de acertos em 81,9%. No entanto, o órgão artificial não é capaz de reconhecer bebidas das quais ela não possua sua assinatura digital, uma grande prova de sua confiabilidade de programação, segundo os cientistas.

Via EM

Mais do TechTudo