Publicidade

Por Da Redação; Para O TechTudo


As telas de smartphones evoluíram e passaram a ser uma das características mais importantes que os consumidores levam em consideração ao comprar um novo aparelho. Com tantas opções de tamanhos e tecnologias, como definir qual é o mais adequado para você? Pensando nisso, o TechTudo fez uma lista com alguns pontos que devem ser levados em consideração antes de adquirir o seu próximo gadget. Há opções com Android, iOS e Windows Phone. Confira!

G Pro (3º de cima para baixo) com rivais iPhone 4, S4, Nexus 7 e iPad 3 (Foto: TechTudo / Luciana Maline) — Foto: TechTudo

- Tamanho físico:

Os smartphones costumam ter telas de ao menos três polegadas, e no máximo um pouco mais de seis (o que os aproxima do conceito de foblets). Dentre tantas opções, o tamanho físico é fundamental para que o usuário se adapte a um aparelho. Afinal, se a operação diária nele for desconfortável, não importa o quão tecnológico ele seja: você vai detestá-lo.

Para tal, é preciso prestar a atenção em como o tamanho físico da tela se relaciona com todo o modo de segurar o telefone. Primeiro, é necessário verificar a forma como ele se encaixa no rosto para ligar e o “grip”, ou seja, a empunhadura, ao segurá-lo. Vale visitar lojas de operadoras e segurar alguns telefones na mão, analisando também se ele é confortável de ser usado com as duas mãos, na vertical e na horizontal, para digitar e ver vídeos, por exemplo.

Os telefones com tela menor costumam ser mais fáceis de manusear com apenas uma das mãos e bons para guardar no bolso da calça, porém perdem quando o assunto é navegação, em modo paisagem e também em digitação. Já os foblets são ideais para serem colocados no bolso do paletó ou até mesmo em bolsas e mochilas, mas operações com apenas uma das mãos, apesar de viáveis, podem causar algumas dores (LER) na mão.

- Intuito de operação:

Além do modo de segurar e da forma de levar o celular para todos os lugares, a tela tem ainda uma participação decisiva nos recursos do aparelho que você vai precisar. Para quem trabalha com documentos e planilhas, por exemplo, é recomendável ter um display muito maior.

Uma tela com, pelo menos, 5 polegadas, é o ideal. Afinal, é melhor para usar no modo de paisagem (na horizontal), com mais facilidade para digitar e editar documentos. O mesmo tamanho é indicado para quem gosta de jogar, pois os controles na posição horizontal ficam muito mais fáceis de operar, e os dedos não atrapalham a visualização do que se passa na tela.

Apps e opções do Galaxy Note 3 (Foto: Isadora Diaz/TechTudo) — Foto: TechTudo

Para quem gosta de fazer tudo ao mesmo tempo, também é legal ter uma tela com uma dimensão maior. Há aparelhos, como os da linha Galaxy Note, que têm “multijanelas”, ou seja, permitem abrir dois apps dividindo o espaço da tela. Para trabalhar assim, ter um display grande é bem melhor.

Já para quem apenas utiliza redes sociais, games casuais (tipo Candy Crush), ou lê um e-mail ou outro e gosta de ouvir músicas e ver vídeos no YouTube, não é preciso tanto. Smartphones com telas entre 3,5 e 5 polegadas já estão de ótimo tamanho. É possível encontrar boas opções, baratas, com telas pequenas e suficientes para isso.

 - Resolução do display:

Número de Pixels, PPIs, SD ou HD, etc. Tudo isso importa muito, mas nem sempre é necessário ter a melhor qualidade de imagem possível. Obviamente, um telefone com resolução Full HD será capaz de exibir vídeos e jogos em alta definição completa, mas uma tela HD (720p) pode suprir esta necessidade tranquilamente.

Qual é o seu celular? Está satisfeito com ele?  Comente no Fórum do TechTudo

O Full HD, curiosamente, é ótimo para um ponto que muita gente “não dá nada”: leitura. Afinal, o Full HD é muito mais nítido em telas menores do que nas maiores. Ter uma boa definição é fundamental para que se consiga ler textos sem precisar forçar os olhos. Mas se a tela for HD e seu tamanho for abaixo de 4,8 polegadas, a experiência de leitura ainda será boa. Foblets com tela HD, para leitura, entretanto, não são recomendados. Isso porque, apesar delas terem a mesma resolução, a qualidade de pixels por polegada vai diminuir. Ou seja: nem sempre uma telona HD é a de melhor qualidade. É preciso ter atenção ao número de pixels, e não só ao tamanho.

As telas que nem tem HD servem somente para uso casual, mas não são um bom investimento. Ler fica bastante complicado, e as imagens de filmes podem acabar ficando borradas ou demasiadamente pixeladas. Os jogos também não terão a mesma qualidade e o seu entretenimento perderá boa parte da graça.

Confira abaixo algumas dicas de telas para cada perfil:

Tabela

Trabalho com Documentos e Planilhas A partir de 5,5 polegadas Full HD 
Multitarefas A partir de 5 polegadas HD ou Full HD 
Vídeos e Jogos A partir de 4,5 polegadas HD ou Full HD 
Portabilidade e uso básico A partir de 4 polegadas HD 
Econômicos  A partir de 4 polegadas SD 

Confira também alguns smartphones que se encaixem nos perfis:

Tabela

Trabalho com Documentos e Planilhas Lumia 1520, Note 3 e G Pro 2 
Multitarefas LG G2 e Galaxy S5 
Vídeos e Jogos  Lumia 1020, Optimus G2, iPhone 5S e Xperia Z2 
Portabilidade e uso básico  iPhone 5C, Moto G, Moto X e BlackBerry Z10 
Econômicos  Lumia 520 e Xperia L 
Mais do TechTudo