Publicidade

Por Fonte; Para O TechTudo


Os smartphones estão sendo cada vez mais usados e por isso tem apresentado um desgaste maior e mais frequente na carga de suas baterias. Isso obriga os usuários a buscarem constantemente por tomadas ou a utilizarem baterias extras. Pensando nisso o TechTudo organizou uma série de dicas com o objetivo de ajudar a encontrar a bateria portátil ideal para o seu smartphone.

Baterias portáteis têm sido uma boa solução para recarregar smartphones (Foto: Reprodução/Flirck - Headlines & Heroes) — Foto: TechTudo

A capacidade de carga

A especificação de miliampère-hora (mAh) de baterias indica a quantidade máxima de energia que suas cargas poderão receber.  Desta forma, quanto maiores forem estes valores, maior será a capacidade de suas cargas. Assim, a primeira coisa a se levar em conta antes de comprar uma bateria portátil é observar se os valores totais de sua carga superam a capacidade indicada na bateria do telefone.

Indicada na especificação da bateria, a quantidade de miliampère-hora (mAh) determina a capacidade de sua carga (Foto: Reprodução/TechTudo - Allan Melo) — Foto: TechTudo

O tempo de duração da bateria dos smartphones se relaciona com o consumo de miliampère (mA) que o aparelho faz durante o seu uso. Este gasto está diretamente relacionado com os recursos que estiverem acionados e utilizados.No entanto, no caso das baterias portáteis acontece um desperdício de energia durante a recarga dos dispositivos, pois há um gasto de miliampère no processo de transferência de energia.

Desta forma, carregar gadgets que se mantenham ligados poderá diminuir o rendimento da bateria portátil, fazendo com que na prática, o acessório só transfira uma parcela da energia em mAh que suas especificações indicam.

Custando em torno de R$ 500, a iSound Portable Power Max 4590 possui 16.000 mAh e cinco saídas USB (Foto: Divulgação/iSound) — Foto: TechTudo

A potência da bateria

É importante escolher uma bateria portátil que possua uma potência de saída de energia, indicada pelos valores especificados em Watts (W), igual ou maior do que a potência de carregamento do smartphone.

Se a corrente elétrica que sai da bateria portátil for menor do que aquela necessária para carregar o gadget, o dispositivo não será carregado. Porém, quanto maior for o valor desta corrente, mais rápida poderá ser feito a recarga da bateria do aparelho.

A potência de transferência de energia do aparelho em Watt poderá ser calculadas com a multiplicação dos valores em Volts e ampères em suas especificações (Foto: Reprodução/TechTudo - José Telmo) — Foto: TechTudo

Tanto a potência de saída quanto a de entrada de energia, também conhecidas como output ou input, respectivamente, poderão ser calculadas com a multiplicação dos valores em Volts (V) e ampères (A), indicados na bateria, no carregador ou nos manuais dos gadgets. Caso não seja possível encontrar estes valores, busque as especificações no site do fabricante ou na assistência técnica.

A vida útil

Lembrando-se da perda de energia que a bateria externa apresenta ao transferir suas quantias de mAh para os smartphones, é importante que seus usuários também avaliem o seu ciclo de carga. Também conhecido como vida útil, este ciclo pode ser calculado pela comparação entre os valores de mAh da sua capacidade de carga da bateria portátil com a indicação de mAh nas especificações da bateria do aparelho.

Com 3.000 mAh, o Innergie PocketCell é uma bateria portátil pequena, leve e prática (Foto: Divulgação/Innergie) — Foto: TechTudo

Caso você recarregue a carga de seu smartphone com a bateria externa com o dispositivo ligado, o desgaste de seu ciclo de carga será muito maior. Para estimar esta queda na vida útil do acessório, divida a capacidade da bateria em mAh pelo valor do consumo de energia do smartphone em mA.

Apesar de a energia consumida pelos celulares poder variar drasticamente durante o seu uso, o resultado determina a provável vida útil da bateria portátil, indicando uma estimativa da duração de sua carga.

Preço, peso e praticidade

Além destas análises de desempenho da bateria externa, é importante avaliar também os seus objetivos na utilização da bateria externa. É bom lembrar que, dependendo da tecnologia deste acessório, a sua capacidade de carga em mAh poderá ter uma relação direta com o seu peso.

Contando com 4.000 mAh, o MiPow SP4000A pode carregar até dois aparelhos ao mesmo tempo (Foto: Divulgação/MiPow) — Foto: TechTudo

O usuário também precisa analisar se utilizará a bateria externa para recarregar somente o smartphone ou também outros gadgets, sendo por isso necessário avaliar a potência da corrente elétrica de output e a quantidade de plugs de saída que a bateria externa possui.

Essas questões também precisam ser analisadas junto ao preço de marcas de baterias portáteis confiáveis e consolidadas no mercado, que poderão variar entre R$ 300 e R$ 1000.As noções de custo-benefício devem ser avaliadas junto da possibilidade de você andar com um carregador sobressalente para plugar o smartphone em tomadas disponíveis durante o seu dia-a-dia.

Mais do TechTudo