Por Da Redação; Para O TechTudo


A Motorola manterá o Android quase puro em seus próximos lançamentos, seguindo a linha adotada pelo Google mesmo após a venda da companhia para a Lenovo. A declaração veio do vice-presidente de gerenciamento de produtos da Motorola Mobility, Punit Soni, em hangout aberto realizado nesta quarta-feira (23).

Moto X e Moto G lado a lado: usuário da Nextel terão uma ajuda a mais quando estiverem descobertos (Foto: Luciana Maline/TechTudo) — Foto: TechTudo

Ao ser perguntado sobre a manutenção do Android com poucas modificações nas próximas gerações do Moto X e Moto G, o executivo foi categórico. “A resposta é sim. A premissa central da nossa estratégia de software é usar Android puro para oferecer a melhor experiência para o usuário. Basicamente transferimos a experiência dos produtos Google para eles”, explicou.

Para a fabricante, poucas modificações no Android têm significado boa aceitação, especialmente devido ao reflexo na autonomia de bateria e desempenho geral do aparelho. Além disso, o uso do Android nessas condições permite atualizações mais rápidas, o que agrada boa parte dos usuários.

O uso de software pouco customizado pela Motorola, portanto, teria contribuído para o sucesso dos smartphones Moto G e Moto X. Somente entre janeiro e março de 2014, foram comercializados quase 4 milhões desses aparelhos em todo mundo, o que equivalente a cerca de 60% do total das vendas da Motorola no período.

As poucas modificações da Motorola no Android dizem respeito à inclusão de apps como Assist, Care e Migração; além de configurações dual-chip no Moto G e, no Moto X, notificações e comandos de voz exclusivos do aparelho.

Via Motorola

Mais do TechTudo