Publicidade

Por Da Redação; Para O TechTudo


Mesmo que não esteja informado na embalagem ou na câmera, toda lente possui uma abertura, e é através desta abertura que a imagem “chega ao sensor” que captura a foto ou o vídeo.

abertura-lentes-titulo-01 — Foto: TechTudo

A sistema de abertura de uma lente é controlado pela câmera, ou pelo anel da própria câmera. A câmera envia o comando e o sistema fecha ou abre o mecanismo que abre o orifício por onde a “imagem passa”.

abertura-lentes-sistema-abertura — Foto: TechTudo

A maneira correta e completa de identificar uma determinada abertura, é com a letra “f”, o sinal “/” e um número, por exemplo, “f/22” ou “f/1.8“. Mas para simplificar, a abertura é indicada apenas pelo “número”, o “denominador”.

O curioso é que quanto maior o “número”, menor é a abertura. E quanto menor o número, maior é a abertura. Para ficar mais fácil memorizar este detalhe, considere que abertura é uma divisão: “1/X” (“1″ dividido por um valor “X“). Sendo assim, quanto maior o valor “X”, menor é o resultado desta fração.

Por exemplo, a abertura “f/2” é maior que a abertura “f/10“. Seguindo nosso esquema, “1/2 = 0,5″ e “1/10 = 0,1″, ou seja, “0,5 > 0,1″. Fácil? Confira o esquema ilustrado a seguir.

abertura-lentes-explicando — Foto: TechTudo

A abertura nas lentes para câmeras DSLR

Em lentes fixas (lentes que não possuem “zoom”) das câmeras DSLR, há a indicação da abertura máxima. A abertura mínima geralmente não é informada, e pode chegar até a f/36.

Em lentes “zoom”, a abertura é indicada duas vezes (3.5-5.6). Uma indica a abertura máxima quando se está utilizando o “zoom mínimo”, e a outra é quando estamos utilizando o “zoom máximo”.

abertura-lentes-distancia-lentes-fixas-e-zoom — Foto: TechTudo

Quando a abertura máxima é a mesma no “zoom” mínimo e máximo, a abertura é indicada apenas uma vez, como na lente “70-200 mm 1:4G ED”.

abertura-lentes-esquema-siglas — Foto: TechTudo

As medidas da abertura são apenas os números que geralmente seguem a indicação “1:” (“1:3.5-5.6″, por exemplo). As medidas “70-200 mm”, “50 mm” ou “18-55 mm” são das distâncias focais (o “zoom”) e as demais letras e siglas que acompanham estes números são recursos extras (como sistemas de estabilização e foco automático silencioso, por exemplo).

Confira a matéria do TechTudo que explica o significado das siglas das lentes.

As lentes “zoom” mais acessíveis geralmente possuem aberturas máximas limitadas. Isto ocorre por uma série de fatores, e o principal deles, é o alto número de elementos óticos da lente, necessários para não deixar a imagem ficar distorcida quando alteramos o “zoom”.

Lentes com abertura máxima limitada, são chamadas de “lentes escuras”, e são indicadas para ambientes bem iluminados. E as lentes com abertura máxima grande são chamadas de lentes “claras” ou “rápidas”.

Algumas lentes possuem anel de abertura. Para alterar a abertura é necessário girar o anel até a posição desejada. A maioria das lentes não possuem este anel, assim a abertura é controlada através da câmera.

abertura-lentes-anel-abertura — Foto: TechTudo

A abertura das lentes de câmeras compactas e smartphones

A abertura das lentes de câmeras compactas, super compactas e smartphones também são indicadas próximas às lentes.

Tratando-se de smartphones, a abertura geralmente é fixa. Isto significa que não é possível aumentar, nem diminui-la. Até câmeras de smartphones avançados como o Nokia Lumia 1020 e o iPhone 5S, possuem abertura fixa, equivalendo às aberturas F/2.0 ou F/2.2, aproximadamente.

abertura-lentes-super-compactas-smartphones — Foto: TechTudo

Para descobrir qual a abertura de lentes de câmeras ou smartphones que não informam nada sobre a abertura, será necessário consultar o manual.

Como alterar a abertura?

Para alterar a abertura numa câmera DSLR, selecione o modo “M” (manual) ou “A”/”Av” (Prioridade de Abertura).

No modo “manual”(M), para cada abertura é necessário configurar a sensibilidade e a velocidade para balancear a luminosidade.

No modo “Prioridade de Abertura”(A ou Av), você seleciona a abertura desejada (e a senbilidade ISO), e a câmera seleciona automaticamente uma velocidade que permita obter boas imagens.

abertura-lentes-alterando-abertura — Foto: TechTudo

Em câmeras compactas e superzoom que oferecem o modo manual, a abertura é alterada no menu de configuração. As que não oferecem modo manual, a abertura é alterada automaticamente, de acordo com a cena escolhida.

Alguns modelos de câmeras compactas “avançadas” como a Canon Powershot G15 e a Nikon P310, além de oferecer o modo “manual” (M), também possuem lentes com grandes aberturas (F/1.8).

abertura-lentes-compactas-avancadas — Foto: TechTudo

Em câmeras compactas e super compactas que não oferecem o modo manual, a abertura da lente é ajustada automaticamente pela câmera, de acordo com a situação e o modo de cena escolhido. Porém, fique atento às aberturas máximas.

A relação entre Abertura, Velocidade e Sensibilidade

A abertura tem uma relação estreita com a velocidade (do obturador) e a sensibilidade do sensor (ISO). Quando você prioriza uma destas medidas, as outras devem ser ajustadas para que a imagem não fique clara demais (superexposta) ou escura demais (subexposta).

abertura-lentes-triangulo-exposicao — Foto: TechTudo

Cada situação exige uma configuração diferente. De acordo com o esquema acima, quando usamos uma abertura grande (f/2.8) diminuímos a distância que ficará focada, e quando usamos uma abertura pequena (f/16) aumentamos a distâncias que ficará focada.

abertura-lentes-aberturas-lente-50mm — Foto: TechTudo

A relação entre abertura e foco

Quanto maior a abertura da lente, menor será as distâncias focadas. Assim, quando você quiser produzir uma imagem com um fundo bem desfocado, utilize a maior abertura que sua lente permite.

Por outro lado, quando você deseja mostrar o máximo de objetos e distâncias bem focadas, utilize a menor abertura possível. Quanto menor a abertura, maior será a distância que estará em foco.

abertura-lentes-profundidade-rua — Foto: TechTudo

O termo utilizado para identificar as “zonas focadas” é “profundidade de campo”. Dizemos que a profundidade de campo é pequena, quando a zona focada é pequena. E a profundidade de campo é grande, quando a zona focada é grande.

Desfocar o fundo é uma técnica utilizada para destacar ainda mais o objeto principal ou quando desejamos “omitir” o fundo. Desfocar o fundo é fácil quando usamos uma lente com abertura grande, basta abrir a abertura ao máximo.

Utilizando câmeras com abertura máxima limitada, como as compactas, conseguimos desfocar o fundo quando o objeto focado está mais próximo da câmera. Quando o objeto focado não está tão próximo da câmera, o “efeito de desfoque” fica menos evidente.

Com smartphones é mais difícil ainda desfocar o fundo. É preciso ficar bem próximo do objeto.

abertura-lentes-comparacao-smartphone — Foto: TechTudo

A relação entre abertura e iluminação

Se utilizarmos uma mesma configuração de sensibilidade (ISO), velocidade e distância focal (“zoom”), e alterarmos apenas a abertura, podemos notar que maiores aberturas geram imagens mais claras e menores aberturas geram imagens mais escuras.

abertura-lentes-50mm-coqueiro — Foto: TechTudo

A relação entre abertura e a velocidade

Quando utilizamos uma abertura grande, compensamos com uma alta velocidade para equilibrar a luminosidade da imagem. Isto significa que, quanto maior é a abertura, mais velocidade podemos atribuir ao obturador, nos possibilitando “congelar” a cena.

O oposto também acontece. Se utilizarmos uma abertura bem pequena, precisaremos diminuir a velocidade da foto, e assim captamos uma imagem “borrada pelo movimento”.

abertura-lentes-55mm-piscina — Foto: TechTudo

As imagens acima foram captadas utilizando uma lente “18-55 mm 3.5/5.6″. Isto significa que a abertura máxima para a distância focal 55 mm (“zoom máximo”) é a “f/5.6″.

Não confunda abertura do diafragma com o ângulo da lente!

Lentes “grande angular” e “olho de peixe” enxergam quase 180º. Elas são indicadas, quando queremos captar tudo à nossa volta. Por outro lado, as lentes de longo alcance enxergam apenas uma porção de uma imagem, e servem para capturar imagens de objetos distantes, e isto não tem nada a ver com a “abertura do diafragma”.
abertura-lentes-distancia-focalQuanto menor a distância focal, menor é o “zoom” e maior é o ângulo que a lente enxerga. Quanto maior a distância focal, maior é o “zoom” e menos é o ângulo que a lente enxerga.
abertura-lentes-anguloSe fotografarmos um mesmo objeto com uma distância focal de 200 mm usando uma abertura e uma abertura pequena, por exemplo, e o “enquadramento” será o mesmo. O que muda é a profundidade de campo e as outras configurações da câmera que alteramos para compensar a iluminação, já que a quantidade de luz capturada será diferente.
Quer dicas para comprar câmera digital semi-profissional?<b> Veja no Fórum.</b>
abertura-lentes-distancia-fical-planosConfira nossas dicas sobre fotografia manual e saiba configurar a câmera corretamente na mais diversas condições e iluminação.
O fotógrafo Marcio Spaolonse colaborou com a matéria.
saiba maisZoom Óptico: descubra o real poder de ampliação de imagens da sua câmeraConfira o Review da Canon Rebel SL1Confira lista das 10 câmeras mais populares do Flickr

Mais do TechTudo