Publicidade

Por Da Redação; Para O TechTudo


O Windows Phone é um sistema relativamente novo no mercado, mas que tem conquistado bastante usuários nos últimos tempos. No entanto, antes de migrar do Android ou iOS para a plataforma da Microsoft ou comprar seu primeiro smartphone, é preciso ficar atento a algumas características importantes. Para te ajudar a fazer essa escolha sem medo, o TechTudo reuniu dicas sobre o que é preciso levar em conta antes de comprar um Windows Phone.

Windows Phone tem conquistado mais usuários, mas é preciso ficar atento a algumas características (Foto: Divulgação/Microsoft) — Foto: TechTudo

- Versão do sistema

Prestes a entrar na versão 8.1, o Windows Phone já teve ao todo três grandes atualizações. A primeira delas é o 7.x, lançada em 2010 e atualizada até a edição 7.8 em 2012. Em seguida, veio o Windows Phone 8, versão atual e mais popular do sistema da Microsoft e que conta com o maior número de smartphones disponíveis, bem como ofertas de aplicativos e jogos. Já nos próximos meses, estará disponível a versão 8.1, que traz mais ferramentas e funcionalidades aos aparelhos atuais.

Após essa breve explicação, a primeira recomendação é: não compre mais aparelhos com a versão 7.0, 7.5 ou 7.8 do Windows Phone, como o Lumia 900, Lumia 800 e Lumia 710 ou o Samsung Omnia. Embora ainda seja possível encontrá-los à venda em alguns lugares, esses dispositivos não serão atualizados e nem ganharão funcionalidades, ficando parados na versão 7.8, que é bastante limitada. Além disso, os apps lançados para o WP8 são incompatíveis com as versões 7.x, deixando telefones antigos com uma loja muito mais limitada e sem opções como Instagram, Vine, FIFA 14, entre muitos outros.

Já se você está interessado em um Lumia 520 ou qualquer outro dispositivo equipado com o Windows Phone 8, não há razão para se preocupar. A Microsoft já confirmou que todos os smartphones equipados com essa versão do sistema receberão o WP 8.1 e que este rodará fluidamente. Sendo assim, donos desses dispositivos não terão os mesmos problemas enfrentados pelos usuários de WP 7.8.

Windows Phone apresenta botões capacitivos diferentes nas versões 7 e 8 (Foto: Arte/Divulgação) — Foto: TechTudo

Uma forma de identificar o sistema do aparelho é olhar os botões capacitivos do mesmo. Caso o ícone do Windows tiver linhas curvas, como o símbolo das versões Windows 7, Windows Vista e Windows XP, o aparelho utiliza a versão antiga do sistema e não será atualizado. No entanto, se o botão central tiver linhas retas como as do Windows 8, o dispositivo roda a oitava versão do sistema e será atualizado para o WP 8.1, que ainda não tem aparelhos nativos nas lojas brasileiras.

- Memória RAM

O Windows Phone é capaz de oferecer uma experiência bastante fluída e rápida desde aparelhos top de linha, como o Lumia 1520, até os dispositivos mais simples, como o Lumia 520. No entanto, isso não quer dizer que não existam diferenças de desempenho entre ambos e que os dispositivos de entrada não possuem limitações significativas. A principal delas é a quantidade de memória RAM dos dispositivos.

Alguns aparelhos de entrada ou intermediários da Nokia foram lançados com apenas 512 MB de memória RAM. Embora isso não afete tanto o desempenho do sistema, faz com que os dispositivos com essa capacidade deixem de receber com antecedência alguns jogos famosos do mercado, como o FIFA 14 e O Espetacular Homem-Aranha 2. Nesses casos, será preciso esperar a boa vontade dos desenvolvedores para otimizar seus aplicativos para aparelhos mais simples, o que nem sempre acontece.

Já os dispositivos com 1 GB de RAM ou mais não passam por esses problemas. Normalmente presente em aparelhos tops de linha, essa quantidade de memória RAM é suficiente para executar lançamentos de games e apps assim que eles são disponibilizados na loja. Por isso, dê preferência a dispositivos com 1 GB de RAM, como o Lumia 820, caso tenha condições de investir um pouco mais em um smartphone.

.512 MB de RAM: Lumia 520, Lumia 620, Lumia 625, Lumia 630*, Lumia 635*, Lumia 720

.1 GB de RAM: Lumia 525*, Lumia 820, Lumia 920, Lumia 925, Lumia 1320, Samsung Ativ S

.2 GB de Ram: Lumia 1020, Lumia 1520, Lumia 930*

*Aparelhos ainda não vendidos no Brasil

- Armazenamento

O armazenamento é uma questão que depende do perfil de cada usuário, mas que também deve ser observada. Dispositivos de entrada, como o Lumia 520, trazem 8 GB internos de armazenamento, o que deve ser suficiente para quem deseja guardar algumas fotos, músicas e aplicativos. No entanto, esses aparelhos apresentam entrada para cartão de memória microSD, o que permite expandir a capacidade dos mesmos tranquilamente.

Ironicamente, os aparelhos que mais demandam atenção no que diz respeito a armazenamento são os tops de linhas da Nokia, que não trazem capacidade de expansão. Aparelhos como o Lumia 925, que tem apenas 16 GB, e o Lumia 1020, que traz 32 GB, não podem ter sua capacidade aumentada por cartões, obrigando que usuários fiquem atento à ocupação da memória desses telefones, especialmente aqueles que gostam de carregar filmes e séries.

Como paliativo, a Microsoft oferece 7 GB de armazenamento gratuito no serviço de nuvem OneDrive e mais 3 GB para aqueles que ativaram o upload automático de fotos. No entanto, você ficará dependente de uma conexão com a Internet. Os únicos tops de linhas lançados até hoje com a capacidade de expansão são o Nokia Lumia 1520 e o Samsung Ativ S.

. Com microSD: Lumia 520, Lumia 525*, Lumia 620, Lumia 625, Lumia 630*, Lumia 635*, Lumia 720, Lumia 820, Lumia 1320, Lumia 1520

. Sem microSD: Lumia 920, Lumia 925, Lumia 930*, Lumia 1020

*Aparelhos ainda não vendidos no Brasil

- Câmera

Embora a Nokia seja conhecida por entregar ótimas câmeras, a experiência fotográfica dos aparelhos da marca varia bastante. Dispositivos de entrada, como o Lumia 520 e o novo 630, por exemplo, não vem equipado nem com câmera frontal para selfies e nem com Flash na câmera traseira, prejudicando bastante a experiência em ambientes com pouca luminosidade.

Windows Phone tem aparelhos com câmeras de qualidade bastante variada (Foto: Arte/TechTudo) — Foto: TechTudo

Já se você busca uma experiência superior e com melhores resultados, deve procurar um aparelho da marca com a assinatura “PureView”. Presente nos tops de linhas da empresa, essa tecnologia oferece melhores resultados em ambiente com baixa luminosidade, estabilização óptica de imagem OIS e uma experiência completa com o app Nokia Camera, além de apps secundários como o Refocus, StoryTeller, entre outros.

- Aplicativos

Embora os principais apps do mercado já tenham chegado à loja do Windows Phone, há algumas opções que ainda não estão disponíveis. Se você só tem interesse em aplicativos sociais como Facebook, Messenger, Instagram, Vine, Foursquare e WhatsApp, não deve ter problemas. Além disso, há diversos apps não oficiais como o 6snap, para Snapchat, e CloudSix, para Dropbox.

Loja de aplicativos do Windows Phone está melhor, mas ainda tem algumas deficiências (Foto: Allan Melo/TechTudo) — Foto: TechTudo

O maior problema, porém, devem ter os usuários de serviços do Google, como o Gmail e Google Drive. Como o gigante de buscas optou por não lançar apps para o Windows Phone, é provável que você tenha que utilizar apps de terceiros e com funções mais limitadas. Além disso, há outros aplicativos e jogos que não tem versões para o sistema da Microsoft, como o Tinder, Pou, Candy Crush, Plants vs Zombies 2, entre outros.

Para saber se seu aplicativo ou jogo preferido está disponível para Windows Phone, você pode acessar a loja de aplicativos do sistema e fazer uma pesquisa. Além disso, a Microsoft lançou um app para quem já mudou para o Lumia ou Ativ e está à procura de aplicativos usados do iOS e Android ou suas alternativas.

Mais do TechTudo