Publicidade

Por Da Redação; Para O TechTudo


Fone intra-auricular pode ser prático, mas tem um problema comum: a dificuldade de se encaixar no ouvido. Pensando nisso, a empresa Normal, com sede em Nova York, nos Estados Unidos, utiliza impressão 3D para fabricar fones únicos, modelados de acordo com o formato da entrada do canal auditivo de cada usuário.

Normal é criado a partir de foto das orelhas do usuário (Foto: Divulgação/Normal) — Foto: TechTudo

Através de um aplicativo, disponível para Android e iOS, o usuário tira foto das orelhas e envia para a empresa. É possível escolher desde as cores do hardware, até mesmo o comprimento dos cabos. A Normal se compromete a enviar o fone anatomicamente perfeito em 48 horas.

Aplicativo permite customizar cores (Foto: Reprodução/App Store) — Foto: TechTudo

Em relação à qualidade sonora, o fone não deixa a desejar. A empresa se propôs a inserir componentes de qualidade como plug banhado a ouro, driver de 14 mm de neodímio e acabamento em alumínio. O dispositivo possui sensibilidade de 109 db/mW, impedância de 32 Ohms e frequência de 20Hz – 20kHz.

Esquema de desenvolvimento do Normal (Foto: Reprodução/Normal) — Foto: TechTudo

Toda essas possibilidades de personalização logicamente se refletem no preço do Normal, já que as peças são fabricadas uma a uma sob demanda. O fone custa US$ 200 (R$ 443 em conversão direta) e vem em uma caixa especial com o nome do usuário. Ainda não está disponível para o Brasil.

Mais do TechTudo