Por Da Redação; Para O TechTudo


A VGA é a mais antiga entre as conexões presentes no mercado. Ele é normalmente usado para conectar o computador ao monitor, mas também pode estabelecer ligação entre o PC e a TV ou outros dois displays. Seu principal concorrente é o cabo HDMI. Seu nome é originado do inglês “Video Graphics Array”, que, em tradução livre, significa padrão de gráficos de vídeo. 

Conector de cabo VGA macho (Foto: Reprodução/Wikimedia Commons) — Foto: TechTudo

O cabo analógico foi inventado pela IBM em 1987. O modelo original podia reproduzir de 16 a 256 cores com resolução máxima de 640 × 480 pixels, representando um grande avanço à época. Com o passar do tempo, outras versões foram criadas e aprimoradas, mas a terminologia permaneceu. Isso se deve, em grande parte, ao conector, cujo nome correto é D-SUB ou Conector DB. Eles podem ser encontrados em diversos tamanhos, mas o mais usado é o VGA de 10 metros.

Conectores

Os conectores vêm nas versões macho e fêmea, e aparecem tanto em cabos quanto em placas de vídeo. Os “machos” têm 15 pinos, distribuídos em três fileiras de cinco, que se encaixam nos furinhos presentes no plugue “fêmea”. Além disso, geralmente possuem dois parafusos, um de cada lado, permitindo fixar melhor essas duas partes.

vga-2 — Foto: TechTudo

Existe grande variedade de cabos VGA disponíveis. Alguns modelos mais sofisticados oferecem plugs folheados a ouro ou blindagem contra interferência. No entanto, isso não chega a representar grande diferença na qualidade da imagem. A principal recomendação na hora da compra não está no material de confecção, e sim na extensão do fio. Quanto menor o cabo, melhor, pois há menos degradação do sinal.

O fim de uma era

Depois de 27 anos, os cabos VGA estão progressivamente caindo em desuso. Ainda é possível encontrá-los nos computadores atuais, mas os novos aparelhos de TV já não possuem mais o suporte.

Em contrapartida, os televisores recentes usam largamente o cabo HDMI. O modelo garante transmissão de vídeo e som digitais em alta qualidade, sendo o mais presente atualmente em TVs e computadores. O padrão vem tomando o lugar do VGA, já vindo em placas offboard e onboard.

Como solucionar problemas com o monitor? Descubra no Fórum do TechTudo.

hdmi-3 — Foto: TechTudo

Outras tecnologias, como o DisplayPort e o DVI, também cumprem função semelhante. O primeiro faz exclusivamente a conexão de computadores a monitores, com transmissão de imagens de até 3840 x 2160 pixels. Já o DVI reproduz 1920 x 1200 pixels em tela e, como não envia áudio, também não é indicado para conectividade com televisores.

Preços e disponibilidade

Apesar de estar saindo de linha, é fácil encontrar cabos VGA à venda. Os modelos básicos com conectores DB custam, em média, R$ 10. Nesse grupo estão inclusos os cabos macho-macho, fêmea-fêmea e macho-fêmea.

Os modelos USB-VGA são um pouco mais caros, com preços girando em torno dos R$ 50. Há também cabos VGA-HDMI na faixa de R$ 30, mas eles não funcionam.

Lembra que o VGA é analógico e o HDMI é digital? Para que o sinal mude, é preciso de um conversor. Felizmente há sim modelos de cabos com conversores, mas aí eles custam R$ 80, aproximadamente. As versões mais baratas vão se conectar aos dispositivos, mas não realizarão a conversão do sinal.

Mais do TechTudo