Publicidade

Por Da Redação; Para O TechTudo


A partir de impressora 3D, o arquiteto americano Andrey Rudenko conseguiu construir um castelo real, mas com dimensões de uma casa para crianças. A obra está instalada no estado de Minesota, nos Estados Unidos. O modelo, que começou a ser edificado em abril, serviu como teste para um objetivo mais ambicioso do profissional: levantar uma casa de dois andares totalmente feita com impressão tridimensional.

O castelo foi feito na impressora RepRap, um projeto de código aberto extremamente popular entre entusiastas da técnica em 3D. O equipamento imprime camadas de concreto que medem 1 cm de altura por 3 cm de largura. Seu acabamento é superior a de outras impressoras 3D de concreto, resultando em superfícies lisas e consistentes.

“Já faz dois anos desde que eu comecei a brincar com a ideia de uma impressora 3D para construir casas. Ao testar a impressora, enfrentei obstáculos e descobri ainda mais capacidades, como o fato de ela poder imprimir muito mais do que 50 centímetros por dia, ao contrário do que eu pensava originalmente”, contou Rudenko.

Projeto do castelo, que serviu como teste para constução de casa (Foto: Divulgação/Andrey Rudenko) — Foto: TechTudo

A ausência dessa restrição fez com que o arquiteto ficasse mais empolgado em relação a seus planos para a próxima obra. “Meu objetivo será imprimir 24 horas por dia, sete dias por semana, até que o projeto esteja concluído”, adiantou Rudenko, explicando que os únicos problemas foram justamente ao parar e recomeçar a impressão.

O protótipo também mostrou que imprimir as peças separadamente não foi uma boa ideia. A torre do castelo ficou muito pesada, necessitando de sete homens para levantá-la e colocá-la no lugar. Por essa razão, a casa será impressa em estrutura única.

Peças do castelo foram impressas separadamente (Foto: Divulgação/Andrey Rudenko) — Foto: TechTudo

O tamanho da próxima construção será de aproximadamente 10 m x 15 m, como inicialmente programado, mas o lugar sofrerá alterações. A intenção inicial era levantar a casa em Minesota, porém Rudenko acredita que precisará de um lugar mais quente. Segundo ele, o material utilizado no processo precisa secar muito rápido, o que não será possível no inverno local.

Qual a utilidade de comprar uma impressora 3D? Dê sua opinião no Fórum do TechTudo.

Outra dificuldade será a de obter o aval do comitê regional responsável por autorizar a obra. As regras para essa permissão nos Estados Unidos muda de estado para estado. Mas isso não intimida o inventor, que já se mostra disposto a comercializar a ideia. “Estou aberto a ofertas de pessoas físicas ou empresas interessadas em adquirir a primeira casa construída com a tecnologia 3D e pronto a fornecer recursos para cobrir completamente o projeto e todas as suas despesas”, declarou.

Via 3D Print

Mais do TechTudo