Por Da Redação; Para O TechTudo


Polir CDs e DVDs corretamente permite, muitas vezes, recuperar dados que pareciam perdidos em um disco riscado. Apesar dessas mídias serem muito duráveis, os arranhões são quase inevitáveis, causando perda parcial ou total dos arquivos. Há vários kits de reparação de riscos, mas é possível restaurá-los com os materiais que você já tem em casa. A lista abaixo oferece sete métodos para aumentar a vida útil das suas mídias.

1. Identifique o arranhão

Identificar a localização do risco pode ser útil para definir o que fazer com a mídia. Segure o disco pelas bordas e coloque-o contra a luz para inspecionar visualmente. Riscos perpendiculares à espiral do CD (do centro para a borda) normalmente não afetam sua reprodução. Já os que seguem a direção do espiral podem ocasionar a perda de muitos bits de dados consecutivos, dificultando que algoritmo de correção de erros advinhe as informações que faltam.

Ainda que haja vários arranhões, se o CD só pular em um ou dois lugares é possível identificar os riscos que estão causando o defeito. A primeira faixa de um CD começa pelo centro, e a reprodução prossegue em direção à borda. Portanto, se o disco pula em uma faixa central, é ali que você deve se concentrar na hora do polimento.

2. Limpe o disco

Se o disco estiver pulando ou não tocar, a primeira coisa a fazer é limpá-lo. Ele pode estar apresentando esses problemas mesmo que não esteja arranhado, porque poeira, oleosidade ou outros elementos podem impedir a mídia de tocar normalmente. Para retirar o pó, use um pincel de cerdas macias ou pano de microfibra seco (ou outro material que não solte fiapos) e limpe fazendo uma linha reta, do centro para fora. Nunca limpe em movimentos circulares, o que pode arranhar ainda mais seu CD.

Caso o CD esteja sujo com elemento gorduroso, use álcool ou detergente dissolvido em água para limpar. O movimento deverá ser o mesmo: em linha reta, do meio para as bordas. Enxague em água corrente, sacuda o CD e deixe-o secar ao ar (não use toalha ou pano). Quando estiver completamente seco, coloque o disco no drive e verifique se ele toca normalmente. Se o problema inicial persistir, tente as dicas abaixo.

Depois de limpar com água e detergente neutro, deixe o CD secar ao ar (Foto: Reprodução/Raquel Freire) — Foto: TechTudo

3. Fita adesiva

 Se durante a inspeção visual (passo 1) você identificar que há furos no seu CD, marque a parte da frente do disco no local onde estão os buracos com uma caneta apropriada. Corte dois pedaços pequenos de fita adesiva, com cerca de 1 cm² cada, e cole-os no lugar, um sobre o outro. O CD vai ficar um pouco ruidoso, mas o procedimento irá corrigir a falha em aproximadamente 70%. Além disso, buracos na camada de folha de um CD geralmente não são reparáveis, nem mesmo por um profissional.

4. Pasta de dente

Polir o CD com pasta de dente remove parte do revestimento de plástico exterior, tornando a superfície mais lisa e eliminando os arranhões. No entanto, o método deve ser feito com extremo cuidado, pois a aplicação de força excessiva pode comprometer ainda mais o disco.

 Aplique uma pequena quantidade do creme dental no CD. Com um pano limpo, macio e sem fiapos, espalhe o produto suavemente em movimento radial, começando do centro e indo até a borda (movimentos circulares podem ocasionar danos ao disco). Repita esses movimentos radiais por uns dois minutos, cerca de dez vezes, em todo o disco. Tome cuidado para não pressionar demais.

Ao terminar, enxague a pasta com água morna. A temperatura do chuveiro na posição inverno é suficiente para realizar a tarefa. Sacuda o disco e deixe secar ao ar.

Qual o melhor player de música? Dê sua opinião no Fórum do TechTudo.

5. Polidor de metais

O modo de aplicar o polidor de metais é idêntico ao da pasta de dentes, mas esse produto requer alguns cuidados extras. Em primeiro lugar, leia as instruções e avisos de segurança na embalagem e certifique-se sobre seus componentes, que frequentemente causam alergias ou irritação na pele e olhos. Também é importante realizar o procedimento em uma área bastante ventilada, evitando respirar os vapores que saem durante seu uso. Para retirar o polidor do CD, limpe o excesso de produto e deixe secar. Então, usando um pano limpo, limpe o disco novamente – não use água para retirada do polidor.

6. Cera

Caso o polimento não funcione, encere o CD. Isso pode ser feito com cera de carro líquida, vaselina, brilho labial, graxa de sapatos neutra ou cera para móveis (o que foi usado neste tutorial). Passe uma fina camada do produto em toda a superfície do disco, em movimento radial, de dentro para fora. Retire o excesso com um pano limpo, macio e sem fiapos, ou ainda um papel toalha macio, e coloque o CD para tocar.

7. Recupere os dados

Vários programas de gravação de CDs e DVDs podem ser configurados para continuar lendo a mídia mesmo depois de um erro, como por exemplo não conseguir ler uma seção do disco devido a um arranhão. O que esses softwares fazem é preencher as áreas não lidas com dados aleatórios, ou tentar ler a seção corrompida a uma velocidade muito lenta, várias vezes.

Usuários Windows podem lançar mão desse artifício com o Nero. Já quem tem um Linux pode usar a ferramenta Ddrescue. Como a velocidade de leitura é baixa, o processo de recuperação tende a demorar aproximadamente duas horas. O reparo é mais eficiente em CDs de áudio, para os quais a precisão não é tão importante quanto para vídeo.

Dicas gerais

Não aplique solvente no CD ou DVD, pois ele pode alterar a composição química do substrato de policarbonato da mídia, resultando em um acabamento opaco e um disco ilegível. Se você tentar essas etapas com um DVD, nunca use pano no lado do DVD com título, o que pode destruir sua mídia. Apenas escove o lado prata liso.

Também é importante segurar o disco apenas pelo furo do meio e bordas. Se você tocar nos lados, deixará impressão digital, fazendo com que ele suje novamente.

Mais do TechTudo