Por Da Redação; Para O TechTudo


Um projeto amador transformou um toca-fitas antigo em um aparelho super moderno. Desenvolvido pelo britânico Matt Brailsford, o eletrônico usa a plataforma de hardware livre do Raspberry Pi e streaming de playlists do Spotify. O resultado é um equipamento que toca músicas via Internet ao inserir uma fita cassete comum.

Toca-fitas usa Raspberry Pi e tags NFC para reproduzir playlists do Spotify (Foto: Reprodução/YouTube) — Foto: TechTudo

O equipamento funciona como nos tocas fitas tradicionais: basta colocar a fita na gaveta e pressionar “Play”. Cada fita tem tags NFC embutidas em cada lado, que são identificadas pelo sistema para realizar uma busca no Spotify por listas de reprodução compatíveis. As faixas são, então, baixadas para um cartão microSD de 16 GB e reproduzidas imediatamente.

Apesar de parecer um reprodutor antigo, o dispositivo tem amplificadores de potência e outros circuitos e módulos trabalhando em conjunto com o Raspberry Pi. O potenciômetro original também permanece para permitir o funcionamento dos botões físicos. Portanto, é possível pressioná-los para dar play, pausar e avançar uma música, sempre sincronizado com o streaming.

Brailsford teve a ideia depois que um amigo ganhou um reprodutor digital de músicas do iPhone no formato de um toca-fitas antigo. “Aquilo trouxe várias memórias felizes”, explica o criador. “Tudo isso me fez lembrar o quanto esse tipo de reprodutor de música era importante”, conta.

Qual a melhor caixa de som para o PC? Comente no Fórum do TechTudo.

O projeto demorou entre duas e três semanas para ficar pronto, mas a maior parte do tempo foi tomada para encontrar uma forma de encaixar os circuitos dentro do espaço disponível. Como esse é um projeto amador, até agora só há um protótipo e não há intenção de comercialização. Mas o Brailsford se colocou à disposição para ajudar qualquer pessoa disposta a repetir o invento. Para montar um cópia do projeto o tempo dedicado tende a ser bem menor.

Veja o toca-fitas de streaming em funcionamento:

Via Cnet

Mais do TechTudo