Por Da Redação; Para O TechTudo


Uma atualização do sistema de segurança reCAPTCHA do Google promete tornar mais fácil detectar se usuários são robôs sem tornar o sistema complicado para os humanos. O CAPTCHA é comum em fóruns, e pode ser reconhecido por apresentar imagens de texto distorcidas, que os usuários devem decifrar para provar que não são tentativas de acessos automatizadas. A nova versão, chamada “NoCAPTCHA reCAPTCHA” surgiu como resposta a um problema encontrado há mais de um ano, quando o Google descobriu como ensinar computadores a burlar o sistema com 99,8% de precisão.

Novo sistema do CAPTCHA vai usar reconhecimento de imagens para identificar humanos e robôs (foto: Reprodução/Google) (Foto: Novo sistema do CAPTCHA vai usar reconhecimento de imagens para identificar humanos e robôs (foto: Reprodução/Google)) — Foto: TechTudo

O novo NoCAPTCHA procura simplificar o processo. Em vez de decifrar um texto, o usuário precisa apenas clicar em um botão chamado “Não sou um robô”. Ao fazer isso, o sistema faz uma série de checagens usando o que o Google chama de “motor de análise de riscos” para determinar se o usuário no site é ou não um humano.

Se o resultado da análise for positiva, o usuário é liberado, caso contrário, ele será encaminhado para a série de imagens tradicionais ou uma mais avançadas, a ideia é escolher a imagem correta em uma série. Ou seja, deverá pensar e solucionar o "game" como um ser humano, dando acesso.

Esta alternativa também é mais fácil para quem usa dispositivos móveis como smartphones e tablets, que não precisam aumentar imagens em telas pequenas para decifrar o texto.

Para detectar robôs, o motor de análise de riscos analisa o comportamento de usuários antes, durante e depois do botão ser clicado. Com estes dados, ele aprende como um humano se comporta e usa a informação para barrar sistemas automáticos.

Isto significa que os usuários não vão notar diferenças mesmo quando o sistema estiver totalmente implementado, já que existe um tempo de adaptação até que o reCAPTCHA aprenda a distinguir humanos de robôs com precisão.

O novo sistema está sendo testado em um número limitado de serviços, como o Snapchat, WordPress e Humble Bundle e ainda não há previsão de quando deve ser estendido a outros serviços.

  Novo sistema de CAPTCHA do Google abandona texto e usa 'game de fotos'

Os sites interessados no NoCAPTCHA também vão precisar atualizar seus sistemas para integrar uma nova API, mas segundo o Google a migração deve ser simples, já que a atualização requer apenas três novas linhas de código.

Mais do TechTudo